Sunday, 09 de August de 2020

GERAL


Internacional

Autoridades dos Estados Unidos estudam reduzir seu arsenal nuclear

16 Feb 2012

O governo dos Estados Unidos estuda a redução do arsenal nuclear do país. A ideia é diminuir das atuais 1.800 ogivas para 300. Mas há, ainda, a possibilidade de reduzir para 700 ou 1.100 ogivas – essas duas hipóteses são consideradas intermediárias.

O assunto é guardado sob sigilo pelas autoridades norte-americanas. Os Estados Unidos são a principal potência nuclear do mundo. Depois dos Estados Unidos, a França é o país que mais têm centrais nucleares.

O chefe do Estado-Maior norte-americano, general Martin Dempsey, admitiu que há “discussões internas sobre a futura estratégia” e citou o governo da Rússia como um dos  interlocutores do assunto. O porta-voz do Pentágono, George Little, disse que o presidente Barack Obama solicitou ao Departamento de Defesa que apresente várias alternativas sobre o tema. Mas não deu detalhes sobre os projetos.

A divulgação dessas informações ocorre às vésperas da próxima reunião de cúpula sobre segurança nuclear, que ocorrerá na Coreia do Sul. Em 2009, Obama apelou para que o mundo se livrasse da ameaça atômica. À época, Obama havia prometido trabalhar para “um mundo sem armas nucleares”. (ABr)

COMPARTILHE:


Confira também:


Pandemia

Governo do Tocantins contrata 70 novos leitos e profissionais e amplia oferta de UTI's para enfrentar o novo Coronavírus

Novos leitos estão instalados no Hospital Oncológico de Palmas e estarão disponíveis para toda a população tocantinense

Pandemia

Tocantins registra 747 novos casos da Covid-19

Atualmente, o Tocantins apresenta 31.103 casos no total, destes, 19.053 pacientes estão recuperados, 11.606 pacientes estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar e 444 pacientes foram a óbito.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira