Friday, 14 de December de 2018

CONCURSOS


Feminicídio

Palestra sobre ações de combate ao feminicídio é realizada no Colégio São José em comemoração ao dia do voluntário

28 Aug 2018    16:41
Divulgação Palestra sobre ações de combate ao feminicídio é realizada no Colégio São José em comemoração ao dia do voluntário

Com o objetivo de comemorar o Dia Nacional do Voluntário, estudantes que participaram de projetos custeados pela embaixada dos Estados Unidos da América (EUA), conhecidos como Aluminis, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), realizaram nesta terça-feira, 28 de agosto, no Colégio Estadual São José, ações voltadas para o combate ao feminicídio. Além dos estudantes da escola, alunos de outras unidades estaduais participaram da programação.

Júlio César Rocha, gerente de Programas e Projetos da Seduc, explicou que os voluntários são aquelas pessoas que ajudam na construção de uma sociedade melhor. “Esta temática foi apresentada pelos estudantes que participaram do projeto Jovem Embaixador. Eles trouxeram a sugestão e fizemos dela uma iniciativa. Atualmente, o voluntariado faz parte de um módulo do curso voltado aos representantes dos grêmios estudantis, além de ações pontuais que serão desenvolvidas nas escolas”, explicou.

José Antônio da Gama, diretor do Colégio São José, reforçou que o protagonismo juvenil e o empoderamento são temas trabalhados na unidade por meio de ações pedagógicas. “O voluntariado é uma proposta que estamos aderindo na escola para trabalhar com os alunos. Parcerias com instituições públicas e privadas são fundamentais para o desenvolvimento destas ações”, disse.

A coordenadora acadêmica da Universidade do Norte do Paraná (Unopar), Aurleides de Souza Freitas, que participou do evento, evidenciou que a instituição oferta mais 20 cursos de ensino superior, e que o objetivo é trabalhar com os acadêmicos, ações de voluntariado, de acordo com as áreas de estudo.

Palestra

Com pós-doutoramento em Estudo sobre Mulheres – Gênero, Sociedade e Cultura, a professora GleysIally Ramos, da Universidade Federal do Tocantins (UFT), palestrou sobre a mulher na sociedade. A docente abordou a violência contra as mulheres, à importância da conscientização dos homens, o machismo, a culpabilização à vítima e o papel da educação como ferramenta transformadora.

GleysIally lembrou que a solidariedade é fundamental para a erradicação da violência contra a mulher. “Não é preciso acontecer conosco para termos empatia, nos colocarmos no lugar da colega. Nós mulheres precisamos nos unir, e os homens são fundamentais neste processo de desconstrução de conceitos”, salientou.

 

“No Tocantins, o primeiro semestre de 2018 já ultrapassou os índices de ocorrências registradas de violência contra a mulher em 2017”, destacou a docente que abordou alguns casos de feminicídio ocorridos no Estado.

Os acadêmicos da UFT, Paola de Oliveira e Vasni Queiroz relataram a problematização do feminicídio durante uma peça teatral. O Jovem embaixador de 2017, Guilherme Gandara, que participou da organização do evento destacou que o objetivo dos Alumins é incentivar a ajuda ao próximo independente da forma em que ocorra. “Buscamos debater assuntos importantes com a sociedade e incentivar os estudantes ao voluntariado. Este ano, com foco no empoderamento feminino, dando espaço para as mulheres falarem sobre dados da violência no Brasil e conscientizar a todos”.

Loiane Ribeiro, estudante da 3ª série do CEM Castro Alves, participou da apresentação da música Tô na Luta, da cantora KarolConka. A aluna evidenciou o trecho da música que cita: “Eu tô na luta, sou mulher posso ser o que eu quiser”.

A estudante Adeliane de Oliveira disse que a palestra foi muito instrutiva. “A palestrante trouxe dados que nem todos conhecem, e é importante ficarmos atentos à violência contra a mulher e principalmente ações que indicam o feminicídio”, concluiu.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

22

PARABÉNS!
PARABÉNS!

21

BOM
BOM

21

AMEI!
AMEI!

19

KKKK
KKKK

20

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

15

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

15

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

feminicídio palestra tocantins

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


CPPA

Mesmo com situação levada à Justiça, esgoto a céu aberto continua na CPPA

MPE/TO e Prefeitura também judicializaram o caso, mas o problema continua na Casa de Prisão Provisória

Sindicância

Estado abre sindicância para apurar situação de servidores na Secretaria de Governo

De 18 de dezembro a 28 de fevereiro de 2019, terá início o recadastramento de todos os servidores do Poder Executivo




  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira