Monday, 24 de September de 2018

Monday, 24 de September de 2018

CONCURSOS


Serviço

Vencedores do Prêmio Petrobras de Jornalismo recebem troféus no Rio de Janeiro

02 Jul 2015

A Petrobras entregou na noite desta terça-feira (30/6) os 35 troféus aos vencedores da segunda edição do Prêmio Petrobras de Jornalismo. A cerimônia, realizada na Sala Cecília Meirelles, no Centro do Rio de Janeiro, premiou 17 trabalhos na categoria nacional e 17 na categoria regional, com valores entre R$ 7.600 e R$ 18.250. A principal vencedora da noite foi a jornalista pernambucana Fabiana Moraes, do Jornal do Commercio, de Pernambuco. Ela levou o Grande Prêmio Petrobras, no valor de R$ 31.800, com a série de reportagens "Especial Casa-Grande & Senzala", produzida em parceria com Diogo Guedes e Bruno Albertim. Ao todo, 1.104 trabalhos, de todas as regiões do país, foram inscritos. A jornalista Beatriz Thielmann, que faleceu em março deste ano, foi homenageada na cerimônia. Beatriz conduziu a cerimônia ao lado de Sidney Rezende em 2013. Este ano, George Vidor apresentou a premiação.  

A matéria vencedora trata do cotidiano de jovens que, desde a infância, sofrem com a exploração sexual, tendo como gancho a mais conhecida obra de Gilberto Freyre: Casa-Grande & Senzala, que completou 80 anos. A série resultou  em mudanças na gestão da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco. Fabiana dedicou o prêmio às protagonistas da reportagem. "Acredito no papel do jornalismo na defesa dos vulneráveis, e na construção de um país com mais equidade social no futuro", revelou a jornalista. 

O diretor financeiro e de Relações com Investidores da Petrobras, Ivan Monteiro, representou o presidente Aldemir Bendine, e entregou o prêmio principal. Em nome da diretoria e dos funcionários da companhia, Monteiro ressaltou a importância do trabalho realizado pela imprensa. Também participaram do evento representantes de entidades ligadas ao jornalismo, como Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos (Arforc), da Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira no Brasil e do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro.

Pela primeira vez a premiação foi dada também a uma reportagem internacional. A equipe da TV alemã ZDF, representada por Andreas Wunn, foi a vencedora com a reportagem "Brasil, país da saudade", de dezembro de 2013. A reportagem associa imagens de norte a sul do Brasil a símbolos culturais como futebol, feijoada e samba, com o objetivo de retratar, através de histórias, o país anfitrião da Copa do Mundo de 2014.

A escolha dos melhores trabalhos foi feita em duas etapas. Na primeira, todos os trabalhos recebidos foram avaliados por uma comissão de pré-seleção composta por oito jornalistas. Na etapa seguinte, os trabalhos foram analisados pela comissão julgadora, composta por outros seis jornalistas, todos com grande experiência profissional. Após uma reunião final, a comissão julgadora indicou entre todos os trabalhos o vencedor do Grande Prêmio Petrobras de Jornalismo.

Lançado em maio de 2013, como uma das ações de comemoração dos 60 anos da companhia, o Prêmio Petrobras de Jornalismo tem o objetivo de reconhecer a importância dos meios de comunicação e, sobretudo, dos jornalistas que participam do processo de democratização e disseminação de informações relevantes ao país.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

10

PARABÉNS!
PARABÉNS!

8

BOM
BOM

12

AMEI!
AMEI!

11

KKKK
KKKK

4

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

5

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

5

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Setembro Amarelo

Fórum de Saúde Mental que aborda Prevenção de Vulnerabilidades e Suicídio acontece nesta sexta, 28

Dhieine ressalta ainda que embora o evento tenha como objetivo a articulação da rede, a mesa redonda sobre “Prevenção de Vulnerabilidades e Suicídio”, que acontece é aberta ao público em geral.


  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira