Friday, 21 de September de 2018

Friday, 21 de September de 2018

CONCURSOS


MPE

MPE cobra nomeação de aprovados em concurso público do Município de Colméia

22 Jul 2016

João Lino Cavalcante
 
O Ministério Público Estadual (MPE) ajuizou, na última terça-feira, 19, uma Ação Civil Pública em que requer a concessão de liminar determinando ao Município de Colméia que nomeie os classificados no cadastro de reserva do Concurso Público nº 001/2014, em substituição aos servidores contratados temporariamente para os mesmos cargos.
 
Ainda no pedido liminar, o MPE requer que o Município seja obrigado a cumprir a decisão, quando ela vier a ser proferida, em um prazo de 10 dias, sob pena de multa diária de R$ 10 mil, além de se abster de realizar novas contratações temporárias.
 
O Promotor de Justiça Guilherme Cintra Deleuse conta que o concurso público para o Quadro Geral de servidores da Prefeitura de Colméia teve seu resultado homologado em julho de 2015, sendo os aprovados no número de vagas logo empossados. Porém, diante da necessidade de mais servidores para atender às demandas da Prefeitura, o chefe do Poder Executivo realizou diversas contratações temporárias para os mesmos cargos previstos no certame, desconsiderando o cadastro de reserva do concurso e os demais candidatos classificados.
 
O membro do Ministério Público considerou as referidas contratações temporárias como "uma grave violação aos princípios administrativos e um desrespeito à regra constitucional do concurso público".
 
Guilherme Deleuse cita que o Município, por exemplo, conta com um quadro de 12 motoristas, sendo apenas cinco concursados e os sete demais contratados, apesar de haver lista de cadastro de reserva no concurso público vigente.
 
No mérito da Ação Civil Pública, o MPE requer, ainda, que o Município de Colméia rescinda o vínculo de todas as pessoas contratadas temporariamente, em desacordo com a Constituição Federal.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

11

PARABÉNS!
PARABÉNS!

10

BOM
BOM

10

AMEI!
AMEI!

9

KKKK
KKKK

10

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

5

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

7

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Saúde

MPE obtém decisão judicial acerca de acúmulo de lixo no Hospital Regional de Araguaína

Segundo a Promotora de Justiça Araína Cesárea Ferreira Santos D’Alessandro, manter o ambiente hospitalar limpo e livre de contaminação de qualquer espécie é uma obrigação do Estado


  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira