Palmas, 18/10/2017

Esporte

Destaque

TIME Oi: Brasileiros fazem dobradinha histórica e conquistam a etapa do mundial de Surfe nos Estados Unidos

  • Surfistas do Time Oi, Silvana Lima e Filipe Toledo venceram todas baterias que disputaram e sa√≠ram com o t√≠tulo da 8¬™ etapa da Liga Mundial de Surfe.

TIME Oi: Brasileiros fazem dobradinha histórica e conquistam a etapa do mundial de Surfe nos Estados Unidos



O surfe brasileiro fez história hoje nos Estados Unidos. Na 8ª etapa da Liga Mundial de Surfe (WSL), a surfista cearense Silvana Lima e o paulista Filipe Toledo venceram respectivamente a etapa feminina e masculina do mundial na praia de Trestles, Califórnia. Invictos, os dois surfistas venceram todas as baterias que disputaram e que confirmam Silvana Lima na elite do surfe feminino em 2018 e Filipinho como um dos maiores concorrentes pelo título mundial de 2017, juntamente com o atual líder do ranking, o sul-africano Jordy Smith.

 

A brasileira Silvana Lima, surfista do time Oi, foi a grande campe√£ da etapa feminina. O resultado marca uma volta ao surfe de alto n√≠vel da brasileira, que chegou a Trestles na 15¬™ posi√ß√£o do ranking e com esta vit√≥ria subiu para o 13¬ļ posi√ß√£o. Aos 32 anos, Silvana √© a competidora mais experiente no Championship Tour feminino. Ap√≥s levar o QS 6000 do M√©xico, a cearense conseguiu seu melhor resultado nesta temporada na elite do surfe que tamb√©m confirma sua presen√ßa na tour de 2018. "Estava me sentindo muito confiante. Eu ainda n√£o acredito que venci aqui. Que felicidade que estou sentindo. Desde o come√ßo fiquei pensando que √© um lugar muito especial, amo vir para c√°. O Brasil est√° em festa, obrigado a todo mundo", comemorou Silvana ap√≥s o t√≠tulo.

 

Em grande forma e com um surfe agressivo nas pequenas ondas de Trestles, Silvana não deu chances à australiana Keely Andrew e venceu por 17,60 pontos a 10,93 de Keely. Na semifinal, Silvana venceu a norte-americana Lakey Peterson, mas foi mais apertado: 16.90 pontos contra 15.60. Na fase anterior, de quartas de final, outra disputa acirrada, desta vez com a australiana Stephanie Gilmore. Com duplo 8.93, a brasileira somou 17.86 pontos contra 16.30. Ela havia batido justamente Gilmore na terceira rodada, além da francesa Johanne Defay. Na primeira rodada, Gilmore havia sido vítima da brasileira mais uma vez, além da havaiana Carissa Moore. Todas as surfistas que Silvana venceu na etapa americana estão acima dela no ranking.

 

J√° o paulista Filipe Toledo, com a vit√≥ria na etapa americana, chegou ao seu quinto campeonato na Liga Mundial de Surfe. Antes, ele j√° havia vencido em Gold Coast (AUS), no Rio de Janeiro (BRA), em Peniche (POR) e em Jeffreys Bay (AS). Com um surfe potente e disruptivo, Filipe Toledo venceu todas as baterias que disputou no campeonato e na grande final superou o atual l√≠der do ranking, o sul-africano Jordy Smith, por 15,67 pontos a 9,80. Na campanha at√© o t√≠tulo, Filipinho deu show, com pontua√ß√Ķes altas desde a primeira fase como na semifinal, onde superou o atual campe√£o mundial John John Florence, em uma disputa com ondas de 1 metro e um mar totalmente glass. "√Č um momento muito especial. Sempre parava na semifinal. Agora vencer Jordy, que me venceu ano passado, √© uma emo√ß√£o incr√≠vel. √Č Brasil! Eu e Silvana!", disse Filipinho logo ap√≥s sair do mar.

 

Os demais surfistas brasileiros do Time Oi tamb√©m conquistaram valiosos pontos na etapa de Trestles. Adriano de Souza terminou em 5¬ļ lugar enquanto que Gabriel Medina e √≠talo Ferreira finalizaram na 25¬™ coloca√ß√£o. V√°rios surfistas est√£o na disputa do titulo da Liga Mundial faltando apenas tr√™s etapas para o final do CT masculino. A nona etapa acontece de 07 a 18 de outubro, em Nouvelle-Aquitaine, na Fran√ßa.

 

A Oi e o esporte

A companhia tem longo hist√≥rico de apoio ao esporte, com patroc√≠nios a grandes eventos, equipes e atletas de diferentes modalidades como basquete, surfe e skate. O incentivo da Oi a projetos esportivos √© estrat√©gico, pois reconhece a import√Ęncia do esporte como ferramenta de intera√ß√£o entre as pessoas e as cidades, seja atrav√©s da sua pr√°tica, ou por meio de manifesta√ß√Ķes culturais como o grafite e a m√ļsica. A empresa acredita que o esporte e o incentivo √† cultura urbana potencializam conex√Ķes e amplia repert√≥rios, aproximando pessoas de diferentes tribos, exercendo um importante papel no processo de desenvolvimento individual e social.

 

Este ano, a Oi patrocinou pelo terceiro ano consecutivo o Oi Rio Pro, a etapa brasileira do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour (CT), o campeonato mundial de surfe. Al√©m disso, patrocina os surfistas brasileiros de destaque na WSL: Gabriel Medina, √ćtalo Ferreira, Filipe Toledo, Silvana Lima e Adriano de Souza, o Mineirinho, al√©m do surfista Davizinho, de 11 anos, atual campe√£o mundial de surfe adaptado. Recentemente, como parte do legado do patroc√≠nio aos Jogos Cariocas de Ver√£o de 2016, a Oi construiu pistas de skate em Manguinhos e S√£o Jo√£o da Barra e reformou o park de Campo Grande ‚Äď  aproveitando assim o grande potencial do esporte urbano para aproximar culturas e realidades, promovendo encontros e transformando espa√ßos p√ļblicos.

 

Resultado Oficial da etapa de Trestles, nos Estados Unidos 2017:

 

1 - Filipe Toledo (BRA)

2 - Jordy Smith (AFS)

3 - Adrian Buchan (AUS)

3 - John John Florence (HAV)

5 - Adriano de Souza (BRA)

5 - Frederico Morais (POR)

5 - Jeremy Flores (FRA)

5 - Kanoa Igarashi (EUA).

 

 

Próximas etapas da Liga Mundial de Surfe (WSL):

 

9ª etapa: 07 a 18 de outubro

Quiksilver Pro France

Landes, Nouvelle-Aquitaine, France

 

10ª etapa: 20 a 31 de outubro

MEO Rip Curl Pro Portugal

Peniche, Portugal

 

11ª etapa: 08 a 20 de dezembro

Billabong Pipe Masters

Banzai Pipeline, Oahu, Hawaii

 

Fotos: WSL / Sean Rowland


Confira também


Coment√°rios

comments powered by Disqus