Wednesday, 28 de October de 2020

ECONOMIA


Turismo

Conselho do Jalapão estuda protocolo especial de visitação do Parque

06 Jun 2020
Conselho do Jalapão estuda protocolo especial de visitação do Parque

A elaboração de um protocolo com procedimentos de proteção pessoal que torne possível a reabertura do turismo no Parque Estadual do Jalapão (PEJ) foi o principal ponto debatido nesta quinta-feira, 4, durante 13 ª Reunião Ordinária do Conselho Consultivo do Parque Estadual do Jalapão, realizada na modalidade de teleconferência. Reabertura dos atrativos turísticos do Parque Estadual do Jalapão ainda não tem data definida e será decidida pelos municípios da região em consonância com o Governo do Estado.

Segundo Warley Carlos Rodrigues, diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), a elaboração de procedimentos para a reabertura do Parque foi agregada à capacidade de carga dos atrativos públicos. "Estamos em um momento importante, um ponto zero, onde as atividades turísticas estão suspensas e podem ser retomadas já com a carga máxima de visitantes que cada atrativo pode receber por vez estabelecida por portaria", informa.

O diretor explica que a questão de limitar o número de visitantes nos atrativos já vem sendo discutido pelos membros do Conselho do PEJ há algum tempo e que ainda em 2018 foi elaborado um relatório por técnicos do Naturatins, apontando os impactos da visitação no local e orientando sobre a capacidade de carga dos atrativos públicos. "Lembrando, que os atrativos públicos do Jalapão são a Cachoeira da Velha, as Dunas e Serra do Espírito Santo", frisa o Rodrigues.

Turismo

O presidente do Naturatins, Sebastião Albuquerque, reforça que o Jalapão é hoje um importante atrativo para o Tocantins, sendo o ponto turístico mais conhecido do Estado, recebendo visitantes inclusive do exterior.  Entretanto, ele alerta que é preciso garantir que o turismo no PEJ seja promovido de maneira sustentável e por isso analisar a questão da reabertura já atrelada a uma normativa sobre a capacidade de carga é fundamental.

Outra pauta importante discutida durante a reunião foi a necessidade de determinar a obrigatoriedade de guias para os atrativos públicos. "Ainda está em fase de discussão, mas existe a possibilidade de regulamentarmos a necessidade de condutores nos atrativos públicos", diz Rodrigues, lembrando que o visitante não paga para entrar nos atrativos públicos.

Albuquerque reforça que todas as deliberações feitas pelo Conselho do PEJ têm como objetivo principal garantir a proteção do Parque, para que as gerações futuras também possam usufruir de suas belezas naturais.  

A partir das deliberações, todas as sugestões apresentadas pelo Conselho do PEJ são encaminhadas para os órgãos competentes e acompanhadas de perto pelas instituições representadas pelo órgão deliberativo. As deliberações são um pontapé inicial para a tomada de decisões que irão incidir sobre a gestão do Parque.

Um bom exemplo de como funciona o Concelho é quanto à criação de um protocolo de segurança em tempos de pandemia para a reabertura do Parque. Durante a reunião desta quinta-feira, ficou decidido sobre a necessidade de tal protocolo. "Mas sua elaboração será discutida junto ao Comitê de Crise, montado pelo Governo do Estado, a quem compete decidir sobre as questões que envolvem as medidas de contenção de contágio da pandemia", ilustra o presidente do Naturatins.

 

Conselho

Fazendo parte do Conselho Consultivo do Parque Estadual do Jalapão, além do Naturatins, Supervisão do Área de Proteção Ambiental Jalapão, gerência do Parque Estadual do Jalapão, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Associação Tocantinense de Turismo Receptivo , Comunidade Mumbuca, Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins (EESGT), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade  (CMBIO), Centro Universitário Luterano de Palmas (CEULP/ULBRA), Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH) e Associação Comercial de Mateiros (ACEM).

Também compõem o conselho o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Secretaria de Meio Ambiente de Ponte Alta do Tocantins, Associação Jalapoeira de Condutores Ambientais (AJACA),  Associação das Comunidades Quilombolas do Rio Novo, Rio Preto e Riachão (Ascolombolas-rios), Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins), secretaria de Meio Ambiente de São Félix, Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Lucio (Reserva Particular do Patrimônio Natural Catedral do Jalapão e secretaria de Meio Ambiente e Turismo de Mateiros.

COMPARTILHE:


Confira também:


Educação

Governo do Tocantins publica Protocolo de Segurança em Saúde para retorno das aulas presenciais

Retorno gradativo deve iniciar pelas turmas de 3º ano do Ensino Médio e Ensino Superior

Pandemia

Tocantins registra 282 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins contabiliza 230.724 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 74.500 casos confirmados. Destes, 62.105 pacientes estão recuperados, 11.306 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 1.089 pacientes foram a óbito.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira