Tuesday, 19 de November de 2019

GERAL


Fecomércio-TO

Carteira Empresarial terá abrangência em Araguaína a partir desse mês

29 May 2015

Araguaína é a segunda cidade a receber a Carteira Empresarial que teve seu projeto piloto iniciado em Palmas no começo deste ano. O produto é oferecido gratuitamente aos empresários que estão com sua contribuição sindical em dia e seus colaboradores e dependentes, proporcionando uma série de benefícios e descontos para seus usuários. Os empresários ao aderir a carteira como parceiros fazem parte de uma rede de empresas que oferecem descontos em seus produtos.
 
Para participar, o interessado pode agendar uma visita a sua empresa através do telefone: 3412-3619/3710 ou email:carteiraempresarial@fecomercioto.com.br, ou ainda se dirigir a unidade da Fecomércio em Araguaína, localizada na Av. José de Brito, nº 158.
 
Segundo o diretor sindical da Fecomércio, Rubens Pereira da Luz, este produto trará a oportunidade para os empresários de Araguaína prospectarem novos clientes. "A intenção da Carteira empresarial é fomentar a venda de produtos e serviços de nosso Estado, para que o que seja produzido ou oferecido pelos empresários locais, fiquem na própria região. O empresário parceiro terá seu estabelecimento divulgado no site da Fecomércio e com isso, fará parte de uma rede de empresas que dão descontos, atraindo a atenção de novos clientes", explicou. Hoje o projeto já conta com 60 empresas parceiras e cerca de 750 usuários.
 
O primeiro empresário a aderir a carteira empresarial na cidade de Araguaína, foi Rodrigo Mocó, das Lojas Nosso Lar. Para ele, a parceria é benéfica. "A importância para a minha empresa é tanto oferecer para o meu colaborador um desconto especial em várias outras empresas, como também aumentar nossas vendas, protegendo o comércio a nível estadual, fazendo com que o dinheiro permaneça aqui mesmo no Tocantins", disse.  (Ascom/Fecomércio)

COMPARTILHE:


Confira também:


Economia

Receita paga hoje as restituições do 6º lote do Imposto de Renda

O lote contempla também restituições dos exercícios de 2008 a 2018

Economia

Com Selic em queda, poupança pode passar a render menos que a inflação

Outro fator é a redução de recursos para o financiamento habitacional. Atualmente, 65% dos recursos de poupança são destinados aos financiamentos habitacionais.




  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira