Wednesday, 17 de July de 2019

ESTADO


Saúde

Monitoramento da saúde nas Unidades prisionais do Estado

24 Aug 2018    17:42

A Secretaria da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Diretoria de Políticas e Projetos de Educação para o Sistema Prisional, elaborou um cronograma de monitoramento da saúde nas unidades prisionais que foi iniciado no mês de julho e tem realizado avaliações multiprofissionais, que visam identificar a situação de saúde dos reeducandos e dos estabelecimentos prisionais do estado. A equipe é formada por duas psicólogas e um médico.

O monitoramento consiste em avaliar as demandas de cada unidade prisional, fazendo análise da situação de saúde, de doenças, de agravos e renovando receitas. O monitoramento está sendo feito por região com a finalidade de compreender as características e problemas de cada região do Estado.

O atendimento feito pela equipe é baseado no roteiro de avaliação específico de cada unidade prisional. “A realização das ações de saúde são fundamentais para elaborarmos um plano de trabalho para buscar soluções dos agravos de saúde dentro das unidades prisionais, pois o ambiente prisional gera situações de vulnerabilidade entre os apenados”, afirmou Kallynka Souza, analista de psicologia da Seciju.

Unidades monitoradas

Até agora foram analisadas as unidades de Cadeia Publica de Miracema (CMP), Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional (CPPP) e Unidade Prisional Feminina (UPF) de Palmas. Foi verificado, que de modo geral, há a ocorrência de Doenças Crônicas Não Transmissíveis, como hipertensão e diabetes. Há casos de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST's), como HIV e sífilis. Percebeu-se um alto índice de utilização de medicamentos psicotrópicos (tranquilizantes e sedativos), com as diversas indicações.

COMPARTILHE:


Confira também:


Alphaville

MPTO atua e empresas são obrigadas a adequar sistema de iluminação de condomínio de Palmas

A sentença que estipula a adequação no sistema de iluminação do condomínio foi proferida pelo juiz Pedro Nelson de Miranda Coutinho, da 3ª Vara Cível de Palmas.

IML

Em apenas 5h, peritos do IML do Tocantins identificam cadáver carbonizado pela arcada dentária

Procedimento realizado na capital identificou corpo de vítima de incêndio na região Sudeste do Tocantins a partir do confronto entre arcada dentária e prontuário odontológico.


TJTO

Juíza determina que o Estado e o município de Palmeirópolis forneçam, em 10 dias, remédio contra hanseníase a paciente

O descumprimento da sentença acarretará em multa diária de R$ 1mil (individualizada em R$ 500,00 para cada uma das partes requeridas - Estado e o Município) e limitada a R$ 30mil


Formação

Unitins traz Viviane Mosé para evento de qualificação de professores

Professora há mais de 30 anos, a palestrante é reconhecida nacionalmente pela atuação na área educacional


Luto

Morre a Auditora Fiscal Elizabeth Leda, aos 73 anos


Norte do TO

Polícia Civil prende mais um suspeito de participar de homicídio de adolescente em Araguaína


Cidades criativas

Quatro cidades do Brasil concorrem a títulos na Unesco


Grupo Record

Portal R7 ganha novas cores em ação dia e noite da Benegrip


Tocantins

Grupos de Ajuda Mútua dão apoio a dependentes químicos e familiares durante e após recuperação


Reforma

Damaso vota por regra de transição diferenciada para professores e policiais



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira