Wednesday, 20 de November de 2019

GERAL


Impostos

Advogado tributarista vê cortes de impostos do Governo Federal como positivo para o país e para o cidadão

07 Oct 2019    17:07

Em uma medida surpreendente, o Ministério da Economia, capitaneado por Paulo Guedes, após zerar impostos de medicamentos que combatem AIDS e câncer, adotou a mesma medida para centenas de produtos, como equipamentos médicos, de informática e para a indústria, somando 1.189 produtos, através da Portaria Nº 2.024, de 12 de setembro de 2019, publicada 16 de setembro no Diário Oficial da União e que entrou em vigor dois dias úteis a partir da data de publicação.

O advogado tributarista Eliézer Martins vê as medidas tomadas pelo governo com bons olhos, e acredita que este caminho, já adotado por países desenvolvidos, pode ser benéfico para o país e principalmente para o cidadão: “Menos impostos significa menos interferência do Estado, e nesse caso em específico, o tipo de interferência positiva que é sentida de forma mais direta pelo cidadão, com alívio no preço que paga por mercadorias e serviços. Como tributarista vejo como uma excelente medida do Governo Federal, e esperamos que os governadores e prefeitos sigam na mesma linha, reduzindo impostos na esfera estadual e municipal”.

A título comparativo, o advogado tributarista traça um paralelo entre Brasil e Estados Unidos no que tange ao preço final de produtos e bens de consumo: “Naturalmente a redução promulgada pelo governo é apenas uma gota no oceano de tributos que temos no país, mas é um passo positivo na direção de maior liberdade econômica e custo de vida mais baixo. Em relação a um comparativo da diferença e do impacto no valor final do produto proporcionado pela carga tributária, costumo comparar alguns números. Celular nos EUA tem impacto de 7% a mais no valor final devido a imposto contra  40% no Brasil. A Gasolina nos EUA 7%, no Brasil 62%, Energia elétrica 8% (EUA) contra 48% (Brasil) e carros têm 7% de seu preço final em impostos nos EUA contra 36% no Brasil. Algo precisa ser feito quanto a isso”.

Quanto ao temor de que o corte de impostos gere prejuízo e diminua a arrecadação do governo, impedindo até mesmo o financiamento de programas sociais e ocasionando novo contigenciamento em saúde e educação, Eliézer aponta que isto não necessariamente ocorreria se o governo cobrar menos impostos: “quem gera riqueza é a iniciativa privada e não governos. Quando você corta impostos o que acontece é que o consumo é estimulado, e com o aquecimento da economia, novos postos de trabalho são gerados, trazendo maior arrecadação devido ao aumento da riqueza e do dinheiro circulante, não da carga tributária. Se assim fosse, países europeus e o próprio Estados Unidos estariam com os cofres públicos esvaziados, já que na prática cobram muito menos impostos que o Brasil, e o que vemos é completamente o oposto”.

COMPARTILHE:


Confira também:


Hospital de Amor

Com apoio de voluntários da AL, unidade do Hospital do Amor de Palmas será entregue em 2020

A construção do Hospital do Amor em Palmas está orçada em R$ 120 milhões e contempla três unidades: de diagnóstico, tratamento e de prevenção e pesquisa.

Refis 2019

Refis 2019 já negociou R$ 96,6 milhões, mas débitos ainda podem ser regularizados até 30 de novembro

O secretário de Finanças, Rogério Ramos alerta para que os contribuintes fiquem atentos para não perderem a oportunidade de negociar seus débitos e ficarem em dias com os tributos municipais.



Segurança

Carlesse busca mais recursos para Segurança Pública em audiência com ministro Moro

Reunião ocorrida nesta quarta-feira, 20, no Ministério da Justiça e Segurança Pública, serviu também para apresentação do plano de investimentos dos recursos já assegurados


Vestibular Unitins

Estão abertas as inscrições para primeiro vestibular do novo Câmpus da Unitins em Paraíso

As inscrições são feitas exclusivamente pelo site da instituição www.unitins.br. As provas serão aplicadas no dia 19 de janeiro e as aulas já começarão em fevereiro, seguindo o calendário acadêmico dos outros câmpus já existentes, Palmas, Araguatins, Augus


Museu

Palacinho é reaberto e ex-governador Siqueira Campos homenageado

Obras de manutenção e reabertura foi fruto de parceria do Governo do Estado e do Grupo Amigos do Palacinho


Sarampo

Segunda etapa de vacinação contra o sarampo segue até dia 30 de novembro


Novembro Azul

Acreditar Tocantins: Pesquisa revela que 31% dos homens não têm o hábito de ir ao médico regularmente


Museu Histórico

Palacinho reabre com expografia e projeto museológico renovados


Estradas

Governo conclui obras de melhoria de estradas vicinais que ligam aldeias indígenas na região noroeste do estado


Bloqueio de Celulares

Celulares pré-pagos desatualizados são bloqueados hoje em 17 estados


Educação Superior

Unitins lança Vestibular com 120 vagas para novo Câmpus de Paraíso



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira