Tuesday, 24 de April de 2018

Tuesday, 24 de April de 2018

ESPORTE


Vôlei de Praia

Circuito Challenger de Vôlei de Praia consolida Palmas como roteiro esportivo

10 Jul 2017

A final masculina agitou a arquibancada da terceira etapa do Circuito Challenger de Vôlei de Praia, na Praia da Graciosa, nesse domingo, 9, em Palmas. Com saques fortes e longos lances de recepção e contra-ataque, a dupla Moca (BA) e Gilmário (PA) venceu por 2 x 1 a dupla Jô (PB) e Leo Vieira (DF). "Sem dúvida a torcida foi um diferencial, deixa empolgado quem está na quadra, a gente agradece demais a todo mundo", disse Moca após a final masculina. A dupla nordestina Rebecca (CE) e Tainá (SE) faturou a final do vôlei de praia feminino por 2 x 0. "Gostei muito. Tudo que a gente colocou em quadra é graças à energia daqui. Nossas parceiras foram para o mundial Sub-21 e nós decidimos vir aqui para nos divertir. Agradecemos muito nossos apoios também por isso", disse Tainá, após a partida.
 
O diretor de relações públicas da Federação Brasileira de Vôlei (FBV) e presidente da Federação Tocantinense do Tocantins (FTV), Ricardo Abalem, frisou que a estrutura diferenciada, ações de marketing inovadoras e os inéditos jogos noturnos, que ainda não tinham acontecido no circuito, mostraram que Palmas era o lugar certo para o evento. "Esse ano foi especial. O apoio da Prefeitura de Palmas nos proporcionou uma arena com uma estrutura mais confortável, com arquibancada coberta e com um apoio logístico muito bom. Também não faltou a colaboração do Banco do Brasil. Espero que este formato possa ser sempre implementado para que possamos fazer eventos deste nível para melhor e que possamos trazer o Open no ano que vem. Vamos trabalhar nesta direção porque Palmas está pronta para receber qualquer evento esportivo nacional ou internacional".
 
O Circuito Challenger é o segundo maior evento de Vôlei de Praia do mundo e a experiência vivenciada neste fim de semana recepcionando 33 duplas masculinas e outras 24 femininas de várias partes do País mostrou, segundo o presidente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer, Orlando Rangel, que Palmas quer e pode receber o primeiro e maior circuito mundial do esporte, o Open de Vôlei de Praia em 2018. "Esse evento (o Challenger) veio abrilhantar esta cidade que respira esporte todo dia. Cada dia que passa a vontade da prefeitura é fomentar ainda mais o esporte. É a forma correta de mostrar o que se busca com o esporte desde o cunho educacional até a inclusão social", disse Rangel, que representou o prefeito Carlos Amastha na ocasião.
 
"A gente agradece a participação de todos que estiveram aqui, atletas e torcida, parceiros e prefeitura. Foi um evento muito bom, muito disputado. Ficamos muito contentes de colaborar e promover o lazer da comunidade. Há ideias de sair do Challenger e ir pro Open, estamos à disposição para analisar e acho que Palmas tem seus atrativos sendo possível se tornar destino de um Open do Banco do Brasil", ressaltou o superintendente estadual do Banco do Brasil, Marcos Antônio Krügr. 
 
Geração de exemplos
 
A técnica e a energia de jogadores profissionais contagiaram crianças do projeto Viva Vôlei que compareceram ao circuito. A pequena Bárbara Victória Souza, 10 anos, participa do projeto e conseguiu mostrar como se recepciona um saque. "Já faz quatro anos que estou lá. Desde pequena eu amo ter o vôlei na minha vida. Meus pais praticavam, treinavam e eu queria também", disse. A coordenadora do Viva Vôlei, Marilza Teixeira, explicou que 120 crianças são atendidas nos núcleos. "O voleibol é uma ferramenta de educação muito importante porque traz valores, disciplina, foco, o empenho e concentração. São virtudes que eles vão adquirindo. Já temos resultado revelando atletas. Tivemos alunos que saíram do projeto, se tornaram atletas e estão jogando fora do estado", disse a coordenadora, ressaltando que a parceria da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), Banco do Brasil e da Prefeitura de Palmas. O projeto Viva Vôlei oferece instrução esportiva através do vôlei para crianças de 7 a 14 anos na Quadra 906 Sul e no clube da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB).
 
Finais

As duplas receberam, além de medalhas, prêmios de R$ 13.020,00 (primeira colocação), de R$ 8.835,00 para segunda colocação e R$ 7.533,00 para dupla terceira colocada. As demais duplas, até a 13ª colocação receberam prêmios em dinheiro entre e R$ 1.132,25 (13ª colocação) a R$ 5.115,00 (4ª colocada).
 
Feminino
1° Taina (SE) / Rebecca Silva(CE)
2° Izabel (PA) / Rachel (RJ)
3° Andrezza (AM) / Andressa (PB)
 
Masculino
1° Gilmário (PB) / Moisés (BA)
2° Léo Vieira (DF) / Jô (PB)
3° Miguel (MS) / Ramon Gomes (RJ)


--
Secretaria Municipal de Comunicação de Palmas

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

3

PARABÉNS!
PARABÉNS!

4

BOM
BOM

5

AMEI!
AMEI!

6

KKKK
KKKK

5

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

3

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

4

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


Operação PF

PF investiga organização criminosa responsável por fraudes bancárias pela internet

Mais de 54 policiais federais cumprem 23 mandados judiciais expedidos pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Araguaína

Eleições 2018

PT Nacional tira partido de Amastha e coliga com a senadora Kátia Abreu

Kátia Abreu e o PT do Tocantins chegaram a iniciar o diálogo, mas a parlamentar não aceitou a indicação do advogado Célio Moura ou da secretária-geral petista, Márcia Barbosa, para vice-governador na chapa.



Guaraná Antarctica

Guaraná Antarctica mostra em nova campanha o que é capaz de fazer pela Seleção Brasileira

O refrigerante mais brasileiro de todos suspende exportação para países adversários do Brasil até o final de julho. O que é original do Brasil, fica no Brasil, para fortalecer a nossa seleção


Saúde

Empenhados mais de R$ 1,7 milhão em emendas da saúde da deputada Dorinha

O Ministério da Saúde empenhou na última semana mais de R$ 1,7 milhão em emendas impositivas que foram destinadas pela deputada Professora Dorinha (Democratas/TO) que beneficiam dez cidades tocantinenses


Meio Ambiente

Naturatins discute a redução de peixes nos rios tocantinenses e a construção de barragens

O professor da Universidade Federal do Tocantins (UFT), o doutor Fernando Pelicice, discorreu sobre os Impactos da construção de barragens sobre a ectiofauna


Eleições 2018

Márlon Reis anuncia coronel Edvan como vice dizendo que são os únicos que podem fazer a mudança de verdade no Tocantins


Eleições 2018

PSDC do Tocantins se rebela, deixa base de Amastha e apoia Kátia Abreu


Panorama

TIM acelera a Transformação Digital em uma nova parceria com a Microsoft em Inteligência Artificial


Polícia Civil

Polícia Civil prende suspeito de estuprar e engravidar criança de 11 anos no Extremo Norte do Estado


Exames Médicos

Equipes de UTI de Palmas realizam exames médicos gratuitos em 1200 alunos da ETI Almirante Tamandaré


Apaes

Deputada Dorinha indica a Federação das Apaes do TO para o prêmio Brasil Mais Inclusão



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira