Wednesday, 26 de September de 2018

Wednesday, 26 de September de 2018

CONCURSOS


Impasse

Aprovados no concurso do MPE não aceitam corte no orçamento do órgão

22 Feb 2015

Os aprovados no concurso público para o cargo de promotor de Justiça substituto do Ministério Público do Tocantins (MPE-TO) querem a aprovação integral do orçamento sem cortes enviado pelo órgão ao governo do Estado. O orçamento enviado pelo procurador geral de Justiça, Clenan Renaut de Melo Pereira, ao Executivo é de R$ 188 milhões, mas governo teria efetuado um corte de 25%, reduzindo o orçamento para R$ 140 milhões. 

Os candidatos alegam que o corte "viola a independência e a autonomia orçamentária e financeira do MP garantida pela Constituição Federal. Segundo eles, o orçamento está dentro do limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que estabelece que até 2% do orçamento do Estado deve ser destinado ao MPE.

Para que as nomeações ocorram, o governo estadual e a Assembleia Legislativa devem aprovar o orçamento do Ministério Público sem cortes.

Quadro fortalecido
Os 115 candidatos aprovados criaram uma página no facebook, com o objetivo de sensibilizar a população à "aderir a luta" e destacam que o órgão traz muitos benefícios à população, como maior fiscalização na prestação de serviços públicos, dos agentes políticos, combate à corrupção, à improbidade administrativa, entre outros.

Eles afirmam que a atuação do MPE pode ser ainda mais fortalecida com o quadro de promotores completo, pois há 39 cargos vagos para serem preenchidos. Atualmente há apenas 106 promotores em exercício, enquanto a Lei Orgânica prevê 145 cargos.  (Cleber Toledo)

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

10

PARABÉNS!
PARABÉNS!

7

BOM
BOM

9

AMEI!
AMEI!

8

KKKK
KKKK

6

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

5

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

11

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Irregularidades

Vistoria realizada pelo MPE constata irregularidades em obra da Feira da 307 Norte

Outro problema detectado foi a falta de vigilância para evitar a ação de vândalos durante o período de obra.

Câncer de Pele

TOCANTINS registrou 1703 casos de câncer de pele

Já o câncer de pele do tipo não-melanoma é o de maior incidência na população, porém de mais baixa mortalidade. Comum em pessoas com mais de 40 anos, é raro em crianças e negros, com exceção daqueles já portadores de doenças cutâneas anteriores.




  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira