Wednesday, 17 de July de 2019

ESPORTE


Vôlei

SUPERLIGA CIMED FEMININA 17/18: De virada, Sesc RJ vence clássico contra Vôlei Nestlé

03 Mar 2018    10:30    alterado em 03/03 às 10:30
Erbs Jr. SUPERLIGA CIMED FEMININA 17/18: De virada, Sesc RJ vence clássico contra Vôlei Nestlé Roberta aciona Mayhara

O Sesc RJ jogou em casa e levou a melhor no clássico contra o Vôlei Nestlé (SP). Nesta sexta-feira (02.03), a equipe carioca venceu o time de Osasco (SP), de virada, por 3 sets a 1 (13/25, 26/24, 25/22 e 25/21), na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ). A partida foi válida pela última rodada do returno da Superliga Cimed feminina de vôlei 17/18.

A 11ª rodada do returno definiu as oito equipes classificadas e os respectivos confrontos das quartas de final que serão disputadas numa melhor de três jogos: Dentil/Praia Clube (1º) x Vôlei Bauru (8º), Sesc RJ (2º) x Pinheiros (7º), Camponesa/Minas (3º) x Fluminense (6º) e Vôlei Nestlé (4º) x Hinode Barueri (5º).

Na vitória do Sesc RJ sobre o Vôlei Nestlé, destaque para a levantadora Roberta que foi eleita a melhor da partida em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei Cimed. Ao final do duelo, a jogadora comentou sobre o confronto desta sexta-feira.

“Sabíamos da dificuldade desse jogo. Estávamos vindo de uma derrota contra elas na Copa Brasil e nosso objetivo para esse jogo foi diminuir o número de erros. Buscamos melhorar a moral do nosso grupo para chegarmos bem nas quartas de final. Fico feliz pela vitória e pela força do time de sair de momentos difíceis”, explicou Roberta.

Outros jogos
O Fluminense (RJ) jogou fora de casa e bateu o Sesi-SP por 3 sets a 1 (29/27, 25/16, 22/25 e 25/20) em noite de boa pontuação da ponteira Thais que marcou 18 pontos, no ginásio do Sesi, em Santo André (SP). A levantadora Jordane foi a jogadora premiada com o Troféu VivaVôlei Cimed, de melhor em quadra.

Na partida que marcou a estreia do Canal Vôlei Brasi, o Dentil/Praia Clube (MG) levou a melhor sobre o Hinode Barueri (SP) por 3 sets a 1 (25/22, 25/10, 21/25 e 25/14), no José Correa, em Barueri (SP) A norte-americana Fawcett foi premiada com o Troféu VivaVôlei Cimed e a ponteira Ellen foi a maior pontuadora, com 22 pontos.

O São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) levou a melhor sobre o Vôlei Bauru (SP) por 3 sets a 1 (28/26, 19/25, 25/21 e 29/27), no ginásio Lauro Gomes, em São Caetano (SP), e a levantadora Ana Flávia recebeu o Troféu VivaVôlei Cimed. Apesar do resultado negativo do seu time, a oposta Tifanny foi quem mais pontuou, com 22 pontos.

O Camponesa/Minas (MG) jogou fora e conseguiu boa vitória sobre o Renata Valinhos/Country (SP) por 3 sets a 0 (25/13, 25/15 e 25/15) com dois destaques: Hooker, maior pontuadora do confronto, com 18 pontos, e Macris, eleita a melhor jogadora em quadra e, por isso, dona do Troféu VivaVôlei Cimed. A partida foi disputada no ginásio Pedro Ezequiel da Silva, em Valinhos (SP).

 O Pinheiros (SP) levou a melhor sobre o BRB/Brasília Vôlei por 3 sets a 0 (25/18, 25/23 e 27/25), no Henrique Villaboim, em São Paulo (SP), em noite de Brunas. A oposta Bruna Honório foi a maior pontuadora, com 16 pontos, e a levantadora Bruninha foi eleita a melhor da partida e recebeu o Trófeu VivaVôlei Cimed.

O JOGO
Numa boa pelo meio, o Vôlei Nestlé fez o primeiro ponto do jogo. O Vôlei Nestlé começou melhor, abriu quatro pontos (5/1) e o treinador Bernardinho pediu tempo. Se aproveitando dos erros do time carioca, o time de Osasco abriu seis pontos (9/3). Bem no bloqueio, o Vôlei Nestlé manteve a vantagem no placar (12/6). Quando o time de Osasco fez 16/8, o treinador Bernardinho voltou a parar o jogo. O Vôlei Nestlé dominou a parcial até o final e venceu o primeiro set por 25/13.

O Vôlei Nestlé fez 4/2 no início do segundo set. Quando as visitantes fizeram 9/5, o treinador Bernardinho parou o jogo. Bem no saque, o Sesc RJ encostou (11/10) e foi a vez o técnico Luizomar de Moura parar o jogo. O bloqueio do time de Osasco voltou a funcionar e o Vôlei Nestlé abriu quatro pontos (16/12). Numa boa sequência de saques da central Juciely, as donas da casa viraram o marcador e abriram três pontos (20/17). O Vôlei Nestlé fez três pontos seguidos e empatou (20/20). O final da parcial foi disputado ponto a ponto e o time carioca levou a melhor no final por 26/24.

A vitória no segundo set fez bem ao time carioca que abriu três pontos no início da terceira parcial (6/3).  Bem no bloqueio, o Vôlei Nestlé deixou tudo igual no marcador (11/11). O set ficou disputado ponto a ponto. Com Tandara bem no ataque, o Vôlei Nestlé abriu dois pontos (19/17). A levantadora Roberta conseguiu mais uma vez uma boa sequência de saques e o time carioca virou o marcador (23/20). O Sesc RJ segurou a vantagem e levou a melhor no segundo set por 25/22.

 O quarto set começou equilibrado. Quando o Vôlei Nestlé abriu dois pontos (7/5), o treinador Bernardinho pediu tempo. A paralisação fez bem as cariocas que viraram o marcador (9/8).  Bem no bloqueio, o Sesc RJ abriu três pontos (13/10). O time carioca fez 15/11 e o treinador Luizomar de Moura pediu tempo. O Sesc RJ segurou a vantagem até o final e venceu o set por 25/21 e o jogo por 3 sets a 1.

EQUIPES:
SESC RJ – Roberta, Peña, Drussyla, Gabi, Juciely e Mayhara. Líbero – Fabi
Entraram – Natiele, Kasiely e Vitória
Técnico – Bernardinho

VÔLEI NESTLÉ – Fabíola, Tandara, Mari Paraíba, Ângela Leyva, Ninkovic e Bia. Líbero – Tássia
Entraram – Kika, Lorenne, Carol Albuquerque, Nati Martins,
Técnico – Luizomar de Moura

DÉCIMA PRIMEIRA RODADA DO RETURNO
02.03 (SEXTA-FEIRA) – Sesi-SP 1 x 3 Fluminense (RJ), às 21h30, no Sesi, em Santo André (SP) (27/29, 16/25, 25/22 e 20/25)
02.03 (SEXTA-FEIRA) – Pinheiros (SP) 3 x 0 BRB/Brasília Vôlei (DF), às 21h30, no Henrique Villaboin, em São Paulo (SP) (25/18, 25/23 e 27/25)
02.03 (SEXTA-FEIRA) – São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) 3 x 1 Vôlei Bauru (SP), às 21h30, no Lauro Gomes, em São Caetano (SP) (28/26, 19/25, 25/21 e 29/27)
02.03 (SEXTA-FEIRA) – Renata Valinhos/Country (SP) 0 x 3 Camponesa/Minas (MG), às 21h30, no Pedro Ezequiel da Silva, em Valinhos (SP) (13/25, 15/25 e 15/25)
02.03 (SEXTA-FEIRA) – Hinode Barueri (SP) 1 x 3 Dentil/Praia Clube (MG), às 21h30, no José Correa, em Barueri (SP) (22/25, 10/25, 25/21 e 14/25)
02.03 (SEXTA-FEIRA) – Sesc RJ 3 x 1 Vôlei Nestlé (SP), às 21h30, no Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ) – SporTV (13/25, 24/26, 2522 e 25/21)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro.

COMPARTILHE:


Confira também:


Siqueira no Senado

Governador Wanderlei Barbosa prestigia posse de Siqueira Campos no Senado

Durante discurso, Wanderlei Barbosa ressaltou a importância história de Siqueira Campos, como líder fundamental na criação do Tocantins.

TJTO

Juíza determina que o Estado e o município de Palmeirópolis forneçam, em 10 dias, remédio contra hanseníase a paciente

O descumprimento da sentença acarretará em multa diária de R$ 1mil (individualizada em R$ 500,00 para cada uma das partes requeridas - Estado e o Município) e limitada a R$ 30mil


Formação

Unitins traz Viviane Mosé para evento de qualificação de professores

Professora há mais de 30 anos, a palestrante é reconhecida nacionalmente pela atuação na área educacional


Luto

Morre a Auditora Fiscal Elizabeth Leda, aos 73 anos

Irmã da também Audiora Fiscal, Ana Maria Leda Barros e tia do vereador Rogério Freitas, Dra Beth no início da implantação do Estado do Tocantins exerceu o cargo de Coordenadora de Recursos Humanos do Estado


Norte do TO

Polícia Civil prende mais um suspeito de participar de homicídio de adolescente em Araguaína


Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais


Influencer

Gabriel Farhat comanda direção artística de novo projeto musical



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira