Thursday, 18 de April de 2019

ESTADO


Defesa

Adapec celebra 20 anos de história com ampla lista de realizações

11 Dec 2018    12:58    alterado em 11/12 às 12:58

O dia 10 de dezembro de 1998 tornou-se um marco na histórica no setor agropecuário do Tocantins, com a criação da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) por força da Lei nº 1027. Desde então, o Estado passou a adotar medidas visando à vigilância, normatização, fiscalização, inspeção e execução de atividades ligadas à defesa animal e vegetal, o que proporcionou a abertura e o crescimento do comércio tocantinense de produtos de origem animal e vegetal dentro e fora do país.

Francisco Ramos, servidor da Adapec, atua desde 1992 no sistema de defesa agropecuária do Tocantins e colaborou na implantação da Agência.  Ele recorda que na Secretaria Estadual da Agricultura e Pecuária (Seagro) existia uma Diretoria de Produção Animal que entre as atribuições gerenciava o Programa de Febre Aftosa. “Em 1994 começamos uma discussão em torno da defesa sanitária através do Circuito Agropecuário Centro-Oeste, o qual o Tocantins fazia parte, com o objetivo de controlar a febre aftosa e preparar a região para o comércio internacional de carne”, relembra Francisco.

Na época existiam muitos focos de febre aftosa no Tocantins, e isso, impedia o comércio da carne tocantinense, mesmo assim, o rebanho crescia e as lavouras avançavam, principalmente as culturas de soja e a banana. Foi então que o governador Siqueira Campos, sob recomendação do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) resolveu criar um órgão com autonomia administrativa e financeira para controlar o sistema de agrodefesa. Com isso, foi criada a Adapec, a primeira agência de defesa agropecuária do Brasil.

“Um dos primeiros trabalhos que realizamos na Adapec, foi um recadastramento geral de propriedades e do rebanho para termos um diagnóstico da realidade”, conta Francisco, acrescentando que a fase de implantação e restruturação da Agência se deram entre os 1998 e 2000 com servidores do quadro geral e contratação de cooperativas de serviços que atuaram nos serviços de campo.

À medida que o Mapa foi auditando o serviço de defesa agropecuária do Tocantins, a Adapec foi adequando sua estrutura com a criação das barreiras fixas e volantes, regionais, unidades locais e seccionais. As primeiras cidades do Estado a terem escritórios descentralizados foram Porto Nacional, Gurupi, Araguaína, Taguatinga, Paraiso, Cristalândia e Colinas.

Hoje a Adapec atende os produtores rurais nos 139 municípios do Estado, conta ainda com 20 barreiras fixas e 14 barreiras volantes que auxiliam no processo de fiscalização e trânsito de animais e vegetais, bem como de produtos e subprodutos destes, a fim de garantir a sanidade dos rebanhos, lavouras, combate ao comércio clandestino, e principalmente fortalecer o agronegócio no Tocantins.

O produtor rural Raimundo Nonato Ribeiro Coelho, 53 anos, pecuarista do município de Rio Sono, destaca a importância da Agência para os produtores rurais. “Eu tenho exatos 20 anos que utilizo os serviços da Adapec, e aqui sempre fui muito bem atendido. É um órgão de grande relevância para nós produtores rurais, um parceiro nosso. Em algumas ocasiões que necessitei de averiguações sobre doenças no rebanho na minha propriedade fui imediatamente atendido pela equipe, por isso, parabenizo todos os funcionários que trabalham neste órgão pelos 20 anos de sua criação”, disse o produtor rural.

“Celebramos hoje 20 anos de criação da Adapec, mais que uma data histórica, este dia serve para recordarmos os avanços que tivemos desde a implantação desta Agência. Temos o 11º primeiro maior rebanho do país, estamos há 21 anos livre da febre aftosa com vacinação e caminhando para a retirada da vacina a partir de 2021, batendo recordes em vacinação contra brucelose, temos ainda mais de 20 programas sanitários nas áreas animal e vegetal que controlam doenças e pragas. Monitoramos a ferrugem asiática na soja em mais de 1.500 propriedades no Tocantins”, destaca o presidente da Adapec, Alberto Mendes.

Dados
Adapec conta com 1.372 servidores, sendo que 85% destes são efetivos. Desde 2013 possui quadro técnico próprio.

COMPARTILHE:


Confira também:


Feriado

PRF faz operação especial nas rodovias para feriado de Semana Santa

Segundo a PRF, as maiores preocupações dos agentes são com a embriaguez ao volante, o uso de cinto de segurança e do assento especial para crianças.

Recursos em Brasília

Carlesse solicita ao presidente Bolsonaro a construção da TO 500, recursos para ponte de Porto e apresenta plano de recuperação do Estado

Outro projeto estruturante importante para o Tocantins apresentado pelo Governador, foi o da revitalização do Projeto Rio Formoso, em Formoso do Araguaia. A solicitação do Governo do Tocantins é de um aporte de R$ 400 milhões.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira