Saturday, 16 de February de 2019

ESTADO


Preservação

Praias recebem Projeto Praia Consciente realizado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos

02 Jul 2018    17:35
Divulgação/Governo do Tocantins Praias recebem Projeto Praia Consciente realizado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos Equipe da Semarh durante o Projeto Praia Consciente na praia de Peixe.

A temporada oficial das praias no Tocantins começou e, junto com o período mais movimentado nos rios do Estado, o projeto Praia Consciente realizado pelo terceiro ano consecutivo inicia com a instalação de pontos de coleta de óleo de cozinha usado e oficinas de sabão ecológico. A ação, concebida e executada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), começou neste fim de semana simultaneamente nas praias de Pedro Afonso, Xambioá e Peixe, via assinatura de Termo de Compromisso para a instalação de pontos fixos para o recolhimento do resíduo.

Toda mobilização de educação ambiental é planejada pela equipe da Diretoria de Desenvolvimento Sustentável da Semarh, que, este ano, continuou com a sensibilização direta aos turistas, munícipes e barraqueiros. Blitz ambientais foram realizadas com abordagem sobre a preservação dos recursos hídricos, dicas de combate às queimadas, o não descarte de resíduos sólidos na areia e nos rios; além da orientação voltada exclusivamente aos barraqueiros para que não joguem o óleo de cozinha usado diretamente na água. O objetivo é sensibilizar sobre o perigo ao meio ambiente já que um litro de óleo polui até 20 mil metros cúbicos de água.

Para que o projeto de coleta tenha continuidade, após a temporada de praias, o Termo de Compromisso assinado entre a Semarh e as prefeituras possibilitará a implantação de quatro pontos de coleta para cada cidade, com tonéis e banners. Segundo a técnica e engenheira ambiental da Semarh, Cinthia Azevedo, serão escolhidos pontos estratégicos como escolas municipais e restaurantes, para garantir êxito no projeto. “Com este projeto, a Semarh contribui  para a proteção das águas e do meio ambiente como um todo”, afirmou.

De acordo com a técnica Cinthia, o óleo de cozinha usado servirá para a fabricação de sabão ecológico por meio das oficinas; assim garante a sustentabilidade, com a reutilização, além de promover a economia sustentável.

O secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Leonardo Cintra, destacou que a Semarh visa, a cada ano, consolidar e ampliar o projeto e as parcerias. “É um período de diversão, mas sabemos da importância de atuar para que a população colabore na preservação do meio ambiente não só no período das praias, pois o descarte do óleo usado é altamente impactante aos recursos hídricos”, destacou. O secretário reforça que a sensibilização feita pelos técnicos da Semarh seja praticada no dia a dia. “O foco é que a pessoa mude o hábito e faça a reutilização do óleo”, finalizou.

Oficinas

No total, foram distribuídos 12 tonéis com capacidade de 50 litros cada para recolhimento de óleo de cozinha usado e 12 banners de divulgação. A oficina foi destinada para a Associação Xambioart.

Integrante da associação, a morada do município de Xambioá, Ivanete Hipólito Ferreira Marino, informou que a oficina foi importante, pois abordou a temática ambiental e também ofereceu uma atividade a mais já que aprenderam como fazer na prática o sabão ecológico. “Antes, eu jogava o óleo de cozinha fora, agora posso reaproveitar. Com isso, economizo em casa também e posso fazer o sabão para vender e assim ganhar uma renda extra”, ressaltou.

Receita para a fabricação do sabão ecológico

MATERIAIS:

01 litro de óleo de cozinha;

140 ml de água;

135 gramas de soda cáustica em escamas 95%;

Recipiente (longa/vida) para molde do sabão;

25 ml de álcool;

Luvas e Máscara;

01 Balde/recipiente;

Bastão de madeira para mexer.

MODO DE PREPARO:

Coloque a água já aquecida em torno de 40° em um balde e depois acrescente a soda vagarosamente.

Mexa até diluir totalmente a soda.

Adicione o óleo já peneirado e aquecido em 40° e misture bem por 20 minutos.

Caso a massa final esteja muito líquida, adicione o álcool.

Deixe descansar por 48 horas. Pronto! Corte e deixe curar em local arejado de 10 a 15 dias.

 ATENÇÃO! Manter fora do alcance de crianças e animais.


COMPARTILHE:


Confira também:


Operação Paz e Sossego

Forças de Segurança estaduais participam de mais uma fase da Operação Paz e Sossego na Capital

Para o delegado Túlio Mota, a participação do efetivo da Polícia Civil reforça a integração das forças de segurança no cumprimento de ações que visem garantir o bem-estar dos usuários de estabelecimentos comerciais na Capital.

Porto Nacional

Travessia do Rio Tocantins com voadeiras inicia nesta sexta em Porto Nacional

A ponte continua aberta para pedestres, ciclistas, motociclistas e veículos de urgência e emergência. Técnicos atuam na realização da inspeção da estrutura. Os dados coletados embasará o relatório sobre as condições da via.



Incentivos Fiscais

Empresários aprovam medida do Governo para avaliação dos incentivos fiscais

O decreto publicado, pelo Governo do Tocantins, na terça-feira, 12, que visa fazer um levantamento sobre os incentivos fiscais concedidos pelo Estado, agradou a classe empresarial.


Cirurgias Eletivas

Tocantins cumpre meta e garante mais recursos para realização de cirurgias eletivas em 2019

O cumprimento da meta, segundo o secretário de Estado da Saúde, Renato Jayme, se deu pelo comprometimento de todos os profissionais envolvidos.


Comerciantes

Agtur realiza sorteio dos espaços da Praça de Alimentação do Capital da Fé 2019 nesta sexta, 15

A Agtur oferecerá um curso de manipulação de alimentos e práticas em data a ser definida.


Foco na Humanização

Cinthia reúne secretariado e determina foco na humanização e qualidade dos serviços públicos


Operação Fragmentos

Polícia Civil realiza Operação Fragmentos no Sudeste do Estado


Vistorias no HGP

Defensoria e MPE encontram desassistência a pacientes e falta de 177 medicamentos


Setor Santo Amaro

Prefeitura inaugura praça do setor Santo Amaro nesta quarta, 13


Tarifa de Protesto

Protestar em cartório agora não tem custo para quem cobra dívidas


Saúde

Quantidade de profissionais da saúde ainda é insuficiente, afirmam DPE-TO e MPE em ação civil pública



  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira