Tuesday, 11 de December de 2018

ECONOMIA


Dividas

Cerca de metade dos palmenses comprometem orçamento por mais de um ano com dívidas

06 Sep 2018    16:43

Com a praticidade do uso do cartão de crédito e dos crediários das lojas, o consumidor costuma parcelar as compras. Com isso, o tempo de envolvimento com dívidas cresce. Em agosto, 45,9% dos consumidores palmenses comprometeram o orçamento por mais de um ano com contas.

A informação é da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em parceria com a Fecomércio Tocantins, e se referem ao mês de agosto. “A pesquisa aponta, ainda, que 17,2% dos entrevistados costumam parcelar as compras em até três meses; 18,7% envolvem a renda entre três e seis meses; e 17,6% escolhem a opção entre seis meses e um ano”, explica a assessora econômica da Fecomércio Tocantins, Fabiane Cappellesso.

Endividamento

O nível de endividamento do palmense subiu 0,3% em agosto, chegando a 67,5% dos entrevistados da pesquisa. Entre eles, 13,4% afirmam estar inadimplentes e 0,1% dizem que não terão condições de quitar as contas atrasadas no próximo mês. As principais dívidas citadas continuam sendo o cartão de crédito (71,9%), carnês (27,4%) e financiamento de carros (21,9%).

Participam da pesquisa, mensalmente, cerca de 500 famílias da capital que respondem a diversas questões sobre suas dívidas, como: os principais tipos de contas a pagar, o tempo que leva para quitar os parcelamentos e o comprometimento total da renda com esses compromissos. (Ascom)

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

28

PARABÉNS!
PARABÉNS!

22

BOM
BOM

20

AMEI!
AMEI!

27

KKKK
KKKK

24

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

21

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

19

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

fecomércio dividas tocantins

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Requerida pelo MPE

Liminar determina retorno às funções de delegados regionais e servidoras afastados pelo governo no caso Araguaína

Toda a argumentação e os fatos apresentados pelo Ministério Público Estadual foram integralmente acatados pelo juiz Manuel de Faria Reis Neto, que expediu a liminar.


  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira