Monday, 17 de December de 2018

CONCURSOS


Defensoria

Candidata aprovada dentro do numero de vagas garante o direito de ser convocada em Concurso

11 Mar 2014

A Câmara de Vereadores de Paranã tem 30 dias para dar posse a candidata L.S.C.
aprovada em primeiro lugar no Concurso Público realizada pela referida Casa de Lei, a decisão é do juiz Márcio Soares da Cunha, da Vara Cível da Comarca, em resposta ao Mandado de Segurança com Pedido de Liminar da Defensoria Pública do Tocantins.

A candidata aprovada dentro do número de vagas ofertadas no I Concurso Público para o provimento dos cargos efetivos do Poder Legislativo procurou a Defensoria Pública em Paranã, onde apresentou documentação comprovando a aprovação e a homologação do Certame em 28 de dezembro de 2012, porém passado mais de um ano, ainda não havia sido convocada para tomar posse, e noticiou a contratação de pessoal para exercerem os referidos casos cargos, burlando os princípios dos Diretos Constitucional, Administrativo e outros diversos preceitos legais, deixando de aplicar a legislação vigente.

A defensora pública Cerise Bezerra Lino Tocantins, em exercício na comarca de Paranã, visando garantir direito líquido e certo da assistida, tendo em vista que a mesma foi aprovada em Concurso Público dentro do contingente de vagas oferecidas em Edital, aliado ao fato de existirem funcionários contratados de forma irregular, impetrou Mandado de Segurança com Pedido de Liminar que foi deferida imediatamente pelo Magistrado da Comarca de Paranã/TO.

“Essa situação atual, além de ir contra o princípio do concurso público para acesso a cargos públicos, ainda ofende frontalmente a Legalidade e Moralidade administrativa, princípios de direito constitucional, insculpidos no art. 37, caput da Constituição da República. Nem há que se cogitar aqui eventuais argumentações de que não têm orçamento para empossar os concursados, posto que se trataria de sofisma inaceitável, diante dos fatos”, e a defensora pública completa “Se o Presidente da Câmara tem orçamento para pagar as pessoas que estão ocupando cargos comissionados, haverá de ter para dar posse aos concursados, sob pena de desvio de finalidade”.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

5

PARABÉNS!
PARABÉNS!

8

BOM
BOM

7

AMEI!
AMEI!

8

KKKK
KKKK

6

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

2

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

3

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Diplomação

TRE diploma eleitos

O Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins diplomou na manhã de hoje os eleitos para mandato a partir de janeiro de 2019.

Investigado

João de Deus sacou R$ 35 milhões de contas e aplicações, confirma MP

Na sexta-feira (14), o Tribunal de Justiça de Goiás acatou o pedido do Ministério Público de Goiás (MP-GO) e determinou a prisão do médium goiano.


Trabalho

Sindicalizados aprovam orçamento de R$ 2,5 milhões para o SISEPE-TO

Pinheiro frisou que o SISEPE-TO ampliará a divulgação das suas ações, o diálogo com os servidores público e logo conquistará mais sindicalizados.


Tocantins

Em menos de 24 horas, Polícia Civil prende suspeitos de explosão de caixa eletrônico no interior

Entre os indivíduos presos em flagrante está Cristiano Batista da Silva e Jamerson Gama Ribeiro, que são investigados por um roubo cometido na cidade de Novo Acordo


Tocantins

Ministério Público denuncia 19 pessoas por participação em fraude no concurso da PM


Tocantins

MPE e UFT celebram protocolo de intenções para elaboração de estudos técnicos em atuações de interesse social


Pró-Moradia

Vice-governador Wanderlei Barbosa inaugura Condomínio Maria Olívia Carlesse em Palmas


Segurança

Secretário entrega armamentos e anuncia chegada de scanners corporais em casa penais


Serviços Bancários

Sistema de Defesa do Consumidor oficia Banco Central sobre falha na prestação dos serviços bancários no Tocantins


Imbróglio

TCE impede retorno do estacionamento rotativo em Palmas



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira