Tuesday, 19 de February de 2019

ESTADO


Saúde

Monitoramento da saúde nas Unidades prisionais do Estado

24 Aug 2018    17:42

A Secretaria da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Diretoria de Políticas e Projetos de Educação para o Sistema Prisional, elaborou um cronograma de monitoramento da saúde nas unidades prisionais que foi iniciado no mês de julho e tem realizado avaliações multiprofissionais, que visam identificar a situação de saúde dos reeducandos e dos estabelecimentos prisionais do estado. A equipe é formada por duas psicólogas e um médico.

O monitoramento consiste em avaliar as demandas de cada unidade prisional, fazendo análise da situação de saúde, de doenças, de agravos e renovando receitas. O monitoramento está sendo feito por região com a finalidade de compreender as características e problemas de cada região do Estado.

O atendimento feito pela equipe é baseado no roteiro de avaliação específico de cada unidade prisional. “A realização das ações de saúde são fundamentais para elaborarmos um plano de trabalho para buscar soluções dos agravos de saúde dentro das unidades prisionais, pois o ambiente prisional gera situações de vulnerabilidade entre os apenados”, afirmou Kallynka Souza, analista de psicologia da Seciju.

Unidades monitoradas

Até agora foram analisadas as unidades de Cadeia Publica de Miracema (CMP), Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional (CPPP) e Unidade Prisional Feminina (UPF) de Palmas. Foi verificado, que de modo geral, há a ocorrência de Doenças Crônicas Não Transmissíveis, como hipertensão e diabetes. Há casos de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST's), como HIV e sífilis. Percebeu-se um alto índice de utilização de medicamentos psicotrópicos (tranquilizantes e sedativos), com as diversas indicações.

COMPARTILHE:


Confira também:


Operação Fantoche

PF prende presidente da CNI, Robson Andrade

Investigação mira convênios de unidades do Sistema S

Exonerações Suspensas

Justiça atende DPE e MPE e suspende ato do governo que exonerou profissionais da saúde

Efeitos do ato declaratório nº 01/2019 estão suspensos. Defensoria Pública e MPE expuseram na ação civil pública que o Ato ainda gera graves consequências na desassistência da saúde pública.



Contratos Temporários

Prefeitura de Palmas abre edital para contratação de 34 servidores temporários

O processo seletivo simplificado será composto por três etapas de caráter eliminatório e classificatório, sendo análise curricular, comprovação de experiência profissional, avaliação de títulos e entrevista.


Ponte de Porto

Defensoria e OAB vão integrar comissão que trata sobre interdição da ponte de Porto Nacional

Audiência, realizada na sexta-feira, 15, debateu os principais impactos gerados com a interdição


Ocorrência

Polícia Civil apreende 30 kg de maconha e prende traficante no Sul do Estado

As investigações da Polícia Civil constataram que Hailton trazia, do Estado de Goiás, grandes quantidades de entorpecentes para Gurupi e região, e que, nessa madrugada, outra remessa chegaria ao Tocantins.


Meio Ambiente

Municípios têm apenas 30 dias para protocolar processo do ICMS Ecológico no Naturatins


Diálogo

Secretários apresentam plano de reestruturação à instituições dos diferentes poderes do Estado


Itelvino Pisoni

Sistema Fecomércio Tocantins realiza visita a Prefeita Cinthia Ribeiro


Tocantins

Dispara número de casos prováveis de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti


HGP

Defensoria emite recomendação para Sesau por desassistência na oferta de cirurgias cardiológicas em Palmas


Adapec

Produtor rural pode emitir Guia de Trânsito Animal de qualquer localidade



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira