Palmas, 23/01/2018

Especial

Parceria

Cras da Arse 131 Sul e ONG N√ļcleo Social Casa do Oleiro oferecem curso gratuito de croch√™

  • O curso √© voltado para moradores das Arses, Arsos, Taquaru√ßu Grande, Coqueirinho e √°reas pr√≥ximas √† sa√≠da para Aparecida do Rio Negro


Est√£o abertas inscri√ß√Ķes para curso de croch√™ oferecido pelo projeto Linha de Amor do Centro de Refer√™ncia em Assist√™ncia Social (Cras) da Arse 131, em Palmas. O curso √© voltado para moradores das Arses, Arsos, Taquaru√ßu Grande, Coqueirinho e √°reas pr√≥ximas √† sa√≠da para Aparecida do Rio Negro.

As inscri√ß√Ķes v√£o at√© o dia 6 de fevereiro em hor√°rio comercial. N√£o haver√° reserva de vagas, para se inscrever os interessados devem comparecer ao pr√≥prio Cras. O curso tem 64 horas de carga hor√°ria e ser√° ministrado a partir do pr√≥ximo dia 8 de fevereiro uma vez por semana. As aulas acontecer√£o toda quinta-feira das 14 √†s 18 horas. A previs√£o de t√©rmino do curso ser√° em 9 de junho.

Segundo a coordenadora do Cras, V√Ęnia L√ļcia Ant√īnio Gon√ßalves, est√£o sendo oferecidas 20 vagas para quaisquer interessados. No entanto, t√™m prioridade pessoas desempregadas ou com renda comprovada de at√© um sal√°rio m√≠nimo.

Além de totalmente gratuito, os alunos receberão, inclusive, os materiais que serão usados nas aulas. Ao final do curso os alunos estarão aptos a executar em crochê peças como roupas, tapetes, chapéus e outros trabalhos artesanais que lhe garantam uma fonte de renda.

O curso ser√° ministrado pela organiza√ß√£o n√£o governamental (ONG) N√ļcleo Social Casa do Oleiro, parceira do Cras. Segundo o presidente da ONG, pastor Renato Alves, a principal proposta do curso √© realmente a capacita√ß√£o. "Tudo que for produzido pelos alunos vai ser vendido em uma feira que ser√° organizada ao final do curso. Metade dos valores levantados ser√° revertida para os pr√≥prios alunos e a outra metade ser√° usada para custeio de outra turma que ser√° aberta no pr√≥ximo semestre", adiantou Alves.


Confira também


Coment√°rios

comments powered by Disqus