Tuesday, 19 de February de 2019

ESTADO


Gurupi

Decreto propõe diminuição no tempo de espera das filas de banco

29 Jul 2008

Na última semana, foi regulamentada pelo prefeito Alexandre Abdalla (PR) a lei Municipal nº 1.367, que decreta a redução do tempo de espera dos atendimentos aos usuários de agências bancárias de Gurupi.

O decreto estabelece que o horário de atendimento ao cliente deve ser de 15 minutos em dias normais e, em feriado prolongado ou em dia de pagamento de funcionários públicos, o tempo de espera deve ser de no máximo 30 minutos.

Caso a regra não seja cumprida, os bancos podem ser multados entre 200 e 800 UFIRs e ainda ter o alvará de licença de funcionamento suspenso.

O usuário que quiser denunciar abuso no tempo estabelecido pela nova lei poderá entrar com um requerimento escrito na Coordenação de Fiscalização do Município, que tomará as devidas providências.

De acordo com o coordenador do município, Carlos Souza Oliveira, será montada uma estratégia de fiscalização.

O office-boy Rodrigo Ferreira diz que esta lei beneficiará muito, já que atualmente se perde muito tempo nas filas de banco. “Às vezes deixamos de fazer um serviço porque perdemos uma tarde inteira na fila. E em quase todos os bancos é assim. O pior de tudo é que geralmente temos que ir a mais de uma agência, então fica muito difícil. Mas, espero que esta lei seja a solução”, desabafou.

A lei que disciplina o tempo de espera nas filas bancárias foi criada em 2000. Em 2005, na administração do prefeito João Cruz, o decreto aplicou algumas sanções administrativas às agências bancárias, que recorreram à Justiça. O novo decreto municipal, além de estar protegido por uma decisão do Superior Tribunal de Justiça, que entrega aos municípios a capacidade de legislar sobre o assunto, está mais fácil de ser aplicado, com regras de fiscalização menos complexas.

COMPARTILHE:


Confira também:


Operação Fantoche

PF prende presidente da CNI, Robson Andrade

Investigação mira convênios de unidades do Sistema S

Exonerações Suspensas

Justiça atende DPE e MPE e suspende ato do governo que exonerou profissionais da saúde

Efeitos do ato declaratório nº 01/2019 estão suspensos. Defensoria Pública e MPE expuseram na ação civil pública que o Ato ainda gera graves consequências na desassistência da saúde pública.



Contratos Temporários

Prefeitura de Palmas abre edital para contratação de 34 servidores temporários

O processo seletivo simplificado será composto por três etapas de caráter eliminatório e classificatório, sendo análise curricular, comprovação de experiência profissional, avaliação de títulos e entrevista.


Ponte de Porto

Defensoria e OAB vão integrar comissão que trata sobre interdição da ponte de Porto Nacional

Audiência, realizada na sexta-feira, 15, debateu os principais impactos gerados com a interdição


Ocorrência

Polícia Civil apreende 30 kg de maconha e prende traficante no Sul do Estado

As investigações da Polícia Civil constataram que Hailton trazia, do Estado de Goiás, grandes quantidades de entorpecentes para Gurupi e região, e que, nessa madrugada, outra remessa chegaria ao Tocantins.


Meio Ambiente

Municípios têm apenas 30 dias para protocolar processo do ICMS Ecológico no Naturatins


Diálogo

Secretários apresentam plano de reestruturação à instituições dos diferentes poderes do Estado


Itelvino Pisoni

Sistema Fecomércio Tocantins realiza visita a Prefeita Cinthia Ribeiro


Tocantins

Dispara número de casos prováveis de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti


HGP

Defensoria emite recomendação para Sesau por desassistência na oferta de cirurgias cardiológicas em Palmas


Adapec

Produtor rural pode emitir Guia de Trânsito Animal de qualquer localidade



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira