Monday, 22 de July de 2019

ESPECIAL


Trabalho

Palmas Coworking 21 e Palmas Medical Coworking inovam conceito de espaço de trabalho compartilhado na Capital

15 May 2018    18:19
Palmas Coworking 21 e Palmas Medical Coworking inovam conceito de espaço de trabalho compartilhado na Capital

Profissionais autônomos, da área da saúde, liberais e de qualquer outro segmento, que precisem de um ambiente adequado para desenvolver suas atividades, têm à disposição o Palmas Coworking 21 e o Palmas Medical Coworking, desde a quarta-feira, 2 de maio, na região central da Capital. Já em pleno funcionamento, o empreendimento que inova o conceito de trabalho em espaço compartilhado em Palmas, está instalado em um prédio com cerca de 1 mil m², com dois andares, mais térreo, localizado na Avenida LO 05, na quadra 204 Sul (em frente ao Quartel do Comando Geral da Polícia Militar).

Ao entrar no Palmas Coworking 21, o cliente se depara com uma estrutura moderna, eficiente e descontraída. Por isso esqueça suas referências de um ambiente de trabalho tradicional com recepcionistas impessoais com trajes azuis, chefes mau humorados e horários rígidos. O empreendimento foi planejado divido em três setores principais, direcionados a públicos diferentes, com layout, mobiliário, decoração e equipamento adequados a cada atividade, além de área de convivência, descanso, lanchonete, climatização e som ambiente.

Mas, conforme o proprietário, Marcelo Hostins, além da praticidade e custo acessível, o mais importante são as relações interpessoais entre os frequentadores, o chamado networking. " O trabalho em ambiente compartilhado é um tendência, que cresce no país e no mundo, e percebemos que em Palmas existe um demanda por este tipo de serviço. Entretanto, o mais importante num local como esse é a possibilidade conhecer outros profissionais, aumentar a carteira de clientes e fechar novos negócios", explicou.

No primeiro andar do prédio foi instalado um espaço compartilhado voltado a profissionais autônomos, freelancers, liberais, representantes comerciais, executivos fora de suas bases de atuação, ou qualquer outro tipo de trabalhador que precise de um ambiente adequado para desenvolver suas atividades. Este local configurado com 31 estações de trabalho, independentes, oferece ao usuário acesso de internet banda larga, ambiente climatizado e planejado para proporcionar comodidade e eficácia, sem que o frequentador precise se preocupar com despesas extras, como por exemplo, água e energia elétrica.

Os profissionais interessados poderão utilizar o espaço por hora (1 hora ao custo de R$ 10 e 2 horas por R$ 17, com descontos progressivos nas horas subsequentes), porém também poderão usar o ambiente com um pagamento mensal, em horário comercial completo, das 8h às 18, por R$ 540, ou meio horário, das 8h às 13h ou das 13h às 18h, por R$ 315.

No segundo andar do prédio funcionará o Palmas Medical Coworking, onde estão disponíveis, numa primeira fase de implantação do empreendimento, cinco escritórios para serem utilizados por médicos, com dois ambientes cada, com custo de R$ 50 por uma hora e R$ 85 duas horas, com descontos progressivos no período utilizado subsequente, dois para psicólogos, com um ambiente cada, e um para nutricionistas, com a mesma configuração, com valor de R$ 25 um hora e R$ 42,50 duas horas, também com descontos progressivos, além de outros dois que poderão ser ocupados por profissionais liberais, como por exemplo, advogados.

No mesmo andar, ficam dois auditórios, um com capacidade para 30 pessoas e outro para 20, com sistema de som e de projeção, além de outros duas outras salas de reuniões para até oito pessoas, também com equipamentos. De acordo com a demanda outras dez salas disponíveis no prédio poderão ser incorporadas ao empreendimento. A utilização dos auditórios terá o custo de R$ 75 a hora e as horas subsequentes terão desconto progressivo. Os espaços direcionados a salas de aula terão um custo de R$ 10 por hora/aluno, também com desconto nas horas subsequentes.

No térreo, funcionará o Espaço Fisio direcionado a profissionais da área da fisioterapia e pilates, com todos os equipamentos necessários. A utilização do ambiente terá o custo de R$ 50 por hora, com desconto progressivo nas horas subsequentes. No primeiro andar do prédio, já em atividade a PalmasCell Express, presta assistência técnica a aparelhos celulares, das principais marcas no mercado.

O empreendimento também tem preocupação com sustentabilidade e preservação de recursos naturais. Toda a eletricidade utilizada no complexo é gerada por um sistema de captação de energia solar, por meio de placas fotovoltaicas, com capacidade de produção de cerca de 6000 kW. Além disso, nas dependências do empreendimento serão usados somente copos fixos com identificação, não descartáveis, que permite a utilização continuada, evitando a produção de um maior volume de materiais rejeitados e auxiliando na preservação ambiental.

Atualmente, existem mais de 100 espaços de trabalho compartilhado no Brasil e estima-se que mais de 4 mil estejam em funcionamento no mundo. Esse sucesso é proveniente de uma ideia simples: profissionais independentes que procuram um espaço democrático onde possam desenvolver seus projetos, sem o isolamento do home office ou as distrações de espaços públicos. No coworking, os profissionais encontra ambientes especialmente pensados para o trabalho autônomo, networking com pessoas de diversas áreas e toda a estrutura para receber seus clientes com um custo menor do que teria ao alugar uma sala comercial.

COMPARTILHE:


Confira também:


Cuiabá

Em encontro com o ministro Dias Tofolli, presidente do TJTO defende autonomia dos Tribunais para aprovar projetos de interesse do Judiciário estadual

Do encontro convocado pelo ministro Dias Toffoli e no qual ele franqueou a palavra a todos os presidentes dos tribunais, saiu a Carta de Cuiabá

Estacionamento Rotativo

Tribunal de Justiça reconhece competência do TCE para emitir cautelar durante julgamento sobre o Estacionamento Rotativo de Palmas

O relator do processo, desembargador Ronaldo Eurípedes, apresentou seu voto no último dia 27 de junho negando o pedido da empresa com fundamento. no posicionamento do Supremo Tribunal Federal (STF)



Seciju

Ações contra violações de direitos são realizadas em praias do estado

Equipes técnicas da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) participaram de reuniões para fortalecimento da Rede de Proteção e realizaram ações de sensibilização nas praias de Porto Nacional e Pedro Afonso e fortaleceram a Rede de Proteção.


PM

Ação conjunta da Polícia Civil do Tocantins e da Polícia Militar de Goiás resulta na prisão de homicida foragido de Araguaína

Ele é suspeito de ser o autor de pelo menos dois homicídios praticados, em Araguaína, nos anos de 2018 e 2019 e foi capturado, mediante cumprimento a mandados de prisão preventiva, oriundos da 1° Vara Criminal da Comarca de Araguaína.


Regularização

Governo inova em gestão e abre portas do Instituto de Terras do Tocantins para estágio em 2019

O Instituto de Terras do Tocantins vem trabalhando com responsabilidade e eficácia para contribuir a cada dia com o desenvolvimento do Estado.


CPPA

Suspeito de cometer homicídio em 2015 é preso pela Polícia Civil em Araguaína


Premiação

EDP, controladora da Investco e da Enerpeixe no Tocantins, está entre as 15 marcas mais valiosas no mundo


Resgate

Paciente em estado grave é transportado de Miracema para Palmas pelas equipes do CIOPAER e SAMU


TV

Gastronomia alemã é o próximo desafio do MasterChef


Encceja

100% das unidades prisionais e socioeducativos realizarão o Encceja PPL 2019


Turismo

Adetuc projeta aumento de turistas e movimentação de mais de R$ 118 milhões na Temporada de Praias 2019



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira