Monday, 03 de August de 2020

ECONOMIA


Palmas

Sinduscon, em parceria com o Senai e a Fieto, promove palestra sobre a Norma de Desempenho de Edificações Habitacionais

12 Jun 2015

Durante esta última quinta-feira, 11, o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Tocantins (Sinduscon-TO) ofereceu a engenheiros, arquitetos, e empresários da área da construção civil tocantinense a palestra "Norma de Desempenho". O evento aconteceu em Palmas, na Sala de Treinamento do Sindicato, e reuniu cerca de 30 participantes, que debateram sobre o conjunto de regras estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) que forma a Normativa de Desempenho NBR 15.575/2013, texto que institui um nível mínimo de desempenho de vida útil para os elementos essenciais de toda edificação habitacional, como estrutura, instalações elétricas e hidrossanitárias, fachada e cobertura, vedações, dentre outros itens.

Fruto de uma parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e a Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto), o evento, segundo o presidente do Sinduscon-TO, Bartolomé Alba Garcia, foi de extrema importância para a categoria. "Este investimento na ampliação do conhecimento dos que atuam na construção civil tocantinense é uma das funções do Sinduscon, E esta palestra já se fazia necessária para que todos possam melhor se adequar às metas que a Norma de Desempenho determina. Para atender a esta demanda de informação das empresas e profissionais do ramo, o Sinduscon formou parceria com o Senai e o Fieto, que já promovem cursos sobre o assunto, que é extremamente importante, pois as exigências da Norma são válidas para todos", ressaltou Bartolomé Garcia.

Padrões de qualidade
Diretora regional do Senai, Márcia Rodrigues de Paula também destacou o valor da iniciativa. "Este ramo é todo focado na produtividade, por isto, é preciso produzir com eficiência e qualidade para conseguir se manter no mercado. E a Norma existe para estabelecer os padrões de qualidade mínimos necessários; por isto, é fundamental segui-la. Agregar estas informações ao processo produtivo se torna um diferencial importante, visto que é fundamental se entrar um passo à frente dos concorrentes para se conquistar o mercado. E, nesta parceria, o Senai, que é sinônimo de inovação, colabora com a oferta destas informações que agregam soluções que melhoram na produtividade e, consequentemente, na rentabilidade das empresas envolvidas", afirmou Márcia de Paula.

Para a engenheira mestre especialista em desenvolvimento industrial Dyanna Karla Pinheiro Tavares, palestrante na ocasião e pertencente ao corpo técnico nacional do Senai, o cumprimento da Norma é uma obrigação dos que atuam na construção civil. "A Norma é obrigatória para todos os projetos e para todos os portes de edificação, pois ela busca justamente garantir uma melhor qualidade das construções ao cobrar do sistema construtivo um padrão mínimo de qualidade. Por isto, trabalhamos os conceitos da Norma, a importância da aplicabilidade dela e da responsabilidade dos autores envolvidos. A palestra foi uma iniciativa importante, e o Senai ainda oferece o apoio a partir de consultorias e ensaios laboratoriais que ajudam bastante na absorção destes conhecimentos", afirmou Dyanna Tavares.

Sensibilização da categoria
Com a primeira versão datada de 2008, a Norma sofreu algumas revisões, sendo a última definida em fevereiro de 2013. Ao todo, 295 normativas compõem a Norma de Desempenho, o que exige bastante atenção por parte dos que investem na construção civil.

Representando a Fieto no evento como um dos vice-presidentes da Federação, Luciano de Carvalho Rocha disse que a sensibilização de toda a categoria é primordial para a melhor aplicabilidade da Normativa no Tocantins. "Não são apenas os empresários que devem se sensibilizar pela Normativa, mas toda a cadeira produtiva da construção civil, dos projetistas, aos incorporadores, construtores e até mesmo os fornecedores de insumos. Ainda não alcançamos o ideal no que se refere à sensibilização e ao conhecimento técnico, mas, nós vamos intensificar este processo e, por isto, em no máximo 30 dias, o Sinduscon, o Senai e a Fieto voltarão a promover um novo evento sobre este tema para toda a cadeia da construção civil", revelou Luciano Rocha, também vice-presidente do Sinduscon-TO e proprietário da empresa Centro Brasileiro de Certificação e Treinamento (CBCT), que oferece consultoria e treinamento voltados à Norma de Desempenho.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Covid-19 matou 94,1 mil pessoas no Brasil desde o início da pandemia

Desde ontem foram registradas as mortes de 541 pessoas pela doença

Situação de Alerta

Tocantins registra 1.093 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 26.434 casos no total, destes, 15.790 pacientes estão recuperados, 10.249 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 395 pacientes foram a óbito.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira