Sunday, 15 de September de 2019

GERAL


Saneamento

BRK Ambiental apresenta avanços no saneamento do Tocantins em evento sobre sustentabilidade

23 Aug 2019    14:59

A BRK Ambiental participa, nesta segunda-feira (26), do evento Diálogos da Sustentabilidade, apresentando os dados mais recentes do saneamento no Estado e que demonstram os avanços alcançados. Promovido pela CBN Tocantins, o encontro tem como objetivo discutir o saneamento e seus impactos ambientais, sociais e econômicos, e será realizado às 19 horas, no auditório do Ceulp/Ulbra. 

 

Na oportunidade, o presidente do Instituto Trata Brasil (ITB), Édison Carlos, irá ministrar uma palestra sobre o Painel do Saneamento Brasil, abordando os indicadores do setor em nível local e nacional. Depois da exposição, ele participa de um debate com o presidente da BRK Ambiental, Thadeu Pinto, com representantes da Agência Tocantinense de Regulação (ATR) e de outras entidades ligadas ao segmento. 

 

No que diz respeito ao panorama regional, Palmas é um dos destaques. “A capital do Tocantins tem avançado para se firmar como um contraponto à realidade do saneamento básico no Brasil e, principalmente, ao cenário que se encontra a região Norte. Os frutos dos avanços no atendimento com água tratada e coleta e tratamento de esgoto se refletem nos números de saúde do município”, explica Thadeu Pinto. 

 

Esgoto

 

Em 2012, Palmas coletava apenas 33% do esgoto da população. Em 2017, este índice chegou a 83,6%. Hoje, com os serviços realizados pela BRK Ambiental, o município atende a cerca de 90% de sua população com coleta e trata 100% do esgoto coletado, já alcançando a meta de universalização contratual, e buscando ampliar ainda mais este número com novos investimentos. 

 

No segundo maior município do Tocantins, Araguaína, o avanço da coleta de esgoto está em curso. Em 2017, índice da população atendida por coleta de esgoto é de cerca de 25,2%. Em 2019, o quantitativo é de cerca de 30%. Todo o esgoto coletado pelas redes que atendem mais de 43 mil moradores é tratado antes da destinação final. 

 

O quadro tocantinense contrasta de forma significativa com a realidade regional, tendo em vista que a região Norte do Brasil possui um dos mais baixos índices de atendimento com o serviço: apenas 52,4% dos moradores contam com acesso à água tratada e somente 6,5% do esgoto é coletado, sendo que uma fração muito pequena deste quantitativo (inferior a 15%) é tratado. 

 

Saúde

 

Dados do Painel Saneamento Brasil, mantido pelo ITB, mostram que a saúde dos moradores de Palmas melhorou consideravelmente após os avanços nos serviços de água e esgoto. Um exemplo é o dado de internações por doenças de veiculação hídrica, que teve redução, caindo de 19 casos a cada 10 mil habitantes para cerca de 8 casos a cada 10 mil habitantes, entre 2012 e 2017. 

 

A incidência em crianças de zero a 4 anos, que fazem parte do grupo mais suscetível a essas doenças, também contou com melhora. Os casos caíram de 146 a cada 10 mil habitantes para 87, também entre 2012 e 2017. São números importantes e que também se refletem na saúde financeira do município. Os gastos do poder público com internações por essas doenças caíram de R$ 178 mil para R$ 130 mil no mesmo período. 

 

Em Araguaína, os dados de saúde também demonstram os benefícios trazidos pelo saneamento. O número de internações por doenças de veiculação hídrica caiu pela metade – de 30 casos a cada 10 mil habitantes, em 2012, a incidência diminuiu para 15 casos, 2017. Já as internações por diarreia caíram de 405 a cada 10 mil habitantes, para 235, entre 2012 e 2017.  

 

Próximos passos

 

Nos últimos anos, foram investidos no Tocantins mais de R$ 800 milhões em obras de água e esgoto, e até 2025 mais R$ 1 bilhão será investido. No caso de Palmas, a capital está crescendo e, para que o acesso à água tratada acompanhe a expansão da cidade, a empresa irá promover a ampliação da maior Estação de Tratamento de Água do Tocantins. Também está prevista para o próximo ano a ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Norte. Em 2021, a Estação de Tratamento de Esgoto da Região Sul deve ser concluída, com tecnologia avançada para não emitir odores. 

 

Já em Araguaína, a universalização do serviço de coleta e tratamento de esgoto está prevista para 2024. Para que isso aconteça, a BRK Ambiental está viabilizando a construção de uma nova Estação de Tratamento de Esgoto, a ETE Lontra, que também contará com tecnologia para não emitir odor. Com isso, haverá a desativação da Estação de Tratamento de Esgoto Neblina, hoje localizada na área central da cidade. 

 

Serviço:

 

Evento: Diálogos da Sustentabilidade

Data: 26 de agosto, segunda-feira

Local: Auditório do CEULP | ULBRA (1501 Sul, Av. Joaquim Teotônio Segurado, s/n - Plano Diretor Sul, Palmas) 

Horário: 19 horas

COMPARTILHE:


Confira também:


Alerta

Brasil tem 16 estados com surto ativo de sarampo; Tocantins está fora da lista

O último boletim aponta que são 24.011 casos suspeitos no país, sendo que 17.713 (73,8%) estão em investigação e 2.957 (12,3%) foram descartados.

Turismo

Ayres quer debater turismo e preservação do Jalapão em audiência pública

No requerimento, o parlamentar solicita a presença dos órgãos estaduais para que possam unir forças e atuações em prol do desenvolvimento sustentável e ambiental correto da atividade turística na região.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira