Sunday, 18 de November de 2018

CONCURSOS


Indícios de fraude

Movimento quer anulação do concurso da Polícia Civil

05 Jun 2014

A convite de candidatos ao concurso da Polícia Civil do Tocantins, o vereador professor Júnior Geo (PROS) está apoiando o grupo que está se movimentado para anular o certame.

Na manhã desta quinta-feira, 5, os manifestantes se reuniram em frente ao Fórum, com faixa e cartazes para pressionar a Justiça a anular o concurso. Segundo informações do candidato, Alex Bruno Dutra Mota existe uma série de indícios de fraudes, como a falta de provas para os candidatos ao cargo de delegado dentre outras. “Nosso objetivo é pressionar o judiciário a incluir todos os cargos na anulação do concurso”, afirma.

Já a candidata a uma vaga de escrivã, Iracy Baroso da Silva Morais disse que a inscrição dela estava em outro CPF e após 10 dias de tentativa para corrigir o erro, a empresa liberou para ela fazer a prova, apresentado seu RG. “Eu ainda fui questionada se o CPF não era do meu pai, namorado e outros. Essa empresa passa credibilidade? È claro que existe indícios de fraudes”, acusa Iracy.

Como professor de cursinhos preparatórios, o vereador Júnior Geo disse que não pode se furtar em apoiar o grupo, formado por 80% de seus alunos e protestou contra a empresa Aroeira, escolhida para realizar o concurso. “O que nós queremos é lisura e seriedade no processo”, cobrou Geo.

Depois da manifestação em frente ao Fórum de Palmas, os candidatos foram para a Assembleia Legislativa, onde conversaram com o deputado Sargento Aragão.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

9

PARABÉNS!
PARABÉNS!

10

BOM
BOM

8

AMEI!
AMEI!

9

KKKK
KKKK

10

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

5

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

6

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Saúde

Médicos formados no exterior tentam validar diploma no Brasil

No último dia 14, o governo de Cuba informou que deixará de fazer parte do programa Mais Médicos.

Tocantins

ATM diz que há enorme preocupação diante da saída dos médicos cubanos

De acordo com a Organização Panamericana da Saúde (OPAS), atualmente são 8.500 médicos cubanos atuando na Estratégia Saúde da Família e na Saúde Indígena no Brasil.




  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira