Wednesday, 01 de April de 2020

ESPECIAL


Religiões do conflito

25 Jul 2008

JUDAÍSMO

O judaísmo é a religião mais antiga do mundo. A Bíblia diz que Deus chamou Abrão, mudou seu nome para Abraão e estabeleceu com ele uma aliança. Como sinal desta aliança, todos os homens seguidores da fé judaica deveriam fazer a circuncisão.

A obra de Abraão foi completada por Moisés, que deu ao povo judeu um código de leis, que incluem noções teológicas, hábitos alimentares e sexuais. Entre estas leis figuram as que proíbem o trabalho aos sábados, as que estabelecem a celebração de festas como a Páscoa e o não-contato com animais considerados impuros, como o porco.

Os judeus foram dominados por vários povos, mas resistiam sempre porque acreditavam ser o 'povo eleito', uma nação 'escolhida' por Deus. Em função disso, os judeus nunca foram missionários e não procuram espalhar sua religião pelo mundo.

Na Antigüidade, a região da Palestina foi ocupada pelo povo judeu. Em 63 a.C, já era conquistada pelos romanos. Em 66 d.C, os judeus se rebelaram contra os dominadores, mas foram duramente reprimidos. Milhares de judeus foram mortos, outros vendidos como escravos e acabaram fugindo da região. Neste momento, o povo judeu ficou sem pátria e se espalhou pelo mundo, movimento conhecido como Diáspora.

Desde o Império Romano até 1948 os judeus nunca tiveram um Estado e moravam em quase todos os países da Europa, África, Ásia e América. Dessa forma, muitos judeus também se fixaram na região da Palestina.

 

ISLAMISMO

Islam significa inteira submissão à vontade de Deus. A religião islâmica foi a terceira a surgir no mundo, entre 570 e 632 d.C, quando Maomé teve uma visão na qual lhe foram feitas revelações.

Estas revelações originaram o livro Corão, uma espécie de Bíblia do Islamismo. A partir daí, Maomé começou a pregar o Corão na cidade de Meca, de onde foi expulso em 622 d.C. A perseguição sofrida por Maomé em Meca é conhecida como Hégira. De lá, o líder islâmico foi para a cidade de Medina, onde fundou um estado teocrático, construiu a primeira mesquita e determinou que todos os fiéis, ao orarem, voltassem-se para Meca.

Em Medina, Maomé iniciou uma guerra santa, chamada Jihad, para expandir, através de conflitos e guerras, a religião islâmica. Assim, várias regiões foram submetidas ao Islamismo, que, em 1991, tinha 924.611.500 seguidores no mundo todo.

Depois do apogeu árabe, por volta de 750 d.C, o império muçulmano começou um processo de decadência.

 

POSIÇÃO CATÓLICA

O papa João Paulo II fez um apelo para que a paz seja urgentemente alcançada no Oriente Médio.

Em sua tradicional mensagem de Páscoa, há duas semanas, o papa disse que "nada é solucionado pela guerra". Falando a uma multidão de 50 mil pessoas na Praça de São Pedro, no Vaticano, o papa disse que a impressão que se tinha era de que "a guerra tinha sido declarada contra a paz". "Ninguém pode continuar em silêncio e sem agir, nenhum líder político ou religioso", disse ele.

"Com temor e esperança eu peço que vocês proclamem que Jesus subiu aos céus, e para que trabalhem para que a paz dele ponha fim à série de ataques e mortes que ensangüentam a Terra Sagrada, mais uma vez envolvida em horror e desespero", disse.

O papa também pediu a todos que lembrassem daqueles que sofrem em todo o mundo, especialmente no Afeganistão.

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Tocantins tem 12 casos confirmados de Covid-19

De acordo com último boletim divulgado pela Secretaria da Saúde o Tocantins tem 12 casos confirmados.


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira