Friday, 14 de December de 2018

CONCURSOS


NAC

Recomendação da DPE-TO pede retificação no Edital do Concurso da Defesa Social

05 Mar 2015

O NAC – Núcleo de Ações Coletivas da DPE-TO - Defensoria Pública do
Tocantins, após ser procurado por vários candidatos deficientes que
participarão do concurso público da Secretaria de Proteção e Defesa Social,
protocolou na Secretaria de Administração do Tocantins a Recomendação nº
03/2015 – PROPAC nº 02/2015 para que seja promovida a retificação do subitem
10.2 do Edital 04/001 de 15 de outubro de 2014 no qual se estabelece aos
candidatos com deficiências a participação no teste de aptidão física em
igualdade de condições com os demais candidatos, realizando os mesmos
exercícios e quantidade de repetições e distâncias sem observar as
especificidades de cada grupo, ferindo assim o princípio da Isonomia, à
Convenção de Nova Iorque e ao artigo 39, inciso III, do Decreto Federal nº
3.298/1999, que dispõe sobre a Política Nacional para a Integração da Pessoa
Portadora de Deficiência.

A recomendação se baseia no entendimento do STF - Supremo Tribunal Federal,
de que adotando os mesmos critérios aplicáveis aos candidatos não
deficientes, para os portadores de deficiência, eles serão excluídos
naturalmente do processo e pode deixar a entender que as atribuições
inerentes aos cargos de natureza policial e penitenciária não podem ser
desempenhadas por essas pessoas, contrariando inclusive o ordenamento
jurídico. E para garantir a participação democrática e justa foi feita a
Recomendação com o objetivo de reparar as irregularidades.

Desta forma, a DPE-TO, recomenda à SECAD/TO que: – Viabilize a Adaptação de
todas as etapas, incluindo-se (teste de aptidão física, avaliação de saúde e
curso de formação profissional) do Concurso Público destinado ao provimento
de vagas e cargo do quadro da Defesa Social e Segurança Penitenciária do
Estado do Tocantins/TO, conforme a deficiência de cada candidato que
concorre às vagas reservadas para pessoas com deficiência; Que exclua de
todas as etapas, inclusive avaliação de saúde e exame de capacidade física,
quaisquer avaliações ou exames que impliquem em eliminação ou reprovação, em
razão da deficiência, de candidatos (as) que concorram às vagas reservadas
para pessoas com deficiência; Assegure ao candidato aprovado em vaga
destinada aos portadores de deficiência física que o exame da
compatibilidade no desempenho das atribuições do cargo seja realizado por
equipe multiprofissional, apenas durante o estágio probatório, conforme
inteligência do art. 43, parágrafo 2º, do Decreto Federal n. 3.298/99, que
vem regulamentar a Lei n. 7.853/89 e instituir a Política Nacional para a
Integração da Pessoa Portadora de Deficiência.

Por fim, a DPE/TO requer, na hipótese da recomendação não ser atendida, que
sejam encaminhados os fundamentos da negativa no prazo impreterível de
05 (cinco) dias, a contar do seu recebimento, tendo em relevo que o Teste de
Aptidão Física, de caráter eliminatório, está agendado para ocorrer no
período compreendido entre os dias 14 a 18/03/2015, conforme consignado no
Edital Nº 004/010-2014.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

10

PARABÉNS!
PARABÉNS!

10

BOM
BOM

6

AMEI!
AMEI!

10

KKKK
KKKK

10

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

5

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

7

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Presidente ATM

Prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano é reeleito presidente da Associação Tocantinense de Municípios

Mariano comandará novamente entidade para o biênio 2019/2020

Focco

Presidente da Fendepol vem à Palmas em apoio aos Delegados do Tocantins

Rodolfo Laterza comparecerá ao Fórum Tocantinense de Combate à Corrupção em apoio à categoria


Serviço

Tocantins participa do Seminário Internacional sobre a Empregabilidade da Pessoa com Deficiência

O objetivo do seminário é compartilhar e debater as questões relativas às políticas públicas empreendidas pela comunidade internacional


Base Aérea

Governador Mauro Carlesse assina protocolo para instalar Base Aérea no Tocantins

O protocolo de compromisso terá a vigência de dois anos a partir de sua assinatura, podendo ser prorrogado por meio de um Termo Aditivo, desde que haja concordância das partes.


Fundos de Pensão

Avança projeto de Kátia Abreu que combate fraudes em fundos de pensão de servidores


Interior

População de Taguatinga é beneficiada com melhorias nos serviços de distribuição de água


Tapioca Cine

Produtora tocantinense ganha espaço no mercado internacional


Meio Ambiente

Justiça determina devolução de papagaio a moradora de Palmas, após multa e apreensão do Ibama


Educação

Educação e Unitins prorrogam prazo para professores se inscreverem em pós-graduação


AEM

Radares da BR-153 são fiscalizados pela Agência de Metrologia



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira