Tuesday, 19 de February de 2019

CONCURSOS


Ruraltins

Ruraltins tem experiência de assistência técnica e extensão rural vencedora em concurso nacional

30 Nov 2015

O Projeto Meliponicultura e a Prática de Enxertia, desenvolvido pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), foi umas das experiências positivas voltadas para a agricultura familiar vencedora do concurso nacional de Boas Práticas em Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), lançado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). 

O concurso teve como objetivo identificar, sistematizar e compartilhar as boas práticas, com contribuição comprovada na ação de ATER e na implementação de políticas públicas, voltadas para o desenvolvimento rural sustentável.

 

A experiência classificada é desenvolvida na chácara Canto Alegre, município de Wanderlândia, a 417 km de Palmas, pelo técnico agrícola e extensionista rural do Ruraltins em Araguaína, Wandro Cruz, e tem como proposta a sustentabilidade e geração de renda.  

 

De acordo com Wandro Cruz, para a implantação do projeto foi realizado um diagnóstico inicial na propriedade para conhecer as potencialidades agrícolas do local e o perfil do proprietário, o produtor Divino Hipólito. "Com as informações do agricultor construímos um projeto de trabalho com atividades produtivas, possíveis de serem exercidas na propriedade, tendo como base o extrativismo de frutas do cerrado e a criação racional de abelhas sem ferrão", disse o técnico.

 

Ainda segundo Wandro Cruz, o Ruraltins acompanha o desenvolvimento do agricultor há quatro anos e para o sucesso da experiência o órgão promoveu capacitações, orientações sobre as técnicas de manejo de criação das abelhas, produção e comercialização do mel. Hoje o agricultor conta com um meliponário com 35 caixas de abelhas sem ferrão. "O concurso deu a oportunidade de mostrar que é possível inovar e desenvolver projetos pioneiros", finaliza Wandro Cruz.

 

A agricultora e esposa do seu Divino Hipólito, Josilda Benício da Silva, afirma que o sucesso do projeto se deve ao incentivo do Ruraltins que acreditou e mostrou a possibilidade de produzir mel na propriedade. "Se não fosse a insistência do técnico Wandro em nos fazer perceber que era possível desenvolver esse projeto não teríamos o que temos hoje, pois nem eu e nem meu marido acreditávamos nesse negócio de abelha sem ferrão, hoje vemos os resultados, e o melhor, já estamos tirando uma renda extra com o mel produzido", avaliou.

 

Ao saber que sua propriedade foi selecionada e vai fazer parte do Caderno de Boas Práticas em Ater, além de ser conhecida no Brasil inteiro, a agricultora expressou que está muito feliz e agradecida ao Ruraltins.

 

Seminário de Ater

 

O agricultor e o técnico, que acompanha o desenvolvimento da experiência vencedora, participarão do Seminário Nacional de Boas Práticas de Ater, que será realizado no período de 1 a 3 de dezembro, em Brasília. Na oportunidade o projeto receberá o certificado de Boas Práticas, apoio do MDA para divulgação, compartilhamento e aplicação na assistência técnica e extensão rural, e comporá o Caderno "Boas Práticas de Ater na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária", edição 2015.  

 

Meliponicultura

 

A Meliponicultura é assim como a Apicultura o nome dado à atividade de criação racional de abelhas, a única diferença está na espécie.

 

No caso da Meliponicultura são criadas abelhas sem ferrão, nativas do Brasil e no caso da Apicultura são criadas abelhas com ferrão africanas, introduzidas no Brasil no período colonial.

 

As abelhas sem ferrão são nativas da região, visitam principalmente a flora nativa, ajudando na polinização e equilíbrio do meio ambiente onde estão inseridas.

 

A capacidade de produtividade das abelhas sem ferrão varia de 1 a 4 litros por ano dependendo da espécie e da flora disponível. O mel dessas abelhas tem um alto valor agregado, chegando até R$ 100/litro. 

COMPARTILHE:


Confira também:


Operação Fantoche

PF prende presidente da CNI, Robson Andrade

Investigação mira convênios de unidades do Sistema S

Exonerações Suspensas

Justiça atende DPE e MPE e suspende ato do governo que exonerou profissionais da saúde

Efeitos do ato declaratório nº 01/2019 estão suspensos. Defensoria Pública e MPE expuseram na ação civil pública que o Ato ainda gera graves consequências na desassistência da saúde pública.



Contratos Temporários

Prefeitura de Palmas abre edital para contratação de 34 servidores temporários

O processo seletivo simplificado será composto por três etapas de caráter eliminatório e classificatório, sendo análise curricular, comprovação de experiência profissional, avaliação de títulos e entrevista.


Ponte de Porto

Defensoria e OAB vão integrar comissão que trata sobre interdição da ponte de Porto Nacional

Audiência, realizada na sexta-feira, 15, debateu os principais impactos gerados com a interdição


Ocorrência

Polícia Civil apreende 30 kg de maconha e prende traficante no Sul do Estado

As investigações da Polícia Civil constataram que Hailton trazia, do Estado de Goiás, grandes quantidades de entorpecentes para Gurupi e região, e que, nessa madrugada, outra remessa chegaria ao Tocantins.


Meio Ambiente

Municípios têm apenas 30 dias para protocolar processo do ICMS Ecológico no Naturatins


Diálogo

Secretários apresentam plano de reestruturação à instituições dos diferentes poderes do Estado


Itelvino Pisoni

Sistema Fecomércio Tocantins realiza visita a Prefeita Cinthia Ribeiro


Tocantins

Dispara número de casos prováveis de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti


HGP

Defensoria emite recomendação para Sesau por desassistência na oferta de cirurgias cardiológicas em Palmas


Adapec

Produtor rural pode emitir Guia de Trânsito Animal de qualquer localidade



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira