Tuesday, 12 de November de 2019

ECONOMIA


Funcionalismo

Alinhado ao setor produtivo, Amastha decreta expediente na manhã desta quinta; na sexta-feira órgãos abrirão normalmente

03 Jun 2015

A Prefeitura de Palmas informa que nesta quinta-feira, 04, haverá expediente das 8 às 14 horas, para que no período da tarde, os servidores católicos possam professar sua fé em razão do Dia de Corpus Christi. Já na sexta-feira, 05, o expediente será normal em todos os órgãos municipais.

A Prefeitura reitera que não adotou o feriado prolongado em razão da decisão dos comerciantes em trabalhar nesta quinta-feira, 04, e após solicitação das associações comerciais e do Conselho de Inovação de Desenvolvimento Econômico de Palmas (Cidep) e para somar esforços com os setores produtivos da cidade.


Mais
As empresas enquadradas no setor do comércio de bens, serviços e atacadista, de acordo com a convenção coletiva de trabalho 2014/2015, podem abrir suas portas no dia 4 de junho sem a necessidade de pagamento de hora extra para seus colaboradores. O acordo foi fechado este ano, entre os sindicatos patronais do comércio e os laborais. Segundo a cláusula 25º, parágrafo 4, as empresas devem pagar somente hora extra aos seus colaboradores caso seja ultrapassado o limite de horas diárias acordado no contrato ou carteira de trabalho. A convenção coletiva de trabalho do comércio está disponível no site: www.fecomercioto.com.br, no link: "Convenções Coletivas".

Sobre o dia 4 de junho, data em que se comemora o Corpus Christi, o texto contido na convenção coletiva é claro: "... por não estar contemplado em lei, fica facultada a sua abertura, tendo contudo a obrigação no pagamento de horas extras somente após o período normal de trabalho." O documento é o instrumento legal que regulamenta as relações de trabalho entre empregado e empregador do setor do comércio. A vigência da convenção segue até 31 de outubro de 2015.

Esta data comemorativa é assunto de muita discussão, porém o assessor jurídico da Fecomércio, Idemar Ferreira, explica que os empresários não devem ter receio. "A convenção coletiva é o único documento que regulamenta a relação trabalhista entre ambas as classes, laboral e patronal, e a data não é um feriado nacional. Os feriados nacionais estão expressamente previstos na Lei nº 10.607 de 2002 e na Lei nº 6.802 de 1980". De acordo com essas leis são feriados nacionais os dias: 1º de janeiro, 21 de abril, 1º de maio, 7 de setembro, 12 de outubro, 2 de novembro, 15 de novembro e 25 de dezembro. (Com informações da Fecomércio)

COMPARTILHE:


Confira também:


Saúde

Números do câncer infantojuvenil em todo Brasil alertam para o diagnóstico precoce

Instituições de todas as regiões realizam ações para o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantojuvenil (DNCCI), comemorado dia 23

Dpvat

Bolsonaro assina medida provisória que extingue o Dpvat

A MP extingue também o Seguro de Danos Pessoais Causados por Embarcações, ou por sua carga, a pessoas transportadas ou não (DPEM).




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira