Sunday, 16 de June de 2019

ECONOMIA


Investimentos

Piscicultura movimenta R$ 9,5 milhões na região sul do Tocantins

12 Sep 2018    10:42
Divulgação Piscicultura movimenta R$ 9,5 milhões na região sul do Tocantins

A piscicultura na região sul do Tocantins, praticada em 14 municípios, movimenta por ano R$ 9,5 milhões, com uma produção de 959 toneladas de peixes, perfazendo um total de 280 hectares de lâmina d´água. Esses são os dados apontados pelo Censo da Piscicultura realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), em parceria com a Secretaria Estadual do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Seden),Secretaria de Agricultura e Pecuária (Seagro) e Embrapa Pesca e Aquicultura.

De acordo com os dados apresentados foram visitadas 1.035 propriedades com possibilidades de pisciculturas, sendo aplicados 128 questionários em propriedades que realmente possuem piscicultura, envolvendo 22 extensionistas do Ruraltins, que percorreram 30 mil quilômetros de estradas.

O estudo mostrou ainda que a espécie mais cultivada é a caranha com 56, 61% do total de peixes produzidos na região, seguida do Tambaqui que representa 24,34%.  Os municípios onde se concentra a maior parte da produção são Jaú do Tocantins, Crixás, Aliança do Tocantins, Gurupí e Formoso do Tocantins. Sendo que os piscicultores utilizam como sistemas de produção viveiros escavados, açudes, barramentos, tanque rede, tanques elevados em lona e ferrocimento.

Segundo o levantamento a produção de peixes da região sul é vendida no Tocantins, Minas Gerais e Goiás. Dentre as principais dificuldades apontadas pelos piscicultores destacam-se o acesso ao crédito, licenciamento ambiental, custo da ração, assistência técnica, alternativas de comercialização, valor de venda do pescado, mão de obra qualificada, alcance do frigorifico, dentre outros entraves.


De acordo com Andrey Costa, gerente de Aquicultura e Pesca do Ruraltins, o Censo da Piscicultura está na reta final e já percorreu as regiões Sul (14 municípios), Sudeste (17 municípios),  região central ( 59 municípios) e região norte (49 municípios).

“Todo levantamento para saber onde estão as pisciculturas foi feito por meio de imagens de satélite, disponibilizadas pela Embrapa, via cadastro feito pelo Ruraltins, nos municípios. Esses dados serão fundamentais para incentivar a produção e a busca de uma melhor colocação do estado, no ranking nacional de produção de pescado”, avaliou o gerente.

Os dados gerais do censo serão disponibilizados posteriormente e publicados nas redes sociais, além de revista técnica. 

O Tocantins, em se tratando de produção de pescado, ocupa o 15º lugar no ranking nacional. A expectativa é que o estado possa configurar entre os cinco maiores produtores do País, nos próximos 10 anos. Assim, o censo marca o início dessa estratégia de fortalecimento do setor.

Empreender Rural

Os  dados do Censo da Piscicultura na região sul foram divulgados nesta terça-feira,11, pelo gerente de Aquicultura e Pesca, Andrey Costa, durante palestra do Projeto Empreender Rural. A iniciativa faz parte da programação da 46ª Expo Gurupi, que ocorre no Parque de Exposição Agropecuária Antônio Lisboa da Cruz.

Além dessa apresentação os produtores também receberam informações sobre sistemas de produção a comercialização, em palestra ministrada pela engenheira de pesca, Valeria Lima, servidora do Ruraltins da regional de Gurupi.


O Empreender rural teve por  objetivo reunir os principais setores envolvidos com o agronegócio para trazer novas tecnologias, conhecimentos e a troca de experiências relacionadas às cadeias produtivas desenvolvidas pelos produtores rurais da região sul do Tocantins, gerando assim oportunidades de negócios. A ação é uma iniciativa do Ruraltins, por meio da regional do órgão de Gurupi, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio a Pequenas e Micro Empresas (Sebrae), Banco da Amazônia, Banco do Brasil, Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob), Sindicato Rural de Gurupi, Universidade Federal do Tocantins (UFT) e Instituto Federal do Tocantins ( IFTO).

Expo Gurupi

A 46ª Expo Gurupi traz ainda em sua programação exposições de animais, de máquinas e equipamentos, leilões, torneio leiteiro, rodeios, cavalgada, cursos, palestras, shows musicais, dentre outros atrativos.

COMPARTILHE:


Confira também:


Opinião

O “combinado” tem que ser com o povo

Por enquanto o prédio onde funciona a prefeitura de Palmas no centro da cidade se tornou a grande Torre de Babel.

Ações

Semana do Governador Carlesse contou com entrega de equipamentos para a PM e discussão sobre a reforma da Previdência

Além da Fenepalmas, o Governador Mauro Carlesse também debateu a necessidade de receber mais investidores privados e afirmou, ao presidente da Acipa, que o Estado está de portas abertas para receber novos empresários que queiram se instalar no Tocantins.


Encontro de Defensores

Governador Carlesse recepciona Defensores Gerais e destaca atuação da Defensoria Pública do Tocantins

Palmas sedia encontro nacional de defensores públicos gerais


Taquaruçu

Movimento pela Vida 2019: Evento traz programação em prol de um mundo melhor

Criado há 19 anos, o Movimento Pela Vida é um coletivo integrado por pessoas de formações e interesses diversos, que atuam no sentido da celebração da vida em seus vários aspectos, como a saúde física, mental e espiritual das pessoas


Pressão

Bancada do TO decide entrar com representação no CADE contra a Gol e obtém sinal verde para jatos da Azul em Araguaína


Negócios

Acipa apresenta projeto da Fenepalmas ao governador Mauro Carlesse


Articulação

Kátia Abreu reune prefeitos da região sul para tratar de pavimentação das cidades


Campo

Ruraltins incentiva criação de abelhas sem ferrão em minicurso na Expoara


Serviço

Tocantins realiza encontro Estadual para o fortalecimento da Atenção Primária à Saúde


Em Palmas

Centro Integrado de Atendimento a crianças e adolescentes em situação de violência é inaugurado



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira