Thursday, 27 de June de 2019

ESTADO


Tocantins

Pecuárias na luta contra violência sexual e trabalho infanto-juvenil

02 Sep 2018    22:22
Pecuárias na luta contra violência sexual e trabalho infanto-juvenil

O Projeto Proteja – Faça Bonito, em articulação com a Rede Estadual de Proteção à Criança e ao Adolescente, ampliará sua área de atuação no enfrentamento à violência sexual e ao trabalho infanto-juvenil, com foco também nas feiras e exposições agropecuárias, como já ocorre durante o Carnaval, as temporadas de praias e as festas juninas. O projeto é desenvolvido pela Gerência de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju).
 
Nesta quinta-feira, 31, equipes de Conselhos Tutelares, Conselhos Municipais da Assistência Social, Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e Centros de Referência de Assistência Social (Cras) de Gurupi, Dueré e Cristalândia reuniram com profissionais da Diretoria de Proteção dos Direitos da Criança e do Adolescente da Seciju para traçar o desenvolvimento do projeto durante suas feiras pecuárias.
 
O projeto visa despertar a atenção da sociedade em geral para assumir a responsabilidade de prevenir e enfrentar o problema da violência sexual e do trabalho infanto-juvenil praticados contra crianças e adolescentes. Seu símbolo é uma flor, como uma lembrança dos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança. A sensibilização popular é feita por meio da distribuição de material informativo e abordagens durante os eventos, considerando que ambientes festivos e os comércios locais têm grande alcance da comunidade em geral, atingindo assim o objetivo de tornar conhecido este tão importante tema.
 
Praias
No mês de julho, o projeto foi levado às praias do estado, alertando para abusos sexuais, violências e trabalho infantil. De acordo com o gerente de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Robson Ferreira, a expectativa é que com ações permanentes e pontuais possam diminuir índices de violência e fortalecer a rede de proteção aos direitos das crianças e adolescentes. “No Tocantins, mais de dez mil crianças desenvolvem algum tipo de trabalho. Somente neste ano, foram identificados mais de 350 casos de violência e exploração sexual. Então, é preciso o envolvimento de toda a rede de proteção”, explica.

COMPARTILHE:


Confira também:


Para Servidores

Marilon Barbosa propõe que prefeita envie à Câmara Projeto de Lei que autorize o empréstimo consignado de recursos do PreviPalmas

Ele ainda sugeriu no anteprojeto que os recursos do PreviPalmas para empréstimos consignados aos servidores públicos municipais sejam alocados no Banco do Povo como linha de crédito exclusiva para empréstimos a esta finalidade.

Ferrovia Norte-Sul

Início das operações da Ferrovia Norte-Sul, entre Anápolis e Porto Nacional, é anunciada

Executivos anunciam que operadora está pronta para fazer o transporte de cargas industrializadas, num trecho de 800 km




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira