Sunday, 25 de August de 2019

CONCURSOS


Energisa investe em ações de manutenção preventiva para melhorar a prestação de serviços e garantir a segurança

06 Jun 2019    00:35    alterado em 06/06 às 00:35
  Energisa investe em ações de manutenção preventiva para melhorar a prestação de serviços e garantir a segurança

É na zona rural onde está 89% da rede de energia no Tocantins, por isso o trabalho de manutenção do sistema elétrico no Estado tem a maior parte de suas ações realizadas no campo. Respeitando o meio ambiente, a Energisa atua com um plano estratégico voltado para a melhoria do fornecimento de energia e proteger a rede de energia, especialmente, de uma situação comum no Tocantins: a queimada. Além do trabalho constante das equipes de manutenção da distribuidora, a Energisa está junto com outros 25 órgãos e instituições do Tocantins no Comitê do Fogo, uma frente de trabalho que visa prevenir incêndios florestais.

Na desta quarta-feira, 5/6, o Comitê deu início ao plano de ação com o Dia D de prevenção a Queimadas e Incêndios Florestais em Palmas. Nesta ação, 26 equipes formadas por colaboradores e servidores dos órgãos e instituições envolvidos irão percorrer 16 rotas realizando visitas nas propriedades rurais, sensibilizando produtores e moradores da zona rural sobre mecanismos de prevenção como manejo do solo, construção de aceiros, uso legal do fogo (autorização e queima controlada), bem como, de possíveis aplicações da legislação para repressão às atitudes irregulares. A expectativa é visitar no mínimo 400 propriedades.

Depois de Palmas, o Dia D será realizado nos dez municípios com maior índice de queimadas em 2018 (Pium (7/6), Formoso do Araguaia (11/6), Lagoa da Confusão (12/6), Lizarda (18/6), Paranã (25/6), Arraias (26/6, Goiatins (4/7), Mateiros (9/7), Ponte Alta do Tocantins (16/7) e Rio Sono (18/7)). Será realizado também o dia Dia D de forma regionalizada nos sete municípios que possuem Regionais da Defesa Civil Estadual/quartéis do Corpo de Bombeiros Militar (Araguaina, Gurupi, Paraíso, Porto nacional, Colinas, Araguatins e Dianópolis).

Guilherme Damiance, gerente de Operações da Energisa, destaca que a participação da distribuidora no comitê reforça o compromisso da empresa com a segurança da população e com o meio ambiente. “As ações do comitê veem de encontro ao trabalho que já fazemos, que é a manutenção, melhoria das redes e conscientização da população sobre os riscos de causar incêndios próximos às estruturas da rede de energia e subestações. Por isso, não poderíamos ficar de fora.”

Coronel Reginaldo Leandro da Silva, coordenador estadual da Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins, disse que a ação é preventiva, mas também tem como objetivo repreender os crimes ambientais. “Juntas essas instituições têm o papel de informar e alertar a população sobre as consequências do uso incorreto do fogo e para os órgãos competentes fica a responsabilidade de repressão do crime ambiental”, pontuou.

Manutenção
Culturalmente no Estado a população tem o hábito de usar o fogo para livrar-se do lixo e limpar pastos. Além disso, ainda há casos de queimadas criminosas. Por isso, a Energisa tem buscado atuar na prevenção e controle. Narah Rank, engenheira eletricista de Manutenção da Energisa conta que as equipes da concessionária são treinadas para atuarem de forma proativa para garantir a segurança. “Prevenção, manutenção e controle são os pilares da nossa atuação na proteção da rede e de vidas.  Junto com o plano de ação preventivo, usamos várias tecnologias que nos permitem direcionar e tornar a manutenção mais eficiente, como é o caso de inspeção de redes com o uso de drones. Também fazemos uso de helicópteros no caso da transmissão. O nosso papel é evitar ocorrências na rede elétrica, e também, coibir que as queimadas cheguem até elas”, explica.

Só este ano, a Energisa já inspecionou mais de 37 mil estruturas da rede de energia e 6.200 passaram por manutenção. Até o próximo mês de dezembro será realizada a inspeção de 90 mil estruturas e ainda, a manutenção em outras 19 mil. Este trabalho envolve a substituição de postes, cabos, modernização do sistema com a instalação de para-raios, religadores e também o controle de vegetação com poda de árvores e limpeza de faixa. Todos esses cuidados, previnem falta de energia e outras ocorrências com a rede de energia.

Segurança
Delmindo Antonio Mendes e Souza, coordenador de Saúde e Segurança do Trabalho da Energisa, destaca que o mais importante é que a população proteja o meio ambiente, evitando queimadas, principalmente próximas às redes de energia elétrica. “Com este período seco e ventos fortes, o fogo se espalha muito rápido. É muito importante ter atenção redobrada nesse período de estiagem e conscientizar as pessoas sobre a prevenção de queimadas, para evitar acidentes e falta de energia elétrica”, explica.

Próximo às redes de distribuição de energia elétrica, o fogo pode trazer riscos para a segurança da população e também ameaçar o fornecimento de energia. Todas as vezes que o sistema de monitoramento utilizado pela concessionária identifica um foco de queimada próximo à rede, a Energisa desloca suas equipes para acompanhar a ocorrência. “Desligamentos e curtos circuitos causados por queimadas ocorrem quando as chamas se propagam nas proximidades ou sob a rede elétrica. A fumaça e o calor podem interromper o fornecimento de energia. A atitude que preserva, garante a segurança”, explica Narah.

Legislação
O Decreto Federal nº 2.661/98 proíbe o uso do fogo em qualquer tipo de vegetação em um raio de 15 metros dos limites das faixas de segurança das linhas de transmissão e distribuição de energia elétrica, de 100 metros ao redor de subestações e 25 metros ao redor da área de domínio de estações de telecomunicações. Em área urbana a utilização do fogo é proibida e perigosa, porém não impede que as pessoas façam as queimadas constantemente.

Dicas de segurança:
• Evite queimadas em áreas próximas às redes elétricas;
• Procure fazer "aceiros" em cercas para controlar o fogo;
• Respeite a "faixa de servidão" ao realizar o plantio;
• Evite soltar balões. Além de ser proibido por Lei, o balão provoca incêndios;
• Pontas de cigarro acesas, latinhas de metal ou vidro nas matas ou em acostamentos das rodovias são um perigo, por isso evite jogar lixo nestes locais. Muitos incêndios surgem desse ato;
• Ao identificar um foco de incêndio, avise a Guarda Florestal e o Corpo de Bombeiros. Se for às margens de uma rodovia, ou próximo de uma rede elétrica avise também a Energisa;
• Queimadas sem autorização do Naturatins é crime.

Para casos de focos de incêndios próximos às redes elétricas e subestações, entre em contato com a Energisa gratuitamente pelo aplicativo Energisa On, no ícone ‘reportar um problema’, ou ligue para 0800 721 3330.

O jeito certo de agir:
- Só a equipe da Energisa mexe na rede de energia elétrica;
- Vandalismo, jamais;
- Podas só com profissionais;
- Combate a bituca de cigarro e o fogo criminoso perto da rede de energia;
- Limpeza de pastos sem fogo.

Atitude certa, evita:
- Falta de energia;
- Curto circuito que poderia provocar incêndios;
- Acidentes com vítimas.

Canais de atendimento ao cliente:

• Aplicativo para celular Energisa On (disponível para iOS, Android e Windows Phone)

• www.energisa.com.br

• www.facebook.com/energisa

• Agências de atendimento presencial

• Ouvidoria – 0800 646 1196

COMPARTILHE:


Confira também:


Meio Ambiente

Biodiversidade perdida em queimadas na Amazônia levará décadas para se recuperar

Especialistas entrevistados pelo Brasil de Fato avaliam que determinadas espécies podem demorar até mesmo séculos

Tocantins

Quatro estados pedem ajuda das Forças Armadas para combate a incêndios

Os estados de Roraima, Rondônia, Tocantins e Pará pediram ajuda do Executivo federal para combater incêndios florestais.



Educação

Unitins comemora 5 anos de implantação do Campus de Augustinópolis e realiza I Encontro de Egressos da unidade

Reitor entregou um carro para o campus durante o evento e anunciou a entrega de mais de 200 diplomas dos cursos de Direito e Enfermagem


Escândalo

Aprovada convocação de secretário da Administração e do diretor do Plansaúde

São de autoria da deputada Vanda Monteiro (PSL) mais dois requerimentos aprovados. Ela pede a reforma da ponte entre os municípios de Itaguatins e Maurilândia, além de recursos para a construção do campus da Unitins no município de Augustinópolis.


Turismo

Palestras e discussões marcam II Encontro Internacional de Jornalistas em Salvador

A economia criativa no Turismo foi abordada pelo ex-secretário de Turismo da Bahia, presidente do Instituto Pensar, pesquisador e estudioso, Domingos Leonelli.


Cidadania

Cidadania e Justiça apoia a realização da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla


Seu Bolso

TIM lança oferta diferenciada para clientes do Tocantins


PPA

Governador Mauro Carlesse abre sétima consulta pública do PPA


Saúde

Hospital Geral de Palmas opera com menor índice de ocupação da história


Gurupi

Em Gurupi, governador Mauro Carlesse prestigia inauguração de Centro Cultural e exposição sobre ex-governador Siqueira Campos


Campo

Secretaria da Agricultura e parceiros realizam o 3° Tecnifruti no Projeto Manuel Alves



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira