Friday, 14 de December de 2018

ESTADO


Prisão

Justiça Federal no Tocantins condena sequestradores

03 Jul 2008

Medida é resultado de denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal no Tocantins em novembro de 2006.

A Justiça Federal do Tocantins condenou os réus Rafael Rabelo Júnior e Marcelo Bruno Pereira Mazaferro a nove anos de reclusão, em regime incialmente fechado, pelo sequestro de familiares de Célio Mendes da Silva, ocorrido na cidade de Colinas em abril de 2003. Os criminosos chegaram a obter o resgate para que as vítimas fossem libertadas com vida.

A ação criminosa teve início na residência de Célio, então gerente da Caixa Econômica Federal em Colinas, durante o horário de almoço, quando os bandidos invadiram a casa e sob ameaça de armas de fogo e granadas, renderam o gerente, sua esposa e seus dois filhos. Célio foi obrigado a ir até a agência da CEF, acompanhado de Bruno, que deveria ser apresentado como empresário até que estivessem dentro da agência, quando foi anunciado o assalto. Os familiares de Célio só seriam libertados com vida se as condições impostas fossem cumpridas e o dinheiro do cofre entregue.

O cofre foi aberto por programação dos gerentes, e todo o dinheiro guardado foi retirado em um total de aproximadamente 15 mil reais. Após diversas ameaças, a família de Célio foi libertada por volta de 15 horas.

Entre outros aspectos, foi considerado na sentença a comprovada culpabilidade dos réus e a personalidade voltada para a prática de delitos, os motivos egoísticos do crime e a exposição de inocentes a risco de morte, além das consequências relativamente graves do crime, já que não houve ressarcimento do prejuízo. Rafael  respondeu em interrogatório, quando questionado sobre seus meios de vida, que era assaltante de banco.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

12

PARABÉNS!
PARABÉNS!

10

BOM
BOM

10

AMEI!
AMEI!

14

KKKK
KKKK

10

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

7

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

8

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


CPPA

Mesmo com situação levada à Justiça, esgoto a céu aberto continua na CPPA

MPE/TO e Prefeitura também judicializaram o caso, mas o problema continua na Casa de Prisão Provisória

Sindicância

Estado abre sindicância para apurar situação de servidores na Secretaria de Governo

De 18 de dezembro a 28 de fevereiro de 2019, terá início o recadastramento de todos os servidores do Poder Executivo




  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira