Saturday, 19 de October de 2019

ESTADO


Cuidados

Energisa: solicitar alteração de carga de energia diminui riscos de incêndio

09 Mar 2019    00:25    alterado em 09/03 às 00:25
Energisa: solicitar alteração de carga de energia diminui riscos de incêndio

Alguns cuidados com a rede elétrica são fundamentais para garantir segurança e a qualidade no fornecimento de energia. Uma causa comum para faltas de energia, curtos-circuitos e até incêndios em residências, comércios e outras estruturas é a sobrecarga. Para evitar esses transtornos e garantir não só a segurança da população, mas também que não falte energia em sua região, é importante que os clientes informem à Energisa sempre que forem ampliar o consumo de energia.
 
“O cliente declara uma carga para a concessionária quando pede a ligação de energia e a Energisa disponibiliza a energia conforme a necessidade relatada pelo cliente, de forma a assegurar a qualidade necessária para que os equipamentos listados pelo cliente funcionem. Quando o cliente amplia o seu consumo, comprando mais aparelhos eletroeletrônicos (ar-condicionado, geladeira, etc) é preciso informar a Energisa”, orienta Graziela Matos de Jesus, coordenadora de Planejamento Operacional da Energisa. 
 
Graziela explica que a declaração de carga não tem impacto no valor cobrado na conta de luz. “Informar quais os equipamentos tem em casa não vai aumentar a conta de luz, pois o valor da conta está ligado a quantidade de energia consumida, e a leitura do consumo é feita mensalmente. Portanto, declarar a carga só beneficia o cliente, que terá energia de qualidade em casa.” 
 
Quando a declaração de carga é realizada de forma parcial ou incorreta, a concessionária não consegue dimensionar a rede de distribuição necessária para o fornecimento de energia, ou seja, não saberá quando o transformador ou a rede estarão sobrecarregados. “É comum, quando há sobrecarga em um transformador, o cliente reclamar do nível de tensão, oscilação ou até provocar a queima do transformador em alguns casos. Enfim, são problemas que podem ser evitados quando a carga está dimensionada corretamente.”
 
Graziela cita um exemplo do impacto de uma declaração de carga incorreta. “Recentemente, um cliente pediu uma nova ligação de energia, mas não informou que no local funcionaria uma fábrica de pão. Resultado: quando ele ligou os seus fornos elétricos e outros maquinários, provocou a interrupção do fornecimento de energia para o resto da quadra onde está a fábrica.”
 
O principal problema causado por uma sobrecarga é colocar em risco as instalações elétricas e consequentemente, as pessoas que estão no local onde há a sobrecarga. “É um risco para a segurança de todos, pois se os cabos e disjuntores estiveram mal dimensionados, podem sofrer aquecimento acarretando em queima ou até incêndio na edificação”, enfatiza Graziela.
 
Quando a declaração de carga é feita de forma correta, a Energisa pode fazer o dimensionamento da rede de distribuição (dos transformadores e dos cabos) necessária para atender adequadamente a unidade consumidora, mantendo assim a qualidade da energia recebida e a segurança. “Com a informação correta podemos planejar obras de melhorias e ampliação da rede para adequação. Assim, evitamos que o cliente tenha problema com seus equipamentos ou até mesmo causar um incêndio”, orienta.
 
Confira as dicas:
 
• Sempre que for solicitar uma ligação nova faça a declaração da carga a ser atendida (quantidade de lâmpadas, equipamentos eletrodomésticos, tomadas, etc.), assim a Energisa irá definir a categoria do padrão de entrada. É importante que o cliente informe corretamente todas as cargas, principalmente as que causam perturbações e oscilações no sistema elétrico, como freezers, aparelhos de solda, ar-condicionado, são alguns exemplos;
 
• No pedido de ligação também é importante o cliente informar se sua solicitação será para atendimento definitivo ou provisório;
 
• Contrate profissionais habilitados para projetar e construir as instalações elétricas de suas edificações.
 
Canais de atendimento ao cliente:
• Aplicativo para celular Energisa On (disponível para iOS, Android e Windows Phone)
• www.energisa.com.br
• www.facebook.com/energisa
• Agências de atendimento presencial
• Ouvidoria – 0800 646 1196

COMPARTILHE:


Confira também:


Proteção de Indígenas

MPF/TO recomenda providências para proteção de indígenas isolados avistados na Ilha do Bananal

A população avistada provavelmente é do povo Avá-Canoeiro, também conhecido regionalmente como “Cara Preta”.

AL

Presidente da ATS deve ser convidado a prestar esclarecimentos

Os deputados querem esclarecimentos sobre o pagamento dos serviços prestados ao Governo do Estado há mais de um ano. Na tentativa de sensibilizar a população, os manifestantes colocaram carros-pipa à frente da sede do Legislativo e também faixas com pedido


TJTO

“Tudo funciona melhor quando nos colocamos na posição de ouvinte”, destaca o presidente do TJ ao abrir seminário

O presidente do TJTO, desembargador Helvécio Maia, ressaltou que todas as ações do Poder Judiciário vêm sendo pautadas no diálogo com a sociedade e com todos os atores que compõem o Sistema de Justiça.


IEES

Semana de fisioterapia do HGP destaca avanços e atualiza profissionais

O evento acontece no Instituto de Excelência em Educação e Saúde (IEES), em Palmas e reúne profissionais de diversas áreas.


IFTO

Elenil apoia projeto do IFTO que vai levar cursos técnicos aos 139 municípios do Tocantins


Polícia Civil

Suspeito de aplicar golpes pela internet é preso pela Polícia Civil em Xambioá


Refis 2019

Refis 2019 negocia cerca de R$ 48 mi em quatro dias; negociações se encerram neste domingo, 20


Coca-Cola

Com conceito “Juntos a Magia Acontece”, Coca-Cola dá Início à Campanha de Natal 2019


Interior

Polícia Civil desarticula ponto de venda de drogas e prende dois traficantes em Itacajá


Agropecuária

Controle de comercialização de vacinas em lojas agropecuárias passa a ser informatizado



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira