Monday, 18 de November de 2019

ESTADO


Gurupi

População reivindica duplicação de avenida

03 Jun 2008

Dona Joana Gomes conta que, há dez anos, mudou-se para a Avenida S-15, no setor Alto da Boa Vista, e, desde esse período, ela já ouvia promessas de que a duplicação no local seria realizada. Ela relata que o movimento na avenida é muito grande. “Lembro que, há alguns anos, meu netos ainda eram bem crianças, e eles tinham bicicletinhas e gostavam de passear na frente da casa. Então eu e minha família temíamos que acontecesse algum acidente, mas nada de grave houve com eles, pois o cuidado era constante” disse. Mas muitos são os que não tiveram a mesma sorte, pois acidentes são um risco contínuo a quem transita pelo local.

A S-15 é a principal avenida que divide os setores Sol Nascente e Alto da Boa Vista, e dá acesso ao Aeroporto da cidade, ao novo campus da Faculdade Unirg e também ao setor Parque das Acácias. A previsão é de que o tráfego cresça mais ainda quando começarem as aulas no novo campus.

Segundo informações do presidente da associação de moradores, Ronaldo Glória, a prefeitura prometeu que, no início do mês de abril, as obras de duplicação seriam iniciadas. No entanto, até agora, nada aconteceu. Ronaldo conta ainda que já houve uma manifestação e que assinaturas foram coletadas com o intuito de sensibilizar o poder público para a questão.

Está previsto para a S-15 dois semáforos, que serão instalados no início da rua, e outro, no cruzamento que dá acesso à pista dupla em direção ao estádio Rezendão.

A prefeitura informou que tão logo será enviada uma ordem de serviço para os engenheiros da AGD - Agência Gurupiense de Desenvolvimento, para que seja levantado todo serviço e orçamento da obra.

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Receita paga hoje as restituições do 6º lote do Imposto de Renda

O lote contempla também restituições dos exercícios de 2008 a 2018

Economia

Com Selic em queda, poupança pode passar a render menos que a inflação

Outro fator é a redução de recursos para o financiamento habitacional. Atualmente, 65% dos recursos de poupança são destinados aos financiamentos habitacionais.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira