Sunday, 26 de May de 2019

ECONOMIA


Taxistas

Agência de Fomento financia até 80% do valor de veículos novos para taxistas

17 Aug 2018    16:20
Divulgação Agência de Fomento financia até 80% do valor de veículos novos para taxistas

Por meio de um programa direcionado aos profissionais filiados ao Sintaxi, Sindicato dos Taxistas, a Agência de Fomento do Tocantins disponibiliza uma linha de crédito exclusiva para o financiamento de 80% do valor de carros novos para a renovação de frota de taxi ou compra de veículos novos para taxistas.

O taxista Domingos Cardoso trabalha na área há 16 anos. Por meio do financiamento conseguirá pela primeira vez trabalhar por conta própria. “Sempre trabalhei como taxista, mas apenas recebendo comissão, pois nunca tive como comprar o meu próprio taxi. Com esse financiamento a juros tão baixos conseguirei finalmente ser meu próprio patrão”, comemora o taxista que já conseguiu a liberação de R$ 45.000 reais, referentes a 80% do valor do financiamento do veículo.

Assim como o taxista Domingos, mais de 100 profissionais ligados ao Sintaxi poderão ser beneficiados com o financiamento, que possui uma taxa fixa de juros de 1,5% ao mês. O valor pode ser dividido em até 48 meses, sem carência.

“A linha de crédito Sintaxi é um incentivo ao turismo no Tocantins. Possibilita aos motoristas de taxi acesso ao crédito de maneira simples, ágil e desburocratizada, já que um taxista pode ser o avalista do outro, o que já acelera a liberação do crédito”, explica o presidente da Agência de Fomento do Tocantins, Maurílio Ricardo.

Mais informação sobre esta e outras linhas de crédito disponíveis na Fomento TO podem ser verificadas no telefone (63) 3220-9800. (Mary araujo)

COMPARTILHE:


Confira também:


Política

Atos em apoio ao governo ocorrem em diversas cidades do país

Na rede social Twitter, o presidente postou cenas de atos que ocorrem em outras cidades do país.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira