Sunday, 22 de July de 2018

Sunday, 22 de July de 2018

ESPECIAL


Pecuária Solidária

Entidades beneficiadas pelo 5º Leilão Pecuária Solidária receberão R$ 577 mil de recursos para realizarem investimentos

13 Dec 2017

Tradição que marca a transparência do projeto, a cerimônia pública de apresentação do balanço financeiro e prestação de contas do 5º Leilão Pecuária Solidária reuniu colaboradores, parceiros e representantes de entidades beneficiadas. O encontro foi conduzido pelo idealizador e realizador do evento, o leiloeiro Eduardo Gomes, que na noite dessa terça-feira, 12, no Oiti Hotel, em Gurupi (TO), apresentou os números aos envolvidos na iniciativa.

Conforme o balanço financeiro, com números finais, a edição deste ano do leilão, realizada em novembro, em Gurupi, teve arrecadação bruta de R$ 691,5 mil. Desse total, abatidos os custos, o leilão registrou um resultado líquido de R$ 577.000,00, valor que será repassado para as 17 entidades e projetos sociais de 9 cidades beneficiadas, e de acordo com critérios e análises de comissão a ser criada para esta finalidade. Na oportunidade, o Leiloeiro Eduardo Gomes, detalhou também os custos para realização do leilão, e que totalizou R$ 113,5 mil valor utilizado para despesas gerais na realização do evento.

"Esta prestação de contas é, de fato, tradicional e a realizamos sempre até 60 dias após o leilão para demonstrar a transparência e a lisura do projeto. Entendemos que esta é uma atitude em respeito aos colaborares e a sociedade de forma geral, e uma resposta a confiança que nos depositam, trazendo a público todas as informações do projeto", destacou Gomes. "Apresentamos aos colaboradores, parceiros e representantes das entidades o balancete completo com custos, que incluem desde o transporte dos animais, produção e mão-de­-obra, entre outras despesas operacionais, para então apresentarmos o resultado líquido", complementou.

Durante a apresentação, ele agradeceu a todos pelo apoio ao evento, ressaltando que uma das conquistas importantes este ano foi a adesão de sojicultores que liderados pela empresa Fazendão Agronegócio doaram 1,5 mil sacas da oleaginosa. Levada ao leilão, totalizou uma receita de R$106 mil.

VALOR TOTAL

Ao analisar os resultados deste ano é possível constatar que desde a primeira edição até agora o projeto arrecadou valor bruto de R$ 2,7 milhões. Descontadas as despesas com as todas as edições (2009, em Gurupi; 2011 em Palmas; 2013 em Paraíso do Tocantins; 2015, em Araguaína; e a edição especial de São Paulo, em 2016), o Leilão Pecuária Solidária destinou R$ 2,3 milhões a entidades assistenciais do Tocantins, Goiás, Pará e São Paulo, que atuam para melhorar a saúde e a qualidade de vida de pessoas carentes. Realizado a cada dois anos, a próxima edição, em 2019, deverá ter Palmas como sede.

AUXÍLIO A ENTIDADES

Gomes explicou também como é feita a destinação do valor para as entidades. "Os recursos são destinados às entidades para investimento. Em acordo com as entidades, é definido o objetivo final da doação, que pode ser obras físicas ou na aquisição de equipamentos compatíveis ao trabalho que prestam. Todos estes procedimentos têm o nosso acompanhamento, pois os repasses de pagamentos são liberados diretamente aos fornecedores", disse o leiloeiro.

Para entidades beneficiadas o Leilão Pecuária Solidária é, muitas vezes, um dos principais alicerces para realização de benfeitorias que têm objetivo de melhorar o atendimento aos assistidos. "As entidades vivem de parcerias, de iniciativas sociais como essa do Leilão Pecuária Solidária. E esse projeto é algo maravilho que contribui muito para a manutenção das atividades de muitas entidades como a nossa", disse presidente da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Gurupi, Erislene Vieira. "É um significado importante ter pessoas que se envolvem num projeto como esse que mostram que, de fato, se importam e atuam em favor das entidades e das famílias assistidas", complementou. Segundo ela, a Apae, uma das entidades beneficiadas, atende atualmente 208 pessoas, com faixa etária de seis meses a 55 anos.

ORGULHO DOS PARCEIROS

Já, parceiros da iniciativa dizem ter privilégio por participar da iniciativa. "Somos apoiadores de iniciativas como essa, que tem como foco o bem comum das pessoas. Sempre que somos chamados nós, como concessionária, e a multinacional que representamos temos o privilégio de atuar pois trata-se de um projeto sério, já tradicional no Estado e que tem um histórico importante para as entidades e as famílias atendidas", disse o empresário Thiago Zancaner Gil, diretor da Marca Motors, concessionária Mitsubishi no Tocantins. Ele entregou ontem as chaves da camionete L-200 Triton, leiloada no evento deste ano, a Juliana Pisoni, filha do comprador Itelvino Pisoni. Ela estava acompanhada do marido, Leandro Messias.

Durante a prestação de contas, o leiloeiro Eduardo Gomes exibiu cheque simbólico de R$ 213,5 mil, mostrando ao lado do empresário Thiago Gil, o valor total das doações da Marca Motors e da Mitsubishi nas cinco edições realizadas.

Presente na reunião, o prefeito de Gurupi, Laurez Moreira destacou a importância do leilão para Gurupi e elogiou a iniciativa do leiloeiro Eduardo Gomes de promover a edição deste ano no município. "O Leilão Pecuária Solidária leva o nome de Gurupi para o Brasil e da melhor maneira, com esse exemplo de solidariedade", disse o prefeito após a reunião. "O leilão tem o sucesso que tem e o engajamento da classe do agronegócio e dos demais segmentos produtivos pela credibilidade do projeto e de quem está à frente dele", afirmou a empresária Andrea Stival, que prestigiou a cerimônia. "É uma satisfação enorme pois é um projeto exemplar, feito por pessoas que querem o bem ao próximo", disse a presidente do Rotary Club de Gurupi , Clary Vasques. Integrante do Rotary e parceira do projeto desde 2009, Marilene Carvalho, gerente do Grupo Jaime Câmara em Gurupi, falou com entusiasmo do alcance do evento: "O leilão já não é mais nosso, de Gurupi, do Tocantins, é do Brasil".

AS ENTIDADES BENEFICIADAS

 Neste ano serão beneficiados 17 projetos assistenciais: cinco unidades da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) nas cidades de Gurupi, Porto Nacional, Aliança do Tocantins, Miranorte e Formoso do Araguaia; Banco de Cadeiras de Rodas do Rotary (Gurupi e Paraíso do Tocantins); Fazenda da Esperança (Palmas, Porto e Lajeado); Creche e Educandário Espírita Francisco Thiessen (Araguaína); Creche Maria Madalena (Gurupi); Creche Irmã Dulce (Gurupi); Casa do Idoso (Gurupi); Associação Cristã Jovens de Valor (Paraíso); Casa de Apoio São Luiz (Aparecida de Goiânia); e Agab (Associação Gurupiense dos Amigos do Basquetebol, de Gurupi).

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

6

PARABÉNS!
PARABÉNS!

7

BOM
BOM

7

AMEI!
AMEI!

6

KKKK
KKKK

7

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

6

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

4

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Viver

Aulões gratuitos de dança animam Parque Cesamar neste fim de semana

As aulas serão oferecidas pelos professores de dança Aline Freitas e Marcos Paulo Barros, da Athletica Fitness Center.


  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira