Friday, 14 de December de 2018

ESTADO


Educação superior

UFT tem novo diretor em Araguaína

24 Jun 2008

A UFT - Universidade Federal do Tocantins realizou, na última semana, a eleição para direção do campus da instituição em Araguaína, hoje considerado o segundo maior pólo da universidade no Estado.

Concorreram ao cargo de diretor quatro chapas, sendo vitoriosa, com 53,8% dos votos válidos, a do Professor Dr. Luís Eduardo Bovolato, do curso de Geografia. Os outros candidatos, Dra. Kênia Ferreira, do curso de Medicina Veterinária e Zootecnia, obteve 33,6%; Dr. Dimas José, do curso de História, 9,8%, e o Dr. Luciano Galdino, do curso de História, 2,8% dos votos válidos.

O professor Bovolato, que já dirigiu o campus na época que a faculdade ainda era Unitins Universidade do Tocantins, em 1998, assume a direção da instituição num momento histórico, já que o processo de mudança para o tão esperado novo campus, no setor Cimba, foi iniciado na manhã de sábado, 21, data de sua inauguração. Ele irá administrar o campus de Araguaína por dois anos e meio.

O novo diretor, que assume o cargo em julho, informou que entrou na disputa considerando seu tempo de trabalho na unidade desde antes da federalização, como também sua experiência no SESI -Serviço Social da Indústria, além de sua formação em Gestão Empresarial. “Avaliando minha trajetória e minha qualificação, senti que poderia ter chances de acolher melhor as reivindicações. Não adianta pensar que somos capazes, precisamos saber se vamos obter êxito”, avaliou.

Entre os apoios recebidos, o professor destaca que a boa relação com o reitor Alan Barbiero e o apoio dos técnicos administrativos foram fundamentais para a vitória. “Hoje, existem reivindicações diversas, mas podemos priorizar o atendimento do setor administrativo, que pede jornada ininterrupta de 6 horas corridas, capacitação, aperfeiçoamento e maior diálogo”, destacou, informando ainda que a categoria precisa de mais espaço nas decisões.

O técnico administrativo Gilberto Ichihara disse que, de todos os candidatos, apenas dois acolheram as propostas, sendo que o professor Bovolato apresentou uma maior segurança desas. “Essa postura do candidato foi importante para decidirmos apoiar aquele que teve propostas mais próximas de nossas reivindicações”, justificou o técnico, que é lotado na Ouvidoria da UFT.

Sobre qualificação docente, outro desafio de sua gestão, o diretor afirmou que pretende ampliar o PQD -Programa de Qualificação Docente a todas as licenciaturas, o que significa, em sua avaliação, “flexibilizar o acesso ao processo de doutoramento”, deficiência essa, segundo ele, que vem recaindo mais sobre o curso de Geografia. “Vamos atacar esse problema de forma contundente já que a demanda aumentou”, ressaltou o diretor, destacando a implantação dos seis novos cursos, Química, Física, Biologia, Gestão Logística, Cooperativismo e Turismo previstos para o inicio de 2009.

Para o professor Airton Sieben, que possui mestrado na área de Geografia, a eleição do professor irá beneficiar o colegiado como um todo, já que o programa de qualificação é estendido a todos os colegiados, mas a área de Geografia destacou “é a que mais necessita, visto que é grande o número de mestres que ainda buscam o doutorado”. “Ele vai flexibilizar mais esse processo”, assegurou.

Em relação à Fazenda, como é chamado o campus de EMVZ - Medicina Veterinária e Zootecnia, o diretor disse que pretende dar seqüência ao projeto do Hospital Veterinário e à ampliação da Biblioteca, obras que estão em andamento.

De acordo com ele, a prioridade maior e inicial de sua gestão será levar as reivindicações até a reitoria e elaborar um plano para atender a qualificação docente dos professores. “Pretendemos flexibilizar o acesso desses professores aos programas de doutoramento, principalmente do colegiado de Geografia, que é o setor mais necessitado”, pontuou.

COMPARTILHE:

O que você achou da notícia?

27

PARABÉNS!
PARABÉNS!

20

BOM
BOM

16

AMEI!
AMEI!

21

KKKK
KKKK

22

ENGRAÇADO
ENGRAÇADO

16

Ñ GOSTEI
Ñ GOSTEI

22

CREDO!
CREDO!

Comentários

comments powered by Disqus


Confira também:


CPPA

Mesmo com situação levada à Justiça, esgoto a céu aberto continua na CPPA

MPE/TO e Prefeitura também judicializaram o caso, mas o problema continua na Casa de Prisão Provisória

Sindicância

Estado abre sindicância para apurar situação de servidores na Secretaria de Governo

De 18 de dezembro a 28 de fevereiro de 2019, terá início o recadastramento de todos os servidores do Poder Executivo




  Blogs & Colunas


TiViNaLili

Lili Bezerra


Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira