Wednesday, 19 de September de 2018

Wednesday, 19 de September de 2018

CONCURSOS


Justiça

MPE apresenta recurso para a posse imediata dos candidatos aprovados em concursos públicos de Gurupi

25 Apr 2018    12:58

O Ministério Público Estadual (MPE) ingressou com recurso perante o Tribunal de Justiça, na segunda-feira, 23, pedindo a revisão de uma decisão da Vara da Fazenda Pública de Gurupi que negou liminar que obrigaria o município de Gurupi a promover a nomeação e posse imediata dos candidatos aprovados nos concursos públicos para o Quadro Geral, Saúde e Procuradoria do Município. 

No recurso, o Promotor de Justiça Roberto Freitas Garcia sustenta que os próprios editais dos certames determinam, expressamente, que todas as vagas devem ser providas em caráter imediato. O representante do MPE considera que, ao expressar essa condição nos editais que regem os concursos, a administração fez a opção pela não aplicação do dispositivo legal que estabelece como prazo para convocação dos aprovados o período de vigência do certame. 

O Promotor de Justiça sustenta ainda que os cargos que são de direito dos candidatos aprovados nos concursos públicos encontram-se preenchidos por servidores temporários contratados ilegalmente. Tais contratos temporários não estão fundamentados em situações de excepcional interesse público e destinam-se ao exercício de atividades corriqueiras da administração pública, fatos que contrariam a Constituição Federal.

Na Ação Civil Pública em que consta o pedido de liminar, o Ministério Público requer a imediata convocação de todos os candidatos aprovados para tomarem posse, acompanhada da rescisão dos contratos temporários ilegais. 

Os resultados dos certames foram homologados e publicados no Diário Oficial do Estado entre outubro de 2017 e fevereiro de 2018. Porém, com exceção do concurso público para a Secretaria Municipal de Educação, cujas vagas previstas em edital já foram preenchidas, “os aprovados estão sendo nomeados a conta-gotas”, comentou o Promotor de Justiça.

Ainda é ressaltado no recurso que há muito tempo o Município de Gurupi vem praticando as contratações ilegais de servidores, bem como que houve resistência por parte da administração pública em realizar os concursos.

Segundo é relatado, para que os certames viessem a ocorrer, foi necessário que o Ministério Público atuasse na esfera extrajudicial expedindo recomendações, firmando Termo de Ajustamento de Conduta e também realizando audiência com o prefeito de Gurupi. Em decorrência, os editais foram lançados em 2016.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

40

PARABÉNS!
PARABÉNS!

49

BOM
BOM

42

AMEI!
AMEI!

37

KKKK
KKKK

39

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

25

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

44

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

MPE Gurupi Concursos

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:

Inscrições reabertas
TCU oferece 120 vagas
Formação de Sargento
Exército oferece 1.250 vagas

Radioterapia

Estado começa instalação da máquina de radioterapia de Araguaína

Após a instalação, o Estado solicitará vistoria da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) para liberação do serviço.

Declaração Polêmica

Kátia Abreu comenta declaração polêmica de vice de Bolsonaro

“De onde saiu esse homem meu Deus do céu. Criei 3 filhos sozinha como milhares de mulheres de mulheres no Brasil”, indaga Kátia.



Trânsito

Número de vítimas fatais reduz em 20% comparado a 2015

Em Palmas, a proporção de veículo é de 0,62 para cada habitante.


Propagando Irregular

A Justiça Eleitoral suspendeu nesta terça-feira, 18, mais uma propaganda irregular do candidato Carlos Amastha (PSB). De novo, o ex-prefeito de Palmas “invadiu” o horário eleitoral

Esta é a quinta vez, nestas eleições, que a Justiça Eleitoral suspende propaganda irregular de Amastha, a segunda por “invasão” do tempo de TV destinado aos candidatos a deputado estadual de sua coligação.


Carlesse

Amastha tenta confundir população mostrando caso da gestão de Marcelo Miranda em seu programa

No programa eleitoral, Amastha utiliza o depoimento da mãe da criança, Fabiana Evangelista Ferreira, para jogar a culpa do ocorrido no recém-eleito Governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PHS), que na época do ocorrido era deputado estadual.


Campanha

No desespero, Amastha usa hospitais municipais para criticar Carlesse e tem propaganda suspensa pela Justiça


Irrigação

Carlesse fortalece projetos de irrigação São João e Manuel Alves com investimentos de mais de R$ 12 milhões


Educação

Bernadete é a segunda candidata ao governo do Tocantins a firmar compromisso com a educação


Jalapão

Carlesse garante que vai melhorar qualidade de vida no Jalapão com infraestrutura e fortalecimento da cultura e do turismo


Ponto de vista

O necessário tempo para as relações


Consumidor

Núcleo do Procon de Paraíso do Tocantins é aberto com estrutura moderna



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira