Wednesday, 24 de July de 2019

CONCURSOS


CONCURSO

Concurso: aprovados para o cadastro reserva da da Polícia Civil requisitam direito à nomeação

06 Aug 2018    21:47    alterado em 06/08 às 21:48
ASCOM/Divulgação Concurso: aprovados para o cadastro reserva da   da Polícia Civil requisitam direito à nomeação

O concurso público da Polícia Civil do Estado do Tocantins nomeou, no ano passado, delegados, escrivães e peritos aprovados dentre o número de vagas previstas. Porém, a lista de desistências é grande e os aprovados do cadastro de reserva não foram chamados. Com intuito de denunciar tal situação e solicitar providências na Justiça, representantes da comissão do cadastro reserva do concurso da Polícia Civil do Tocantins estiveram nesta sexta-feira, 27, na sede da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) em Palmas. Na ocasião, a comissão foi atendida pela defensora pública Letícia Amorim, coordenadora do Núcleo Aplicado de Defesa das Minorias e Ações Coletivas de Palmas (Nuamac) Palmas.

 

Os membros da comissão pleiteiam a nomeação dos candidatos das vagas não preenchidas, pois têm o direito à nomeação dos candidatos seguintes na lista de classificação. O concurso vencerá em março de 2019 e conta, atualmente, com 43 pessoas na lista do cadastro reserva, que já realizaram o curso de formação, em novembro de 2016. “Fizemos 60 dias do curso de formação e criou uma grande expectativa na gente. O Estado gastou rios de dinheiro para nos capacitar, já se passaram mais de dois anos e não chamaram a gente”, declara Sheila Beniz, membro do cadastro reserva.

 

A DPE-TO já tem ação judicial em curso, que solicita que todos os candidatos aprovados sejam nomeados. Proposta em 2015, a Ação segue na Justiça aguardando julgamento. No mês de junho, a defensora pública Letícia Amorim apresentou Manifestação no processo citando as desistências.

 

No atendimento realizado no Nuamac nesta sexta-feira, 27, a comissão apresentou provas para serem acrescentadas ao processo da DPE-TO já em curso, que revelam que há 25 desistências (pessoas que não tomaram posse ou pediram final de fila), cinco candidatos da última chamada que não tomaram posse, aposentadorias, cerca de 50 técnicos requisitados da Defesa Social e ainda 222 escrivães “adhoc” (servidores nomeados para exercer o cargo de escrivão, mas que não enfrentaram um concurso para tal cargo). “E pelas informações que recebemos, percebemos que há a necessidade de serem chamados muito mais do que esses 43 candidatos, então a gente não entende o porque de não termos sido chamados ainda”, reforça Sheila Beniz.

 

A defensora pública ressaltou que tais informações constam no próprio Portal de Transparência, comprovando a ilegalidade. “Sintam-se abraçados pela Defensoria Pública. Vamos acrescentar tais dados na Manifestação juntamente às demais denúncias dos candidatos e lutar para que as devidas providências sejam tomadas, seja pelo Estado, seja pela Justiça. Se for necessário, iremos até em instâncias maiores na busca por este direito, seja aqui ou em Brasília”, informa a coordenadora do Nuamac Palmas.

 

COMPARTILHE:


Confira também:


TRE-TO

Partidos Políticos têm 30 dias para informar CNJP à Justiça Eleitoral

No Tocantins, conforme informações da Secretaria Judiciária e de Gestão da Informação do TRE-TO, 29 partidos estão em situação irregular por não terem realizado o cadastro de seus diretórios municipais ou regularizado o Código de Natureza junto ao CNPJ

Queda de Braços

Prefeita Cinthia Ribeiro ataca Palácio Araguaia e governo libera servidora para assumir pasta da educação

Mesmo liberando a servidora Cleizenir Divina dos Santos para assumir a educação do município governo não demonstra interesse em participar da gestão Cinthia.



Pedro Afonso

Após recorde de soja, Coapa registra produção histórica no recebimento do milho safrinha

O presidente da Coapa aproveitou para parabenizar a equipe de colaboradores pela dedicação no atendimento aos produtores e por garantir um bom resultado na safra.


Fórum

Banco não dá baixa em alienação fiduciária de veículo, quitado há 3 anos, e terá que indenizar consumidor em R$ 15 mil por danos morais

Em sua defesa, a instituição bancária alegou que a baixa da alienação já havia sido feita, mas o magistrado entendeu que ficou configurado o ato ilícito praticado pelo banco, pois não existem documentos que comprovem essa efetivação


Miracema

Miracaxi mantém tradição e agrada público local e turistas

O evento foi reforçado com segurança particular especializada, detector de metais, câmeras de monitoramento da PM e do município, policiamento militar, civil, força tática e Corpo de Bombeiros.


Hospital de Amor

Ao completar 10 anos, Leilão Pecuária Solidária volta a Palmas: edição deste ano será dia 9 de novembro


Poluição

Aceiros realizados pela Seder no Parque Estadual do Lajeado auxiliam no combate às queimadas


Palmas

Divulgado resultado preliminar dos projetos classificados para concorrerem ao Edital do Itaú Social 2019


Turismo

Taquaruçu merece um olhar especial por parte das gestões públicas


Defensoria

Dados apontam que 81,6% das pessoas atendidas pela Defensoria Pública vivem com até um salário mínimo


Seciju

Ações contra violações de direitos são realizadas em praias do estado



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira