Thursday, 20 de September de 2018

Thursday, 20 de September de 2018

ESPECIAL


Mulher Tocantinense

Campanha destaca força e protagonismo da mulher tocantinense

07 Mar 2018    10:20
Campanha destaca força e protagonismo da mulher tocantinense

As peculiaridades, o pioneirismo e as histórias de luta das mulheres tocantinenses estão sendo destacados em vídeos produzidos e divulgados pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Comunicação Social (Secom), como ação das comemorações referentes ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março. A campanha traz como mote o tema: “Mulheres de fibra. A força delas inspira um Tocantins melhor a cada dia”, e mostra o depoimento narrando trajetórias de sucesso.

“Um dos elementos que nos nortearam nesta campanha foi o protagonismo que a mulher tocantinense possui na nossa sociedade. Seja no Governo, e aqui podemos citar a deputada federal e primeira-dama, Dulce Miranda, da vice-governadora Claudia Lelis, e das mulheres que ocupam espaço de destaque em toda a gestão, ou mesmo em outros segmentos da sociedade. O governador Marcelo Miranda é sensível em relação a isso e nos delegou que exaltássemos nesta campanha a força, garra, coragem e histórias de luta de mulheres que são símbolos de inspiração para todos nós”, explicou a titular da Secom, Kênia Borges.

Os vídeos com as histórias na íntegra estarão disponíveis nas redes sociais oficiais do Governo do Tocantins e também veiculadas nos meio de comunicação do estado. 

Ana Maria Guedes Vanderlei

No vídeo protagonizado pela diretora de Políticas para Mulheres da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), Ana Maria Guedes Vanderlei, ela narra o esforço que teve para criar seus filhos mesmo ficando dois anos sem emprego.

"Inicialmente, eu fiquei dois anos desempregada, com três filhos, sem receber nenhum mês pensão alimentícia. Eu criei meus filhos sozinha, sem ajuda de ninguém. E a minha história coincide muito com a de muitas mulheres tocantinenses", relatou Ana Maria.

A diretora da Seciju tem um forte trabalho desenvolvido no Tocantins em prol dos direitos das mulheres. Uma das principais bandeiras que ela levanta é na questão do combate aos crimes cometidos, como o femicídio (sinônimos para a morte de mulheres em razão de seu sexo), e na proteção da identidade das vítimas.

Noêmia Ribeiro da Silva (Doutora)

Já a artesã da Comunidade Mumbuca no Jalapão, Noêmia Ribeiro da Silva, conhecida como “Doutora”, falou sobre a história da sua mãe, Dona Miúda, a matriarca do povoado.

“A minha mãe foi uma mulher guerreira e sempre se preocupou com o bem-estar da comunidade. Mulher de sonho, humildade e exemplar. A gente olha para os quatros cantos da comunidade e ver o caráter da minha mãe. Ela aprendeu com a mãe dela a cultivar o capim dourado e eu aprendi com ela a fazer essa linda arte. Esse recurso é uma herança fundamental, o capim dourado é tudo para nós”, disse Noêmia.

Francisca Marta Barbosa dos Santos

A diretora de Sociobiodiversidade da Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária (Seagro), Francisca Marta Barbosa dos Santos, tem um sólido trabalho desenvolvido com as mulheres do campo. No seu depoimento, ela falou sobre a importância dessa função na área rural.

“Vim conhecer o Tocantins em 1988, e fui convidada a ensinar na Unitins [Universidade Estadual do Tocantins] e, após dois anos, eu passei no concurso como engenheira agrônoma no Estado. No primeiro ano, fui convidada para coordenar um programa chamado Banco da Terra e trabalhei com assentamentos e famílias da área rural. Acredito que o nosso papel é de estar levantando demandas, construindo políticas públicas voltadas para agricultura e, em especial, para as mulheres da agricultura familiar, quebradeiras de coco, agroextrativistas, jalapoeiras e todas as outras que trabalham no campo”, contou.

Zilda Cardoso Macedo

A copeira que trabalha no Gabinete do governador Marcelo Miranda, Zilda Cardoso Macedo, é mais uma das integrantes do time de mulheres que narraram as suas trajetórias de vida.

“Eu morava em Nova Rosalândia e, em 1996, recebi uma proposta para vir aqui para Palmas. Naquele tempo, tudo era difícil, longe e tinha muita poeira. Quando cheguei aqui [Palmas], meus filhos estudavam e, quando eu chegava do trabalho, tinha que ficar por dentro de tudo o que estava acontecendo com eles e na minha casa. Mesmo quando eu chegava cansada, tinha que lavar roupa, deixar tudo adiantado para o outro dia, além de fazer a comida e outras atividades domésticas. Eu paguei um preço alto por isso, porque tinha que trabalhar e cuidar dos meus filhos. Eu estava no trabalho, mas o meu pensamento estava em casa”, narrou.

A história de Zilda Cardoso é um retrato que se parece muito com a vivida por muitas mulheres tocantinenses. “Hoje, meus filhos estão crescidos, bem criados, são pessoas de bem e eu já sou bisa, tenho um bisneto. Se eu olhar para trás, posso dizer que sou vitoriosa e que Deus me abençoou neste lugar. Nós mulheres temos que colocar na nossa cabeça que somos fortes e que Deus nos escolheu para vencer”, finalizou.

Maria Rosa Vieira de Sousa (Tia Rosa)

Quem visita a região do Jalapão provavelmente receberá uma indicação para conhecer o restaurante de comida caseira da Tia Rosa, chefiado por Maria Rosa Vieira de Sousa. O local é um dos mais tradicionais do município de Mateiros.

“A gente nasceu e foi criado aqui, dentro das roças, trabalhando com enxada, machado. Isso aqui antes era tudo mato, era uma época precária de tudo. Como não tinha lanche na escola, a gente saía e ia procurar frutinhas no Cerrado. Foi uma vida que se não fosse a roça, a gente não teria comida em casa. Eu tive cinco filhos e criei eles sozinha. Nunca pedi emprego. Em 1999, eu gerei o meu próprio emprego criando uma padaria. A partir do ano 2000, criei o restaurante para a atender a demanda dos turistas que procuravam pelo serviço. Eu sou feliz pela vida que tenho e pela minha família”, contou.

Raimunda Gomes da Silva

Raimunda Gomes da Silva, ou somente Dona Raimunda, como é popularmente conhecida, é ex-quebradeira de coco e uma das mulheres mais simbólicas do Tocantins por sua garra, luta e determinação. Ela foi uma das fundadoras do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu, criado em 1991. Em razão da sua atuação na defesa dos direitos das mulheres quebradeiras de coco, Dona Raimunda recebeu diversos prêmios e indicações, dentre eles o título de Doutora Honoris Causa, da Universidade Federal do Tocantins (UFT), em 2013.

"Eu já fiz muito aqui nesse lugar, nem sei como fiz tanta coisa. Essa luta aqui na região do Bico do Papagaio foi muito boa. Hoje, o meu desejo é que os homens e as mulheres tenham direitos iguais para termos um mundo melhor", concluiu dona Raimunda.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

49

PARABÉNS!
PARABÉNS!

53

BOM
BOM

55

AMEI!
AMEI!

64

KKKK
KKKK

50

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

39

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

48

CREDO!
CREDO!

Leia por assunto:

Governo Tocantins Mulheres

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


HGP

Hospital Geral de Palmas comemora fila zero e dez mil procedimentos no serviço de hemodinâmica

Além do marco de dez mil procedimentos, a equipe envolvida celebra o sucesso e a agilidade do serviço prestado à população

CPI do PreviPalmas

Presidente da CPI do PreviPalmas convoca envolvidos com investimentos suspeitos a prestarem esclarecimentos

Na ocasião, Geo convocou o ex-presidente do PreviPalmas, Maxcilane Fleury, o ex-diretor de investimentos, Fábio Matins, o ex-secretário Municipal de Finanças, Christian Zini e citou uma quarta pessoa que será convocada após o período eleitoral



Carlesse

Multidão recepciona Carlesse e reunião vira grande caminhada em Gurupi

Após uma pausa na campanha, para acompanhar sua mãe com problema de saúde em São Paulo, o governador e candidato à reeleição Mauro Carlesse, da coligação Governo de Atitude, voltou a Gurupi, nesta quarta-feira, 19, e foi surpreendido por uma multidão que o


Violência

“Violentômetro” alerta mulheres sobre níveis de agressão e violência

O material informativo, composto por cartazes, flyers e marcadores de páginas, será distribuído em blitzen, universidades e faculdades, feiras e bares, entre outros, nesta quinta e sexta-feira, dias 20 e 21.


Trânsito

Número de vítimas fatais reduz em 20% comparado a 2015

Em Palmas, a proporção de veículo é de 0,62 para cada habitante.


Propagando Irregular

A Justiça Eleitoral suspendeu nesta terça-feira, 18, mais uma propaganda irregular do candidato Carlos Amastha (PSB). De novo, o ex-prefeito de Palmas “invadiu” o horário eleitoral


Carlesse

Amastha tenta confundir população mostrando caso da gestão de Marcelo Miranda em seu programa


Campanha

No desespero, Amastha usa hospitais municipais para criticar Carlesse e tem propaganda suspensa pela Justiça


Irrigação

Carlesse fortalece projetos de irrigação São João e Manuel Alves com investimentos de mais de R$ 12 milhões


Educação

Bernadete é a segunda candidata ao governo do Tocantins a firmar compromisso com a educação


Jalapão

Carlesse garante que vai melhorar qualidade de vida no Jalapão com infraestrutura e fortalecimento da cultura e do turismo



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira