Thursday, 17 de October de 2019

CONCURSOS


Festa

Campeões na bola e na simpatia, jogadores alemães elogiam o Brasil; "escolha do país para sediar a Copa foi perfeita", d

14 Jul 2014

A Alemanha levantou a taça dentro de campo, mas também foi a campeã em simpatia na Copa do Mundo de 2014. E dois jogadores em especial mostraram carinho ainda maior com os brasileiros: o atacante Lukas Podolski e o meio-campista Bastian Schweinsteiger. Eles elogiaram o Brasil, a organização do torneio e a festa e hospitalidade promovida pelo povo.

“Foi um grande torneio aqui. É um grande país, um grande povo, por isso apoio as pessoas. As pessoas sempre nos acompanhando e dispostas a ajudar. Tivemos muitos fãs e nós curtimos estar aqui”, disse Podolski, que usou as redes sociais para interagir com o público, postando mensagens em português. “Eu escrevo em inglês e tenho uns amigos que traduzem”, completou.

Após o título, ainda no gramado do Maracanã, o artilheiro usou as redes sociais para postar uma foto em que recebe um beijo do companheiro de seleção Bastian Schweinsteiger. Outra foto famosa foi a que o atleta posa com a camisa do Flamengo, que tem o mesmo fornecedor de material esportivo da Alemanha e inspirou o uniforme reserva da equipe europeia.

Em tom de brincadeira, o atacante foi questionado se poderia jogar no clube carioca. “Quero ficar na Europa, mas no futebol você nunca pode dizer não”, afirmou, arrancado risadas dos jornalistas que aguardavam a saída dos jogadores do vestiário para o ônibus.

Trajeto que marcará apenas o início da festa ainda no Rio de Janeiro e que vai se estender pela Alemanha. A delegação retorna ao país nesta segunda-feira (14.07). “Os próximos dias serão para celebrar a Copa do Mundo no Brasil. Foi uma escolha perfeita da FIFA e agora temos o Mundial aqui. Mas, não terei muitos dias para celebrar, logo volto aos treinos no Arsenal. Voltaremos ao hotel. Eu não bebo. Retornamos à Alemanha e as férias começam, talvez no Rio”, comentou provocando mais risos.

Para Schweinsteiger, o título coroou o trabalho de uma geração, que caiu nas semifinais nas últimas duas edições da Copa do Mundo. “Absolutamente inacreditável. Fizemos grandes torneios no passado, mas agora finalmente conquistamos a Copa”, ressaltou. Ele também agradeceu a receptividade dos brasileiros. “Para nós foi incrível. As pessoas foram muito boas e respeitosas. Nós jogamos com esse público aqui hoje. Foi um torneio inacreditável não somente pelo titulo, ainda mais pelas pessoas daqui”. (Portal da Copa)

COMPARTILHE:


Confira também:


Divisa de Estados

Governadores Mauro Carlesse e Mauro Mendes destacam aspectos positivos da rodovia Transbananal

Trecho em questão tem cerca de 90 km e corta a Ilha do Bananal, de Formoso do Araguaia (TO) a São Felix (MT).

Saúde

Opera Tocantins realiza quase 70 cirurgias em 10 dias e espera fechar outubro com mais de 150

As cirurgias acontecem em diversas Unidades Hospitalares do Tocantins sempre em horários diferenciado, fora da carga horária ordinária, como sábados, domingos, feriados, dias de ponto facultativo e ou em período noturno/madrugada.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira