Saturday, 06 de June de 2020

GERAL


Cachaça

21 de maio comemora-se o dia da típica bebida nacional

19 May 2009

A cachaça, pinga, ou cânha, como é conhecida no Rio Grande do Sul, é uma bebida alcoólica tipicamente brasileira, obtida com a fermentação da garapa de cana-de-açúcar ou do melaço e sua posterior destilação. Devido ao seu baixo valor e ao fato de estar associada às classes mais baixas, já que era um produto consumido pelos escravos, a cachaça foi, por muitos anos, mal vista pelos brasileiros. No entanto, nas ultimas decadas, a bebida passou a ser reconhecida internacionalmente, tornando-se um produto requintado.

Segundo dados do Instituto Brasileiro da Cachaça - IBC, o Brasil conta com mais de 40 mil produtores que detêm aproximadamente quatro mil marcas – 99% das empresas são de micro, pequeno e médio portes. Ainda de acordo com o IBC, os estados brasileiros que mais se destacam na produção da cachaça são: São Paulo, Pernambuco, Ceará, Minas Gerais e Paraíba, sendo mais consumida nos estados de São Paulo, Pernambuco, Rio de Janeiro, Ceará, Bahia e Minas Gerais.

Atualmente, várias marcas de boa qualidade figuram no comércio nacional e internacional e estão presentes nos melhores restaurantes e adegas residenciais pelo Brasil e pelo mundo. Em Palmas, na Adega do Claudio, é possivel encontrar diversas marcas, tipos e valores de cachaça. O proprietário da adega, Claudio Walter Markus, explica que a bebida tem ganhado espaço no mercado e que atrai os consumidores pela variedade de sabores e pelo processo de fermentação.

Claudio explica que o aroma e o sabor da bebida dependem da madeira em que a ela é armazenada. Dentre as mais conhecidas, estão as cachaças armazenadas em toneis de Umburana, Jequitibá, Carvalho, Cobre, Castanha, entre outros. A cachaça também pode ser produzinda em outros sabores ao ser fermentada com frutas, como o caju e a uva. Claudio explica que a bebida não tem validade e garante: “quanto mais antiga, melhor”.

De acordo com degustadores da bebida, uma boa cachaça é límpida, transparente e sem resíduos. Um aspecto negativo é quando a bebida é resultante da adição de sacarose, já que muitas vezes, o açúcar mascara sabores ruins. Segundo os “cachaçólogos”, uma boa cachaça, geralmente, tem aroma suave. Alguns degustadores costumam agitar a garrafa para verificar a quantidade de bolhas que se formam. Quanto maior a quantidade de bolhas, melhor a qualidade da bebida. A cachaça de qualidade precisa ficar armazenada por, no mínimo, dois anos numa boa madeira. Se ficar acima de oito anos, vira produto nobre e ganha status.

E por falar em status, em Salinas, Minas Gerais, é produzida na Fazenda Havana, uma das cachaças mais caras do Brasil. Uma garrafa de um litro da bebida chega a custar R$ 321,50. Na cidade, a bebida chega a ser usada como dinheiro para o pagamento de fornecedores e funcionários do produtor. A bebida ultimamente vem atingindo o status do vinho e do uísque, e é bastante procurada para ser dada como presente.

COMPARTILHE:


Confira também:


Eleições

Nova data das eleições municipais será decidida em junho

Luís Roberto Barroso fala à Agência Brasil sobre o próximo pleito


  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira