Palmas, 18/10/2017

Estado

Indonésia

Governo garante 400 mil dólares para preservação ambiental no Tocantins em reunião na Indonésia

  • O recurso será administrado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD)

Governo garante 400 mil dólares para preservação ambiental no Tocantins em reunião na Indonésia



Fátima Miranda/Governo do Tocantins
 
O Tocantins receberá cerca de 400 mil para programas que tenham como foco a redução do desmatamento e o desenvolvimento das cadeias produtivas sustentáveis. O anúncio, da liberação de 25 milhões de dólares aos estados que fazem parte da Força-tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF) e que estejam comprometidos com a causa, foi feito durante a reunião anual da GCF, realizada na cidade de Balikpapan, Indonésia, nesta quinta-feira, 28, pelo embaixador da Noruega, Vegard Kaale. O recurso será administrado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

 A vice-governadora Claudia Lelis, que está na Indonésia participando do encontro, comemorou a liberação dos recursos e destacou a importância deste valor para o Tocantins. Segundo a vice-governadora, o aquecimento global precisa ser combatido e o Brasil, especialmente os estados da Amazônia legal possuem papel fundamental, juntos podem contribuir com ações ambientais e projetos de proteção da biodiversidade. Se os recursos forem aplicados em programas ambientais que possam reduzir o aquecimento global, muito menos os países que sofrem com catástrofes naturais irão gastar.

"Esses recursos são fundamentais para que o Tocantins possa dar continuidade ao seu planejamento ambiental e às ações de combate ao desmatamento, de prevenção das queimadas e ainda projetos de energia renovável", explicou Claudia Lelis, acrescentando que "todos nós, governadores dos estados da Amazônia legal, estávamos ansiosos aguardando a liberação desse dinheiro".

A secretária de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Meire Carreira, que também está na Indonésia participando das discussões, comemorou a liberação dos recursos e explicou que, no Tocantins, os projetos que serão financiados com esses recursos já estão prontos e deverão ser enviados nos próximos dias. Meire Carreira explicou ainda que a participação do Estado neste encontro do GCF foi fundamental, pois se deve ao comprometimento público dos estados nas reuniões do GCF que fizeram com que o Governo da Noruega disponibilizasse os recursos imediatamente. 

"A nossa participação demonstra para todos os países que fazem parte da Força-tarefa do Clima, e para o mundo, que estamos abertos ao diálogo, e que o Tocantins está engajado e comprometido com a preservação ambiental do seu território. As instituições internacionais financiadoras de recursos só financiam projetos quando percebem o engajamento do Governo, e isto o Tocantins demonstrou no encontro, por isso estamos voltando para nosso estado com essa boa notícia. Nos próximos anos, teremos esses recursos para aplicar em projetos que irão promover a sustentabilidade econômica e social do Tocantins", explicou Meire Carreira.

Os projetos do Tocantins que serão financiados pelo fundo da Noruega são: Campo Sustentável - Estratégia de Implementação de Cadeias de Commodities no Tocantins, que propõe que compradores possam obter produtos alimentícios produzidos em território tocantinense sem acontecer o desmatamento. Outro projeto é o Estimativa de Biomassa de Carbono no Cerrado, que realizará um estudo sobre a capacidade de armazenamento de carbono nas florestas tocantinenses.


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus