Tuesday, 11 de December de 2018

CONCURSOS


World Heart Federation

Tabaco é responsável por mais de uma a cada dez mortes causadas por doenças cardiovasculares

29 May 2018    11:49    alterado em 29/05 às 11:49

O Dia Mundial sem Tabaco em 31 de maio é uma iniciativa da Organização Mundial da Saúde. Este ano, terá como foco o aumento da conscientização sobre a relação entre fumo e doenças cardiovasculares. O fumo está associado a cerca de 7 milhões de mortes em todo o mundo a cada ano, diretamente relacionadas ao consumo do tabaco e à exposição indireta a ele.
 
Fumar prejudica os vasos sanguíneos e aumenta a espessura do sangue. Eleva a frequência cardíaca e a pressão arterial e substitui o oxigênio, tornando-se um importante fator de risco no desenvolvimento de doença coronariana, acidente vascular cerebral e doença vascular periférica. Além disso, é a segunda causa mais prevalente de doenças cardiovasculares depois da hipertensão arterial. Tendo em vista que as doenças cardiovasculares constituem a principal causa de mortes no mundo, a World Heart Federation (WHF) acolhe essa iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Apesar de o público em geral estar familiarizado com o impacto do fumo na saúde, a OMS destaca o fato de ele raramente ser levado em consideração como uma das principais causas de doenças cardiovasculares. De acordo com o presidente da WHF, o professor David Wood, o consumo do tabaco constitui o principal risco evitável para a saúde cardiovascular. "Por isso, é um dever nosso ajudar os pacientes com doenças cardíacas a pararem de fumar", explica. "O mesmo vale para os pacientes com alto risco de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral. Fazendo isso, podemos ajudar todos os nossos pacientes a reduzirem os riscos. Porém, o mais importante é que precisamos elevar a conscientização e informar o público em geral sobre como o fumo afeta o coração e, fundamentalmente, sobre a importância de impedir que crianças e jovens comecem a fumar."

Quase 80% do número total de 1 bilhão de fumantes em todo o mundo vive em países de renda média e baixa, onde o ônus de doenças e mortes associadas ao fumo é muito maior. Com isso em mente, a WHF, por meio de sua política intitulada "Porque cada batimento cardíaco é importante", está promovendo uma pauta de maior acesso à assistência médica e também à prevenção, ao controle e ao gerenciamento de doenças cardiovasculares para todos, independentemente da situação ou da circunstância, com o objetivo de ampliar e melhorar a qualidade de vida.

"Acreditamos firmemente na necessidade de destacar continuamente os riscos do fumo à saúde dos nossos corações e da circulação", acrescenta o professor Wood. "Ao reunirmos profissionais da saúde, governos, instituições, o segmento e o público em geral em torno de uma causa em comum, podemos continuar educando sobre os perigos do fumo e de estilos de vida pouco saudáveis e promovendo a necessidade do acesso universal à assistência médica." Para auxiliar nessa educação, a WHF lançará em breve dois folhetos informativos sobre parar de fumar: um para o público em geral e outro para profissionais.

No dia 29 de setembro, a WHF comemorará o Dia Mundial do Coração com o objetivo de elevar a conscientização sobre a importância da boa saúde cardiovascular. Uma das suas mensagens principais trata dos benefícios imediatos e de longo prazo para a saúde quando se para de fumar:

•    Em apenas 20 minutos, a pressão arterial e a frequência cardíaca diminuem.
•    Doze horas depois de parar de fumar, os níveis de monóxido de carbono no sangue caem e retornam a valores normais.
•    Entre duas e 12 semanas, a circulação e a função pulmonar terão aumentado.
•    Ao longo dos primeiros nove meses, diminuem a tosse e a falta de ar.
•    Um ano depois de parar de fumar, o risco de contrair uma doença coronariana é aproximadamente metade do de um fumante.
•    Entre cinco e 15 anos após parar de fumar, o risco de sofrer um acidente vascular cerebral cai para o mesmo de um não fumante.
•    Quinze anos depois de parar de fumar, o risco de sofrer de uma doença coronariana equivale ao de um não fumante.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

31

PARABÉNS!
PARABÉNS!

31

BOM
BOM

35

AMEI!
AMEI!

37

KKKK
KKKK

30

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

25

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

27

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Saúde Mundo Tabaco OMS

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Política

Em diplomação, Bolsonaro pede confiança daqueles que não votaram nele

Presidente eleito diz que voto popular é "compromisso inquebrantável"

Rio dos Bois

Vice-governador Wanderlei Barbosa participa de solenidade de entrega de obras no interior do Tocantins

Durante a cerimônia, foi inaugurado no Setor Ayrton Senna, uma Feira Coberta, urbanização e área de lazer, quadra de futebol e vôlei de areia, bueiro duplo na Fazenda Britânia, mata-burros e entrega de veículos.



Abuso

Polícia e MP de Goiás vão apurar denúncias contra médium João de Deus

O escândalo envolvendo João de Deus veio à tona na última sexta-feira (7), quando o programa Conversa com Bial, da TV Globo, veiculou o relato de várias mulheres que afirmam terem sido vítimas do médium.


Educação

MEC libera R$ 5,7 milhões para instituições federais vinculadas no estado do Tocantins

Com o repasse desta semana, o MEC mantém em 100% a liberação de recursos financeiros das despesas liquidadas de obras, equipamentos, serviços e outras despesas de funcionamento.


Reconhecimento

Projetos de promotores que ajudaram a transformar a realidade social são premiados pelo MPE

O Procurador-Geral de Justiça, José Omar de Almeida Júnior, destacou que os projetos premiados não demandaram recursos adicionais da instituição


Tocantins

Atendimentos em saúde nas próprias unidades penais geram vantagens para os municípios e para o Sispen


Imbróglio

Acionistas da Agência de Fomento ajuízam ação e impedimento do presidente e de diretor da Agência


Serviço

Semana Estadual de Direitos Humanos será realizada de Norte a Sul do Tocantins


Solidariedade

Campanha de Natal da Seduc promove solidariedade e integração dos servidores


AEM-TO

Metrologia Estadual verifica radares na região norte do Tocantins


Anulação de Exonerações

MPE ajuíza ação para anular exonerações de delegados regionais e de servidoras da delegacia de combate à corrupção



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira