Palmas, 19/01/2018

Estado

Op. Paz Social

Forças de Segurança divulgam balanço da Operação Paz Social

  • A referida operação foi deflagrada visando coibir a prática de ilícitos penais, tais como: perturbação do sossego, prostituição infantil, porte de arma de fogo, tráfico de drogas, bem como vários outros tipos de crimes

Dennis Tavares

Forças de Segurança divulgam balanço da Operação Paz Social



As Forças de Segurança Pública divulgaram na tarde da última terça-feira, 19, o balanço das ações realizadas durante a operação Paz Social, II etapa, a qual foi deflagrada, no último final de semana em Palmas.

A referida operação foi deflagrada visando coibir a prática de ilícitos penais, tais como: perturbação do sossego, prostituição infantil, porte de arma de fogo, tráfico de drogas, bem como vários outros tipos de crimes. Foram empregados 80 policiais, fiscais e agentes de segurança pública e 35 veículos.

Durante as ações, as forças de segurança compostas por policiais civis, policiais militares, bombeiros militares, peritos criminais, médicos legistas, agentes de trânsito, guardas metropolitanos e técnicos da vigilância sanitária e postura, conselheiros tutelares, além de funcionários da companhia de energia elétrica, realizaram blitz com abordagens a veículos e pessoas suspeitas, fiscalização documental em estabelecimentos que vendem bebidas alcoólicas, além da prisão/apreensão de pessoas e objetos ilícitos encontrados.

Os alvos foram apontados por todas as instituições parceiras, levando-se em consideração a quantidade de ocorrências policiais e administrativas envolvendo os referidos estabelecimentos comerciais.

Resultados obtidos

Em decorrência da fiscalização realizada pelos órgãos e entidades integrantes da operação, nesta segunda fase, atuando de forma planejada e coordenada, foram abordadas 320 pessoas, fiscalizados 180 veículos, dos quais 08 foram removidos ao pátio da prefeitura municipal por estarem transitando de forma irregular, além de 03 condutores notificados por embriagues ao volante.

Foram fiscalizados 25 estabelecimentos, dos quais nove foram notificados por irregularidades junto ao Corpo de Bombeiros (inadequação de itens de segurança, prevenção a incêndio e pânico), e outros dois foram multados. Houve cinco autuações em flagrante delito, dentre as quais: três donos de estabelecimentos presos por poluição ambiental (art. 54, caput, da lei 9605/98), uma pessoa presa por tráfico de drogas – substância testada positivo para maconha (art. 33, da lei 11343/2006) e um motorista foi preso em flagrante por conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool (enquadrado no art. 306 do CTB).

Total de procedimentos efetuados pela fiscalização de posturas 14 - Notificações (falta de alvará e ocupação do passeio com mesas e cadeiras); 12 - Autos de Infração (perturbação do sossego público, ocupação do passeio com mesas e cadeiras, invasão de APM e Alvará vencido) e 04 - Embargos de Estabelecimentos (por não possuir alvará e por inconsistência no horário de funcionamento)

Diante das ações realizadas e dos resultados obtidos consideramos que os objetivos foram atingidos e a integração das forças policiais e administrativas foi o ponto forte da operação.

A 1ª etapa da operação Paz Social foi deflagrada no final de semana entre os dias 1 a 3 de dezembro e resultou na abordagem a diversos bares,  veículos e pessoas em atitude suspeita. Na oportunidade foram realizados vários procedimentos administrativos e criminais, os quais trouxeram mais paz, segurança e tranqüilidade à população de Palmas.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus