Thursday, 19 de July de 2018

Thursday, 19 de July de 2018

ECONOMIA


Funrural

Funrural tem redução de 40% na alíquota de contribuição

10 Jan 2018

Depois de votação simbólica por maioria no Congresso Nacional, o PLC 165/2017, que institui o Programa de Regularização Tributária Rural (PRR), foi sancionado nesta quarta-feira (10) pelo presidente Michel Temer.

Publicada no Diário Oficial da União, a Lei 13.606, de 9 de janeiro de 2018, manteve alguns benefícios aprovados pelo projeto do Congresso, como a redução de 4% para 2,5% do valor total a dívida na entrada à vista, até o dia 28 de fevereiro; a opção de recolhimento sobre a folha (INSS) ou sobre a produção, a partir de 2019 para pessoas jurídicas, e a partir de 2018 para pessoas físicas; além da redução da alíquota de contribuição do produtor rural pessoa física para 1,2%, já em vigor.

O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado federal Nilson Leitão (PSDB-MT), disse que a atuação da entidade, juntamente com a deputada Tereza Cristina, garantiu a manutenção de pontos importantes para o produtor rural.

"Nos dedicamos para que o estrago ao setor fosse o menor possível. O que não conseguimos garantir agora, tentaremos recuperar na análise dos vetos pelo Congresso Nacional e derrubar", destacou o presidente.

Para a relatora da MP e do PLC do Funrural na Câmara dos Deputados, deputada Tereza Cristina (DEM-MS), o trabalho constante e pontual feito pelos parlamentares junto ao governo possibilitou menos vetos do que o esperado inicialmente. "A redução da alíquota já está valendo. Houve vetos, mas a espinha dorsal do meu relatório foi mantida, o que garante um respiro ao setor produtivo", disse a deputada.

Vetos - Alegando sobrelevação de custo fiscal imputado ao Tesouro Nacional, sem previsão na Lei Orçamentária para recepção do impacto, o governo federal vetou pontos como a redução da alíquota de contribuição de 2,5% para 1,7% ao produtor rural pessoa jurídica a partir de fevereiro de 2018; a inclusão da renegociação de outras dívidas rurais com bancos públicos, em sua maioria por pequenos agricultores; e os descontos de 100% das multas e encargos legais para produtor rural pessoa física e jurídica.

Também vetou a limitação para utilização de créditos tributários sobre dívidas igual ou inferior a R$ 15 milhões, a permissão do uso de créditos de prejuízo fiscal para liquidação do montante da dívida do Funrural e a isenção de contribuição na comercialização destinada ao plantio, reflorestamento, reprodução pecuária ou granjeira.

O setor produtivo havia pleiteado uma única contribuição sobre o produto final e a retirada da cobrança escalonada, principalmente na pecuária. "O que há é uma múltipla cobrança desses produtores. Não é justo pagar a contribuição duas, três vezes, sobre, por exemplo, a semente de soja, o plantio e a colheita, assim como sobre a produção do boi magro e boi gordo", explica Tereza Cristina.

Como fica - Com a nova legislação, o produtor rural terá até o dia 28 de fevereiro deste ano para fazer a adesão ao Programa com alíquota de 2,5% do valor da dívida consolidada em até duas parcelas iguais, mensais e sucessivas. Também foi incluído na lei o parcelamento dos débitos vencidos até o dia 30 de agosto de 2017. As dívidas poderão ser parceladas em até 176 vezes com mais 60 meses para quitação total, caso o montante ainda não tenha sido liquidado.

O deputado federal Luis Carlos Heinze (PP-RS), membro da FPA, comemorou a nova lei que deu um fôlego aos produtores. "Muitos agricultores nos procuraram e relataram problemas para pagar a dívida. Os valores são elevados e o setor rural está descapitalizado devido à queda excessiva nos preços pagos pelos principais produtos agrícolas. A lei, bem como a redução da alíquota, vai proporcionar um ânimo aos produtores e garantir a sustentação do setor", destacou.

Passivo - As ações impetradas por entidades do setor agropecuário no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a inconstitucionalidade da contribuição ao Funrural ainda aguardam decisão do Tribunal. A deputada Tereza Cristina informou ainda que o parágrafo 4º do Artigo 1º da nova legislação garante a todos os produtores rurais, que aderirem ao Refis, sejam beneficiados com qualquer mudança de entendimento do STF sobre a constitucionalidade da cobrança. "O que já tiver sido pago vai se transformar em crédito para compensar e até ser restituído, com extinção do parcelamento", explica.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

26

PARABÉNS!
PARABÉNS!

28

BOM
BOM

31

AMEI!
AMEI!

26

KKKK
KKKK

25

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

25

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

25

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Viver

Agtur promove segunda semana de ação de divulgação do 12º FGT na Praia da Graciosa a partir desta quinta, 19

A ação é uma iniciativa da Agência Municipal de Turismo (Agtur) em parceria com os participantes do FGT, e acontecerá neste final de semana de quinta-feira, 19, até domingo, 22, a partir das 18 até às 22 horas.

ESTADO

Sabadão tem sorteio de R$ 10 mil do Nota Quente Palmense

Também serão distribuídos mais quatro prêmios por meio da Loteria Federal da Caixa Econômica no Caminhão da Sorte que estará na cidade de Iparemi-GO.


Saúde

Saúde orienta sobre a vacinação contra o sarampo

Essa orientação serve para crianças, adolescentes e adultos, evitando a circulação do vírus no país.


Agricultura

Difícil alcançar depois

Por Coriolano Xavier, membro do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e Professor do Núcleo de Estudos do Agronegócio da ESPM.


ESTADO

Seden e artesãos comemoram vendas e encomendas realizadas durante a Fenearte


ESTADO

Dulce Miranda garante recurso de R$ 545 mil para infraestrutura de Palmas


Viver

OAB começa vender ingressos para festa da advocacia


Alimentação

Acipa sedia cursos sobre boas práticas na produção de alimentos


ESTADO

Tocantins continua sendo referência no processo de elaboração da proposta curricular


JUSTIÇA

MPE recomenda instalação de UTI neonatal e pediátrica no Hospital Regional e no Hospital da Unimed, em Gurupi



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira