Saturday, 25 de January de 2020

GERAL


Libras

Cursos vislumbram um futuro melhor para deficientes auditivos

10 Sep 2008

A inclusão social é uma realidade em todo o país e o ensino de Libras tornou-se condição essencial na formação continuada do professor. Em Palmas, o bilingüismo nas academias já está fazendo parte do cotidiano de professores e alunos. Um recurso que, além de permitir que alunos com deficiência auditiva tenham acesso ao aprendizado, facilita socialização desses no meio familiar e profissional.

A coordenadora do curso de especialização em Libras da Fundação Universidade do Tocantins (Unitins), Rosângela Fernandes de Souza, explica que as aulas são regidas em Língua Portuguesa, e traduzidas em Libras por um intérprete. “O curso é dividido em duas partes: teoria e prática. Na teoria, estudamos História, Cultura, Psicologia. Na prática, estudamos os sinais em Libras”. Nesse caso, de acordo com a coordenadora, há, em sala de aula, um professor e intérprete (ouvinte) e um professor e instrutor (surdo) para assim facilitar o processo de comunicação.

Rosângela explica ainda que a demanda de profissionais, tanto de professores quanto de psicólogos, administradores e até advogados, fez com que a instituição abrisse novas vagas. “A procura pelo curso de Libras foi grande; em poucos dias, formou-se uma turma com 53 alunos. Normalmente uma turma de pós-graduação é formada com aproximadamente  45; nesse caso, abrimos exceção pela necessidade de qualificação desses profissionais”, diz.

Organizado pelo intérprete Anderson Carvalho da Silva, há também o Curso Básico de Libras da Universidade Federal do Tocantins (UFT), voltado para os profissionais das áreas de Educação, Saúde, Atendimento Social e Empresarial, e também para pessoas que desejam melhor a comunicação com familiares e amigos que apresentam surdez. O Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e de Atendimento às Pessoas com Surdez (CAS), localizado no Centro de Ensino Médio de Palmas (CEM), está iniciando novas turmas neste segundo semestre. De acordo com o órgão, “o objetivo do curso é proporcionar uma maior integração do portador de necessidades com a sociedade”.

O Decreto que regulamenta a Lei nº 10.436/2002, que dispõe sobre o ensino e o uso da Língua Brasileira de Sinais, está caminhando para universalização dos institutos educacionais e até de empresas preocupadas com inclusão social, já que, para cumprir com a regulamentação do Ministério do Trabalho, essas têm que reservar de 2% a 5% das vagas para os portadores de necessidades especiais.

Uma proposta encaminhada pela Secretaria de Educação Especial ao ex-ministro da Educação, Tarso Genro, prevê que os cursos de formação de professores, do ensino médio e superior, e de Fonoaudiologia incluam o ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras) nos componentes curriculares dos cursos, em caráter optativo. Só que, até agora, das cinco maiores instituições de Ensino Superior de Palmas, apenas a Unitins e a UFT aderiram à proposta.

COMPARTILHE:


Confira também:


Procon

Tocantins apura vendas de lotes contaminados de marcas da cervejaria Baker

No último dia 17, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interditou cautelarmente por 90 dias todas as marcas de cerveja da Backer com data de validade igual ou posterior a agosto de 2020.

Heber Fidelis

Secretário da Cidadania e Justiça participa de reunião em Brasília sobre a criação da polícia penal

Grupo de Trabalho criado para debater a regulamentação da Polícia Penal Federal tem a finalidade de definir as atribuições do cargo, estrutura, organização e funcionamento da carreira.


Bahia

Carlesse prestigia inauguração do Centro de Convenções de Salvador e busca investidores para o Tocantins

Cerimônia também contou com a presença do vice-governador Wanderlei Barbosa e o coordenador da bancada federal do Tocantins, Carlos Gaguim


Municipalismo

Repassado mais de R$ 11,5 milhões aos municípios para o transporte escolar

Investimentos asseguram atendimento aos estudantes da rede estadual que dependem de transporte escolar para chegar às unidades de ensino


Boas expectativas

Governo abre oficialmente colheita da safra da produção de grãos 2019/2020 na próxima sexta, 31


Campos Lindos

Polícia Civil fecha oficina mecânica que funcionava como desmanche clandestino de carros no interior do Estado


Palmas

Polícia Civil prende em flagrante dois suspeitos de furto de energia


Educação Superior

Marcelo Müller é eleito novo reitor do Ceulp/Ulbra


Alerta

SISEPE-TO cobra o reajuste de 4,48% para aposentados e pensionistas do Igeprev


Tobasa

Na região norte do Tocantins, gestor visita a maior fábrica de carvão ativado do Brasil



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira