Tuesday, 19 de February de 2019

CONCURSOS


Feminicídio

Palestra sobre ações de combate ao feminicídio é realizada no Colégio São José em comemoração ao dia do voluntário

28 Aug 2018    16:41
Divulgação Palestra sobre ações de combate ao feminicídio é realizada no Colégio São José em comemoração ao dia do voluntário

Com o objetivo de comemorar o Dia Nacional do Voluntário, estudantes que participaram de projetos custeados pela embaixada dos Estados Unidos da América (EUA), conhecidos como Aluminis, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), realizaram nesta terça-feira, 28 de agosto, no Colégio Estadual São José, ações voltadas para o combate ao feminicídio. Além dos estudantes da escola, alunos de outras unidades estaduais participaram da programação.

Júlio César Rocha, gerente de Programas e Projetos da Seduc, explicou que os voluntários são aquelas pessoas que ajudam na construção de uma sociedade melhor. “Esta temática foi apresentada pelos estudantes que participaram do projeto Jovem Embaixador. Eles trouxeram a sugestão e fizemos dela uma iniciativa. Atualmente, o voluntariado faz parte de um módulo do curso voltado aos representantes dos grêmios estudantis, além de ações pontuais que serão desenvolvidas nas escolas”, explicou.

José Antônio da Gama, diretor do Colégio São José, reforçou que o protagonismo juvenil e o empoderamento são temas trabalhados na unidade por meio de ações pedagógicas. “O voluntariado é uma proposta que estamos aderindo na escola para trabalhar com os alunos. Parcerias com instituições públicas e privadas são fundamentais para o desenvolvimento destas ações”, disse.

A coordenadora acadêmica da Universidade do Norte do Paraná (Unopar), Aurleides de Souza Freitas, que participou do evento, evidenciou que a instituição oferta mais 20 cursos de ensino superior, e que o objetivo é trabalhar com os acadêmicos, ações de voluntariado, de acordo com as áreas de estudo.

Palestra

Com pós-doutoramento em Estudo sobre Mulheres – Gênero, Sociedade e Cultura, a professora GleysIally Ramos, da Universidade Federal do Tocantins (UFT), palestrou sobre a mulher na sociedade. A docente abordou a violência contra as mulheres, à importância da conscientização dos homens, o machismo, a culpabilização à vítima e o papel da educação como ferramenta transformadora.

GleysIally lembrou que a solidariedade é fundamental para a erradicação da violência contra a mulher. “Não é preciso acontecer conosco para termos empatia, nos colocarmos no lugar da colega. Nós mulheres precisamos nos unir, e os homens são fundamentais neste processo de desconstrução de conceitos”, salientou.

 

“No Tocantins, o primeiro semestre de 2018 já ultrapassou os índices de ocorrências registradas de violência contra a mulher em 2017”, destacou a docente que abordou alguns casos de feminicídio ocorridos no Estado.

Os acadêmicos da UFT, Paola de Oliveira e Vasni Queiroz relataram a problematização do feminicídio durante uma peça teatral. O Jovem embaixador de 2017, Guilherme Gandara, que participou da organização do evento destacou que o objetivo dos Alumins é incentivar a ajuda ao próximo independente da forma em que ocorra. “Buscamos debater assuntos importantes com a sociedade e incentivar os estudantes ao voluntariado. Este ano, com foco no empoderamento feminino, dando espaço para as mulheres falarem sobre dados da violência no Brasil e conscientizar a todos”.

Loiane Ribeiro, estudante da 3ª série do CEM Castro Alves, participou da apresentação da música Tô na Luta, da cantora KarolConka. A aluna evidenciou o trecho da música que cita: “Eu tô na luta, sou mulher posso ser o que eu quiser”.

A estudante Adeliane de Oliveira disse que a palestra foi muito instrutiva. “A palestrante trouxe dados que nem todos conhecem, e é importante ficarmos atentos à violência contra a mulher e principalmente ações que indicam o feminicídio”, concluiu.

COMPARTILHE:


Confira também:


Operação Fantoche

PF prende presidente da CNI, Robson Andrade

Investigação mira convênios de unidades do Sistema S

Exonerações Suspensas

Justiça atende DPE e MPE e suspende ato do governo que exonerou profissionais da saúde

Efeitos do ato declaratório nº 01/2019 estão suspensos. Defensoria Pública e MPE expuseram na ação civil pública que o Ato ainda gera graves consequências na desassistência da saúde pública.



Contratos Temporários

Prefeitura de Palmas abre edital para contratação de 34 servidores temporários

O processo seletivo simplificado será composto por três etapas de caráter eliminatório e classificatório, sendo análise curricular, comprovação de experiência profissional, avaliação de títulos e entrevista.


Ponte de Porto

Defensoria e OAB vão integrar comissão que trata sobre interdição da ponte de Porto Nacional

Audiência, realizada na sexta-feira, 15, debateu os principais impactos gerados com a interdição


Ocorrência

Polícia Civil apreende 30 kg de maconha e prende traficante no Sul do Estado

As investigações da Polícia Civil constataram que Hailton trazia, do Estado de Goiás, grandes quantidades de entorpecentes para Gurupi e região, e que, nessa madrugada, outra remessa chegaria ao Tocantins.


Meio Ambiente

Municípios têm apenas 30 dias para protocolar processo do ICMS Ecológico no Naturatins


Diálogo

Secretários apresentam plano de reestruturação à instituições dos diferentes poderes do Estado


Itelvino Pisoni

Sistema Fecomércio Tocantins realiza visita a Prefeita Cinthia Ribeiro


Tocantins

Dispara número de casos prováveis de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti


HGP

Defensoria emite recomendação para Sesau por desassistência na oferta de cirurgias cardiológicas em Palmas


Adapec

Produtor rural pode emitir Guia de Trânsito Animal de qualquer localidade



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira