Palmas, 19/01/2018

Estado

Parque Tecnológico

Prefeitura assina termo de cooperação técnica com o Estado para implantação do Parque Tecnológico do Tocantins

  • O secretário da Seden, Alexandro de Castro Silva, ressaltou que não se pode pensar que o desenvolvimento econômico se dê distanciado do desenvolvimento tecnológico e das condições de desenvolvimento de pesquisa

Luciana Pires

Prefeitura assina termo de cooperação técnica com o Estado para implantação do Parque Tecnológico do Tocantins



Deni Rocha

A Prefeitura de Palmas e o Governo do Estado celebraram, nesta quinta-feira, 23, um Termo de Cooperação Técnica para articulação de ações de implantação do Parque Tecnológico do Tocantins, que deverá ser implantado próximo ao Campus da Universidade Federal do Tocantins, em Palmas.

De acordo com o presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano de Palmas (Impup), Ephim Shluger, o Parque Tecnológico está na fase de elaboração dos projetos executivos, realizados pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi), e conta com a parceria do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden) e da Prefeitura, através do Impup.

Shluger esclarece que a inovação e a tecnologia têm um papel preponderante no desenvolvimento econômico de qualquer cidade, e que Palmas possui um polo muito amplo de universidades, com várias áreas de ciências tecnológicas gerando bastante pesquisa. "Com a implantação do Parque Tecnológico, os doutorandos da nossa cidade poderão permanecer aqui e desenvolver seus produtos, seja de inteligência artificial, robótica, biofertilizantes entre outros, fomentando a economia em Palmas", disse.

O secretário da Seden, Alexandro de Castro Silva, ressaltou que não se pode pensar que o desenvolvimento econômico se dê distanciado do desenvolvimento tecnológico e das condições de desenvolvimento de pesquisa. "O Parque Tecnológico será um ambiente propício para que as empresas que pensam tecnologia possam se instalar e desenvolver soluções práticas para toda a economia do Tocantins e da cidade de Palmas".

Na ocasião, com a assinatura do acordo, criou-se um protocolo em que Prefeitura e Estado trabalharam juntos, em parceria, inclusive na capitação dos recursos, para que a construção do Parque Tecnológico se viabilize sem maiores entraves burocráticos.

O Parque deverá ser implantado em uma área próxima à UFT e ao novo prédio da Fundação Universidade do Tocantins (Unitins). A área é integrada também ao setor empresarial, visto que está localizada no anel viário que liga a ponte Palmas/Paraíso a TO-080, rodovia que dá acesso a dois dos distritos industriais de Palmas: o Tocantins I – ASRNE 55 e o Tocantins II – ASRNE 65.
 
(Edição: Lorena Karlla)


Confira também


Comentários

comments powered by Disqus