Palmas, 22/01/2018

Economia

Banco do Povo

Banco do Povo formaliza contratos com 24 empreendedores da Capital

  • A assinatura aconteceu na manhã desta segunda-feira, 11, na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Emprego (Sedem) e do Banco do Povo

Regiane Rocha

Banco do Povo formaliza contratos com 24 empreendedores da Capital



Márcio Greick
 
Vinte e quatro empreendedores de Palmas, todos pessoas jurídicas, garantiram um capital extra para a melhoria de seus pequenos negócios com a assinatura e formalização de empréstimos junto ao Banco do Povo, com valores entre R$ 5 a R$ 20 mil, totalizando R$ 239.500,00.
A assinatura aconteceu na manhã desta segunda-feira, 11, na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Emprego (Sedem) e do Banco do Povo. O evento de assinaturas dos contratos teve a presença de empreendedores, da superintendente do Banco do Povo, Carmem Lúcia Bom e do gerente de Economia Solidária do Banco do Povo, Josimar Sanches da Silva.

A empresária Laudiene Bernardes Silva viu na liberação do crédito de R$ 10 mil, a oportunidade de fazer uma melhoria em seu salão beleza e conquistar novos clientes com a chegada das festas de  fim de ano.  "Com esse capital vou instalar ar condicionado novo e melhorar a fachada do meu estabelecimento", disse.

Já Paulo Pinto Mesquita, que trabalha há 12 anos no mercado, está em seu quarto empréstimo junto ao Banco do Povo. Comerciante no ramo de confecção e calçados, o empresário pretende incrementar o estoque para as vendas de natal. "Com esse capital posso comprar a vista e com desconto, aumentando mais o meu capital de giro onde posso inovar em produtos  para as vendas de natal", disse.
O gerente de Economia Solidária do Banco do Povo, Josimar Sanches da Silva, elogiou o comprometimento da equipe do Banco do Povo, quanto  celeridade na liberação dos valores. "Temos uma equipe comprometida em garantir aos senhores a celeridade na analise dos processos", disse.

Ainda de acordo com Sanches, um dos requisitos para a aprovação da linha de credito é a capacidade de pagamento do empreendedor e a visita prévia  ao seu estabelecimento.

Outra empreendedora é Lucivânia Sousa Almeida, que tem uma empresa que fabrica bombons no  Jardim Aureny I. Com os R$ 15 mil de empréstimo ela pretende ampliar seu segmento. "Com esse dinheiro posso comercializar outros produtos do mesmo segmento, como confecção de arranjos, sobremesa e principalmente as cestas de natal", disse.

Em seu pronunciamento, a  superintendente do Banco do Povo, Carmem Lúcia Bom, destacou a quantidade de pessoas que tem saído da informalidade. "O número de CNPJ"s, tem crescido bastante, o que mostra a importância do Banco em busca do fomento dos pequenos negócios e desenvolvimento da economia da Capital.

Ainda de acordo com a superintendente, quando o empreendedor paga o empréstimo em dias, além de ganhar o desconto em cima da parcela, ele está contribuindo para que o Banco do Povo possa liberar  novas linhas de créditos para os atuais clientes  e os  novos negócios.

Linhas de crédito

O Banco do Povo possui duas linhas de crédito, a primeira é destinada às pessoas físicas, com limite de crédito de até R$ 10 mil. A segunda diz respeito às jurídicas, com limite de R$ 20 mil. O prazo para pagamento dos valores adquiridos por pessoas físicas é de até 24 anos e de jurídicas de 36 meses.

Os juros baixos são outro atrativo, sendo de 1% ao mês e desconto de 0,20% na parcela paga até a data de vencimento.

Para solicitar o empréstimo é preciso apresentar, além de documentos pessoais, alvará de funcionamento, cadastro de Microempreendedor Individual (MEI), caso o tenha, CNPJ, certidão de quitação eleitoral e não possuir débito tributário municipal e inscrição em serviços de proteção ao crédito (SPC/Serasa).

Também é exigida a indicação de um avalista com renda três vezes superior ao valor das mensalidades contratuais. O avalista, assim como o cônjuge do cliente ou do avalista, deve ter as mesmas condições de regularidade exigidas do contratante do empréstimo.

(Edição/postagem: Lorena Karlla)


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus