Thursday, 29 de October de 2020

ESPECIAL


AIDS na visão do adolescentes

24 Jul 2008

Os dados epidemiológicos dos últimos anos, não só no Brasil como em todo o mundo, têm demonstrado uma incidência crescente e progressiva de infecção pelo HIV na população adolescente, sendo que a maior parte dos casos notificados da doença, que constitui importante causa de morbi-mortalidade, está associada à via de transmissão tanto hetero, quanto homossexual.

Também, por esta mesma razão, tanto para o HIV/AIDS quanto para outras doenças sexualmente transmissíveis, reconhecidamente facilitadoras desta infecção, várias questões epidemiológicas, preventivas e assistenciais estão sendo discutidas, e algumas ações já sendo implementadas, não só com o objetivo mais amplo de prevenir a sua transmissão pela via sexual, como também com a preocupação específica de controlar o avanço da epidemia entre os adolescentes.

Falar de DST/AIDS com adolescentes nem sempre é tarefa fácil. Na maioria das vezes, a falta de informações e até mesmo uma interpretação errônea sobre o assunto, são fatores predominantes que causam rejeição na hora de falar sobre sexualidade, em especial, sobre DSTS ou especificamente a AIDS, já que se trata de uma temática muito delicada e pessoal.

Pensando em diminuir o índice de rejeição ao assunto, a professora Maura Rodrigues, do Colégio Municipal Monteiro Lobato, achou uma forma prática de conquistar a confiança dos seus alunos, esclarecendo dúvidas à medida que elas surgem.

A professora Maura trabalha com uma turma formada por alunos com a faixa etária de 9 a 14 anos, do Programa de Aceleração da Aprendizagem e não vê constrangimento algum em falar sobre assuntos que envolvam a sexualidade na adolescência. "É muito importante conquistar a confiança deles, pois nem sempre eles encontram este apoio em casa e correm o risco de buscar informações com outros adolescentes, como eles, pouco esclarecidos", destaca a educadora.

Numa conversa descontraída entre a equipe do jornal O GIRASSOL e os adolescentes do Monteiro Lobato, os jovens demonstraram preocupação com o futuro da doença e como cada um fará para contribuir com a redução de casos de AIDS, não apenas em Palmas, mas em todo o Estado.

Para L. R. M., 13, o trabalho que a professora desenvolve em sala de aula "é muito importante porque esclarece dúvidas que a mãe, às vezes, tem vergonha de esclarecê-las e chega até inventar histórias para fugir do assunto". Lílian conheceu de perto um portador da doença e diz ter sentido muita tristeza, principalmente por saber que ele não estava informado sobre as conseqüências de não se prevenir. Ela já sabe como se prevenir da AIDS e de outras doenças sexualmente transmissíveis e garante que se depender dela e de sua turma ninguém mais irá se contaminar com o HIV.

D.C., 14, também diz estar consciente de todos os riscos que a falta de cuidados oferece às pessoas despreparadas. Ela acredita que a cura definitiva está muito próxima, mesmo assim tem medo de se deparar com o problema de perto. "Eu sei que um aperto de mão ou um abraço não transmitem a doença, mesmo assim tenho medo, pois é uma doença muito feia".

 

PROJETO

O trabalho desenvolvido em sala de aula é resultado de uma parceria entre as Secretarias de Educação e de Saúde, através dos Agentes de Saúde Escolar. No colégio Monteiro Lobato, este trabalho fica por conta da Agente Ângela Rodrigues, que trabalha ações preventivas, educativas e emergenciais, através de dinâmicas descontraídas que desperta o interesse pelo assunto.

Com a proximidade do Carnapalmas, período em que os adolescentes ficam mais expostos e sujeitos a contaminações, as orientadoras irão intensificar as palestras de esclarecimentos. No último dia 18, os alunos do Projeto de Aceleração da Aprendizagem assistiram, junto com a professora e a Agente de Saúde Escolar, alguns vídeos que esclareceram questões relacionadas aos problemas que a AIDS provoca na vida do ser humano, entre outras Doenças Sexualmente Transmissíveis.

COMPARTILHE:


Confira também:


Perspectiva

Confiança do empresário do comércio palmense volta a subir em outubro

A maior parte dos entrevistados (88,1%) disseram possuir a expectativa de aumentar o número de funcionários, o que também traz esperança a milhares de desempregados.

Meio Ambiente

Naturatins autua BRK Ambiental em mais de 8 milhões de reais por poluição ambiental

As autuações contra a BRK ambiental ocorreram em virtude de a empresa lançar de forma irregular efluentes nos recursos hídricos do Estado do Tocantins, acima dos padrões exigidos pela legislação ambiental.


Região Central

Em Lajeado, Polícia Civil prende em flagrante suspeitos de roubo e estupro

O roubo foi praticado pelos vizinhos das vítimas. Além da subtração de objetos, os suspeitos teriam estuprado a mulher.


22º BI

22º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro comemora 25 anos de criação

O batalhão foi criado por meio da Portaria Ministerial nº 077, de 27 de outubro de 1995, e designado herdeiro das tradições do extinto 22º Batalhão de Infantaria Motorizado (22º BIMtz), localizado na cidade de Barra Mansa, no estado do Rio de Janeiro.


Aleto

CCJ da Assembleia Legislativa analisa projetos para pandemia


Aleto

Projeto de Lei do deputado Valdemar Júnior cria Semana Estadual de Conscientização, proteção e orientação sobre a Síndrome de Rett


GT

Grupo de Trabalho-Terminais debate projeto de Concessão dos Terminais Rodoviários do Estado


Eleições 2020

Na Fecomércio, Prefeita Cinthia apresenta propostas de retomada da economia pós-pandemia


Interior

Carlesse autoriza recuperação de estradas vicinais e Colégio Militar de Cristalândia


TO Seguro

Empreendedores do Jalapão aderem ao TO Seguro para garantir a saúde dos turistas e trabalhadores do setor



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira